Quem está na fase de grupos da Champions League?

O alinhamento da fase de grupos da UEFA Champions League 2018/19 está agora confirmado.

O Porto participa pela 26ª vez na fase de grupos da UEFA Champions League
O Porto participa pela 26ª vez na fase de grupos da UEFA Champions League ©AFP/Getty Images

O alinhamento da fase de grupos da UEFA Champions League 2018/19 está agora confirmado.

ALTERAÇÕES NESTA ÉPOCA

Apurados automaticamente (com coeficientes)

Real Madrid (ESP) 162.000
Atlético (ESP) 140.000
Bayern (GER) 135.000
Barcelona (ESP) 132.000
Juventus (ITA) 126.000
Paris (FRA) 109.000
Manchester City (ENG) 100.000
Lokomotiv Moscovo (RUS) 22.500
Dortmund (GER) 89.000
Porto (POR) 86.000
Manchester United (ENG) 82.000
Shakhtar (UKR) 81.000
Nápoles (ITA) 78.000
Tottenham (ENG) 67.000
Roma (ITA) 64.000
Liverpool (ENG) 62.000
Schalke (GER) 62.000
Lyon (FRA) 59.500
Mónaco (FRA) 57.000
CSKA Moscovo (RUS) 45.000
Valência (ESP) 36.000
Viktoria Plzeň (CZE) 33.000
Brugge (BEL) 29.500
Galatasaray (TUR) 29.500
Inter (ITA) 16.000
Hoffenheim (GER) 14.285

Vencedores do "play-off"

Benfica (POR) 80.000
Ajax (NED) 53.500
PSV Eindhoven (NED) 36.000
Young Boys (SUI) 20.500
Crvena zvezda (SRB) 10.750
AEK Atenas (GRE) 10.000

Quem vai estar em cada pote?

Os campeões dos seis países mais bem classificadas, de acordo com os coeficientes de 2017, integram o Pote 1 ao lado dos vencedores da UEFA Champions League e da UEFA Europa League. O ordenamento dos Potes 2 a 4 é determinado pelo coeficiente de clubes.

Pote 1: Real Madrid, Atlético, Barcelona, Bayern, Manchester City, Juventus, Paris, Lokomotiv Moscovo

Pote 2: Dortmund, Porto, Manchester United, Shakhtar, Benfica, Nápoles, Tottenham, Roma

Pote 3: Liverpool, Schalke, Lyon, Mónaco, Ajax, CSKA Moscovo, PSV Eindhoven, Valência

Pote 4: Viktoria Plzeň, Club Brugge, Galatasaray, Young Boys, Inter, Hoffenheim, Crvena zvezda, AEK Atenas

Como funciona

Novo formato da UEFA Champions League explicado
Novo formato da UEFA Champions League explicado

 As alterações à lista de acesso para 2018–21 foram anunciadas em Agosto de 2016, com os quatro clubes primeiros classificados dos quatro países mais bem classificados do "ranking" – a terem entrada directa na fase de grupos.

O vencedor da UEFA Europa League – anteriormente garantido, pelo menos, no "play-off" –, tem também entrada directa na fase de grupos a partir desta época. Contudo, como o Atlético apurou-se para a fase de grupos através da sua classificação no campeonato em Espanha, a vaga directa passou para o terceiro classificado do país que ocupa o quinto lugar no "ranking" (França).

O vencedor da UEFA Champions League também se teria qualificado automaticamente. No entanto, como o Real Madrid garantiu uma vaga na fase de grupos através da classificação no respectivo campeonato, esse lugar directo passou para o campeão do país classificado no 11º lugar no "ranking" (República Checa).

Os derradeiros lugares na fase de grupos foram preenchidos por equipas vindas do "play-off".

A explicação completa de como estes dois lugares de acesso directo são preenchidos se os vencedores da UEFA Champions League e/ou da UEFA Europa League também assegurarem o apuramento através do seu campeonato pode ser encontrada aqui.

Topo