Hummels satisfeito pelo contributo

Mats Hummels ficou satisfeito por ter marcado, perto do fim, o golo do empate 2-2 do Dortmund na visita ao terreno do Shakhtar, isto após ter acertado na barra na primeira parte.

Mats Hummels festeja o golo do empate em Donetsk
Mats Hummels festeja o golo do empate em Donetsk ©Getty Images

Mats Hummels foi o salvador do Borussia Dortmund, com o seu cabeceamento, a quatro minutos do fim, a fazer o 2-2 para os campeões da Alemanha na viagem à Ucrânia, deixando-os na frente da eliminatória ante o FC Shakhtar Donetsk, que se irá resolver dentro de três semanas.

O internacional alemão libertou-se da marcação de Fernandinho, para fazer um cabeceamento imparável, sem hipóteses para Andriy Pyatov e ficou muito satisfeito pela sua contribuição para o sucesso obtido na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

"Foi um golo muito importante", disse o defesa-central. "Perder duas vezes em cinco dias não estava nos nossos planos. Foi um bom sinal de que podemos agora tentar materializar para seguir em frente".

"Tive um pouco de azar quando acertei na barra, porque o Felipe Santana tocou na bola à minha frente e não consegui baixar a cabeça, pelo que tive de ajustar um pouco o movimento", disse Hummels.

Apesar de dominar os primeiros 20 minutos, a equipa de Jürgen Klopp não conseguiu chegar ao golo e o Shakhtar também teve as suas oportunidades. No entanto, o capitão do Dortmund, Sebastian Kehl, sabe bem da importância de regressar à Alemanha com as coisas empatadas.

"Foi um grande resultado para nós dado que estamos a falar de um encontro da UEFA Champions League", disse Kehl. "Estamos numa boa posição para a segunda mão. O único aspecto negativo foi que não aproveitámos as oportunidades criadas. Vamos jogar agora em nossa casa e acho que o faremos melhor que aqui".