Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Desailly: Nunca nos esquecemos da primeira vez

Não é fácil deixar Marcel Desailly em dificuldades, mas os adeptos esforçaram-se ao máximo com questões ao antigo defesa sobre a carreira e a edição deste ano na página da UEFA Champions League no Facebook.

Marcel Desailly num momento de boa disposição com o compatriota Karim Benzema
Marcel Desailly num momento de boa disposição com o compatriota Karim Benzema ©Getty Images

Vencedor da UEFA Champions League ao serviço de Marselha e Milan, assim como campeão da Europa e do mundo com a França, Marcel Desailly está habituado a grandes desafios, por isso é que o antigo defesa não hesitou em responder às perguntas dos adeptos na página da UEFA Champions League no Facebook.

Quem foi o atacante mais difícil de marcar que teve de defrontar?

Acho que, provavelmente, o mais difícil foi Ronaldo, o brasileiro, era muito difícil de defender. Não pelo aspecto físico, mas porque tinha muita técnica e era tão rápido que era necessário contar com a ajuda dos colegas de equipa para o travar.

Marcel Desailly jogou cinco ano no Milan
Marcel Desailly jogou cinco ano no Milan©Getty Images

O Milan tem condições para regressar aos tempos glória?

Sim, penso que sim, mas irá demorar, pelo menos, dois a três anos. Em primeiro lugar terá de formar jogadores na academia que conheçam bem a história do clube e depois terá de complementar esse trabalho com um bom orçamento. Terá de ser implementado um projecto a cinco anos.

Qual foi a maior emoção, ganhar a UEFA Champions League ou o Campeonato do Mundo?

É uma pergunta difícil! Não consigo dizer qual foi a maior, mas foi uma sensação semelhante, já que também ninguém apontava a França como favorita. Tal como tinha acontecido com o Marselha, ninguém esperava que conquistássemos o troféu. Consegui-lo foi uma sensação difícil de descrever.

Como foi para ganhar a UEFA Champions League pela primeira vez?

Nunca nos esquecemos da primeira vez. Foi uma sensação excelente, especialmente porque o Marselha estava longe de ser considerada favorito. Muitos diziam que era a pior equipa do Marselha dos últimos sete anos, pelo que foi um triunfo sensacional.

Quem eram os seus ídolos quando era criança?

As minhas primeiras recordações do futebol remontam a 1978, já foi há muito tempo! O Campeonato do Mundo desse ano foi na Argentina e o primeiro jogador que me chamou a atenção foi o Mario Kempes. Mais tarde, noutro Mundial também ganho pela Argentina, fiquei impressionado com o talento de Diego Maradona.

Quem vai ganhar esta época a UEFA Champions League?

É sempre difícil, mas ficaria feliz se fosse o Paris ou o Manchester City a ganhar. O Bayern também não conquista o troféu há muito tempo, pelo que pode ser a sua hora.

Este artigo faz parte de uma sessão de perguntas e respostas com os adeptos na página da UEFA Champions League no Facebook.

Topo