Barzagli e Buffon reconhecem superioridade do Bayern

Andrea Barzagli considerou que a Juventus não fez tudo o que podia no segundo jogo contra o Bayern, enquanto Gianluigi Buffon reconheceu: "Eles foram melhores do que nós."

Gianluigi Buffon impotente para deter remate de Mario Mandžukić
Gianluigi Buffon impotente para deter remate de Mario Mandžukić ©Getty Images

Andrea Barzagli e Gianluigi Buffon acreditam que o FC Bayern München pode chegar à vitória na UEFA Champions League, afirmações feitas após os recém-campeões alemães terem imposto nova derrota por 2-0 à Juventus. “Eles foram melhores do que nós fisicamente, tecnicamente e mentalmente”, admitiu o guarda-redes dos "bianconeri". Barzagli elogiou também o Bayern mas afirmou estar certo de que este tipo de jogos irão ajudar a equipa a melhorar no futuro, destacando o seu antigo colega no VfL Wolfsburg, Mario Mandžukić, autor do primeiro golo em Turim, num mergulho de cabeça.

Andrea Barzagli, defesa da Juventus
Esta noite tentámos tudo. Talvez pudéssemos ter feito um pouco mais na primeira mão pois não jogamos lá como devíamos. No entanto, penso que hoje fizemos o que estava ao nosso alcance para os atacar mas o Bayern, mais uma vez, provou que tem uma grande equipa e só podemos dar-lhes os parabéns.

No geral, a aventura na Champions League foi positiva, pois é uma competição extraordinária. Apesar da derrota foi um bom jogo e estou agradecido aos nossos adeptos. Sempre disse que o Bayern pode vencer a UEFA Champions League esta época, pois são muito fortes e tem capacidade para ir até ao fim. O golo de Mario Mandžukić? Ele está a jogar muito bem, congratulo-o e desejo-lhe a boa sorte. Fico contente por ele.

Gianluigi Buffon, guarda-redes da Juventus
Não temos nada do que nos arrepender após o jogo desta noite. Actualmente, este é o nível a que estamos a jogar e não foi suficiente contra uma equipa como o Bayern, é simples. Foram melhores do que nós fisicamente, tecnicamente e mentalmente. A maior diferença esteve na experiência. O Bayern chegou a duas finais nos últimos três anos, além de que aquela equipa já joga junta há algum tempo. E esse foi uma importante vantagem para eles.

Sabíamos que eles eram fortes mas, honestamente, não estava à espera que, enfrentando-os em campo, se revelassem melhores do que nós. Devemos destacar isso, pois reconhecemos a sua grande força. Esta noite, eles impressionaram-me mais do que no primeiro jogo, pois nós demos o nosso melhor em casa. Eles podem facilmente conquistar o troféu. Depois de termos vencido os titulares do troféu [Chelsea FC], acreditamos que podíamos competir com qualquer equipa mas o Bayern provou ser demasiado forte para nós.