Ramos e López acreditam na qualificação

Sergio Ramos e Diego López concordaram que o empate 1-1 do Real Madrid, em casa, diante do Manchester United, na primeira mão dos oitavos-de-final, não é o fim do mundo.

Sergio Ramos diz que os seus colegas de equipa do Real Madrid t~em de acreditar
Sergio Ramos diz que os seus colegas de equipa do Real Madrid t~em de acreditar ©AFP/Getty Images

Apesar de terem sido surpreendidos pelo golo de Danny Welbeck que colocou o Manchester United FC em vantagem nos oitavos de final da UEFA Champions League, o capitão do Real Madrid CF, Sergio Ramos não se deixa intimidar como facto do clube merengue ter de marcar na visita a Old Trafford. O seu colega de equipa, Diego López concorda, considerando que apesar do único golo merengue, apontado por Cristiano Ronaldo, nenhuma eliminatória fica resolvida no primeiro jogo. 

Sergio Ramos, defesa do Real Madrid
Gostaríamos de ir jogar a Old Trafford com um resultado diferente mas temos de ser optimistas e destacar o grande jogo que o Real Madrid fez hoje apesar de ter desperdiçado muitas oportunidades. Quero agradecer aos nossos adeptos cujo apoio é algo que a equipa valoriza muito. Saímos do jogo com um sabor amargo na boca pois há jogos em que criar oportunidades não significa marcar golos, mesmo quando cada um de nós dá o melhor de si. Vamos para Manchester para mostrar a mesma mentalidade de hoje, acreditando que podemos vencer.

Diego López, guarda-redes do Real Madrid
O empate não foi um resultado justo. Uma vitória traduziria melhor o que fizemos em campo e as oportunidades de golo criadas. Saímos com a ilusão de que teremos a nossa hipótese na segunda mão. Queríamos vencer mas o empate deixou tudo em aberto para as duas equipas. O [Robin] van Persie teve duas oportunidades para marcar na fase final do jogo mas, felizmente, consegui evitá-lo em ambas. Não estamos obcecados pelo resultado de hoje pois sabemos que podemos marcar em Inglaterra.

Conteúdos relacionados