O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Foto: Owen brilha no triunfo do United sobre o Wolfsburg

A história pode repetir-se esta semana quando, seis anos depois do "hat-trick" de Michael Owen, os dois clubes se reencontrarem, com o United a lutar pelo primeiro lugar e o Wolfsburg pela sobrevivência.

Foto: Owen brilha no triunfo do United sobre o Wolfsburg
Foto: Owen brilha no triunfo do United sobre o Wolfsburg ©Getty Images

Michael Owen já tinha ultrapassado o seu período áureo quando, em 2009, regressou aos seus melhores dias e fez um “hat-trick” ao Wolfsburg, ajudando o Manchester United a conquistar o primeiro lugar no Grupo B da UEFA Champions League. A história pode repetir-se esta semana quando, seis anos depois, as equipas se voltarem a encontrar na Alemanha na sexta jornada.

1. Michael Owen
Owen tinha apenas 18 anos quando deixou a sua marca com um golo sensacional à Argentina no Campeonato do Mundo de 1998. Graças à sua velocidade estonteante, marcou 118 golos em 216 jogos do campeonato pelo Liverpool e ajudou o clube a conquistar a Taça UEFA em 2001, antes de alinhar uma época no Real Madrid. As lesões condicionaram as passagens posteriores por Newcastle, Manchester United e Stoke City e levaram o avançado a colocar um ponto final na carreira em 2013, como o quinto melhor marcador de sempre da selecção de Inglaterra. Owen tornou-se num bem-sucedido criador de cavalos de corrida e também trabalha como comentador de televisão.

Andrea Barzagli joga actualmente na Juventus
Andrea Barzagli joga actualmente na Juventus©Getty Images

2. Andrea Barzagli
O defesa natural da Toscânia tinha 22 anos quando se afirmou na Serie A e 12 anos depois continua a jogar ao mais alto nível. Barzagli destacou-se no Chievo e passou quatro épocas no Palermo, antes de uma surpreendente transferência para o Wolfsburg. Foi totalista na época de estreia pelos alemães e ajudou o clube a sagrar-se pela primeira vez campeão da Bundesliga, considerando que o treinador Felix Magath foi decisivo para que se tornasse num melhor jogador. Barzagli regressou a Itália em Janeiro de 2011 e foi sempre campeão ao serviço da Juventus.

Os melhores momentos de Xavi na UEFA Champions League

3. Paul Scholes
A referência de Xavi Hernández e o jogador com que Zinédine Zidane lamenta nunca ter jogado, Scholes foi um dos médios mais completos da sua geração. Discreto fora de campo, preferia expressar-se dentro das quatro linhas pelo United, o único clube que representou. O inglês conquistou, ao longo de uma carreira de 18 anos, 11 títulos na Premier League, três Taças de Inglaterra e duas UEFA Champions League. Actualmente é comentador de televisão, colunista de jornal e um dos proprietários do Salford City, com Ryan Giggs, Nicky Butt, Gary e Phil Neville.

Ricardo Costa desarma Ronaldo quando estava no Valência
Ricardo Costa desarma Ronaldo quando estava no Valência©AFP/Getty Images

4. Ricardo Costa
Só dois jogadores portugueses participaram em três Campeonatos do Mundo. Cristiano Ronaldo é um, o outro é Ricardo Costa. O defesa-central começou a carreira sénior no Porto (foi suplente não utilizado na final da UEFA Champions League de 2004), mas depois foi para o Wolfsburg na tentativa de jogar mais. Nunca conseguiu ser titular e aconteceu o mesmo no Lille e no Valência, mas o palmarés em Mundiais atesta a sua utilidade. Actualmente está ao serviço dos gregos do PAOK.

Nani no Fenerbahçe
Nani no Fenerbahçe©Getty Images

5. Nani
O extremo tinha 20 anos quando foi contratado pelo United ao Sporting CP por 25 milhões de euros, num percurso idêntico ao feito pelo compatriota Cristiano Ronaldo, que durante algum tempo o acolheu na sua casa em Inglaterra. O atacante foi quatro vezes campeão da Premier League e converteu uma das grandes penalidades no triunfo sobre o Chelsea no desempate na final da UEFA Champions League de 2008. Gradualmente perdeu protagonismo e regressou ao Sporting, por empréstimo, em 2014/15. O jogador de 29 anos está no Fenerbahçe e cada vez mais perto das 100 internacionalizações por Portugal..

6. Danny Welbeck
Welbeck tinha oito anos quando chegou ao United e foi subindo pelos escalões de formação de forma vertiginosa. O avançado batalhador chegou à equipa principal em 2009, aos 17 anos, e assinalou a estreia na Premier League com um golo soberbo. Em 2011/12 era titular, mas nunca marcou muitos golos e em 2014 deixou o clube numa surpreendente transferência para o Arsenal. O internacional inglês marcou o golo da vitória sobre o United nos quartos-de-final da Taça de Inglaterra, ajudando os londrinos a conquistar o troféu, mas ainda não jogou esta época devido a lesão.

UEFA Champions League
Foto: Quando o Paris bateu a equipa fantástica do Barcelona
Foto: Trezeguet ajuda Juventus a afastar o Real 
Foto:Quando o Monaco surpreendeu o poderoso Real
Foto: Barcelona silencia Bernabeu
Foto: Ronaldo aplaudido de pé em Old Trafford
Foto: Os heróis de Istambul do Liverpool
Foto: Juve tira quartos-de-final ao Bremen
Foto: Batistuta põe fim à espera da Roma
Foto: Ajax vira derrota de 3-1 frente ao Benfica 

Futebol internacional
Foto: Irlanda-Escócia, 1986
Foto: Itália sobrevive a susto e alcança final do Mundial
Foto: Irlanda do Norte chega ao Mundial'86

Taça UEFA/UEFA Europa League
Foto: Nápoles de Maradona, 1989
Foto: Primeiro triunfo do Sevilha na Taça UEFA
Foto: Galatasaray faz história na Taça UEFA

Competições nacionais
Foto: Batistuta põe fim à espera da Roma
Foto: Campeões do Chelsea em 2005 uma década depois
Foto: Quando o Benfica bateu o Porto de Mourinho

EURO Sub-21
Foto: Portugal vence Alemanha em 2004
Foto: Triunfo épico da Inglaterra nas meias-finais de 2009
Foto: Benzema e Nasri na geração de 2004