O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Mourinho ansioso pela decisão com o Bayern

"Esta é a emoção que me torna o cabelo grisalho", afirmou o treinador do Real Madrid, José Mourinho, antes da visita do Bayern, cujo técnico, Jupp Heynckes, apelida o encontro como a "nata dos jogos".

Mourinho ansioso pela decisão com o Bayern
Mourinho ansioso pela decisão com o Bayern ©UEFA.com

José Mourinho levou o Real Madrid CF a uma excelente vitória, por 2-1, sobre o FC Barcelona, no passado fim-de-semana, mas não deixa de lembrar aos jogadores que a época é "uma maratona que se tem de correr depressa". O próximo obstáculo é o FC Bayern München, que entra em vantagem na segunda mão da meia-final da UEFA Champions League, depois de ter ganho em casa por 2-1. O técnico Jupp Heynckes está totalmente consciente do perigo que os "merengues" representam.

Real Madrid
José Mourinho, treinador
Não quero pedir nada aos nossos adeptos. Eles têm de dar aos jogadores o que acham que merecem. O mais importante é saber que tipo de equipa, de jogadores e de estilo temos. Precisamos de acentuar os nossos pontos fortes e esconder o que é menos bom. Defendemos as nossas ideias, sabemos o que queremos fazer e como o fazer. Também sei o que o Bayern quer. Se não marcarem um golo, estarão fora da prova. Penso que eles irão marcar.

O jogo com o Barcelona não significará nada se não ganharmos o campeonato. Isto é uma maratona e temos de correr sempre depressa. Vamos tentar chegar à final. Os jogadores merecem. O Bayern é uma excelente equipa, tem um bom treinador e eles têm o direito de pensar que vão chegar à final. São fortes enquanto equipa.

Vejo os meus jogadores entusiasmados com esta meia-final, tal como os meus jogadores no Inter estavam há dois anos antes da meia-final com o Barcelona. Não tem que ver com a idade, pois isto é a UEFA Champions League. Eles apenas querem ganhar. Estes anos em Real têm sido uma experiência rica e estão a tornar-me melhor treinador. Já trabalhei em vários países, com mentalidades e jogadores diferentes. Podemos conquistar dois títulos, um ou nenhum. É esta a emoção do futebol que me faz o cabelo grisalho.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: FC Barcelona 1-2 Real Madrid (Sánchez 70; Khedira 17, Ronaldo 73)
Casillas; Arbeloa, Pepe, Ramos, Coentrão; Alonso, Khedira; Di María (Granero 74), Özil (Callejón 89), Ronaldo; Benzema (Higuaín 90+3).

• O Real Madrid chegou aos 109 golos na Liga espanhola, batendo o recorde que estava na posse do clube desde 1989/90, com 107, e aumentou para sete os pontos de avanço sobre o Barcelona no topo da tabela. Nos últimos sete jogos do campeonato com a equipa de Josep Guardiola, os "merengues" só tinham conquistado um ponto.  

Notícias da equipa
Lassana Diarra (coxa, de fora desde 21 de Março) e Ricardo Carvalho (coxa, 20 de Março) já voltaram aos treinos, mas ainda não estão disponíveis para jogar.

Bayern
Jupp Heynckes, treinador
Na quarta-feira iremos presenciar à nata dos jogos de futebol. Em termos de tradição, as duas equipas são fantásticas e por essa razão será uma partida equilibrada. Se pensarmos no que o Real Madrid fez no clássico do fim-de-semana, ficamos impressionados. Raramente ganharam [em Barcelona], mas desta vez conseguiram.

Este jogo será ainda mais difícil do que o que perspectivámos, devido ao que vimos no sábado em Barcelona. Conheço o estádio desde os tempos em que aqui vivi e sei que o ambiente será muito especial. Tenho boas memórias desses tempos. Era muito difícil ser treinador do Real Madrid nessa altura, tal como acontece agora. Percebi depois de ganhar aqui a Champions League o tipo de obsessão que essa prova é para toda a gente do Real Madrid e para todos os seus adeptos.

O Real Madrid precisa de marcar, mas sabemos que também somos capazes de o fazer a qualquer momento. Vamos ver como as coisas se desenrolam durante os 90 minutos e, se chegar a tanto, no prolongamento. O Real possui um grande potencial ofensivo, mas a minha equipa também o tem. Estamos conscientes de que o Real Madrid soma 109 golos na Liga espanhola e algo como 150 em todas as competições. Eles têm enorme potencial no ataque e temos de levar isso em conta.

Resultado do fim-de-semana
Sábado: SV Werder Bremen 1-2 Bayern (Naldo 51; Naldo pb 75, Ribéry 90)
Neuer; Rafinha, Tymoshchuk, Luiz Gustavo, Contento; Schweinsteiger, Pranjić (Kroos 64); Usami, T Müller, Olić (Ribéry 64); Petersen (Gomez 70).

• Um golo nos instantes finais de Franck Ribéry deixou o Bayern vivo na luta pelo título da Bundesliga durante algumas horas, antes de a vitória do Borussia Dortmund sobre o VfL Borussia Mönchengladbach, por 2-0, acabar com as dúvidas. O Borússia já é campeão, pois tem oito pontos de vantagem a apenas duas jornadas do fim.

Notícias da equipa 
Daniel Van Buyten está indisponível desde 20 de Janeiro, devido a um dedo partido. Breno (joelho) ainda não jogou na presente época.

Estatística
O Real Madrid ganhou dez dos últimos 11 jogos em casa na competição, tendo marcado 22 golos nas cinco partidas desta época no Santiago Bernabéu. Também apresenta um registo impressionante diante de equipas alemãs: 17 vitórias, três empates e duas derrotas.