O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Charalambides fala do sonho do APOEL

Constantinos Charalambides fala do efeito "fenomenal" que a carreira do APOEL na UEFA Champions League está a ter no Chipre e do "espírito de equipa mágico" que reina no clube.

Constantinos Charalambides está no APOEL desde 1989
Constantinos Charalambides está no APOEL desde 1989 ©Getty Images

Na sua segunda participação na UEFA Champions League, o APOEL FC tornou-se o orgulho de toda a nação cipriota ao atingir os oitavos-de-final pela primeira vez. No entanto, apesar de estar a ir contra todos os prognósticos, o adepto de sempre e capitão Constantinos Charalambides, não vê razão para a aventura não continuar, desta feita à custa do Olympique Lyonnais, com quem vai jogar na terça-feira. "O jogo aberto favorece-nos", disse o jogador de 30 anos. "Estou convencido que podemos fazer com o Lyon o mesmo que fizemos com Shakhtar Donetsk, Porto e Zenit".

Como capitão de equipa pode dizer-nos o que tudo isto significa para a cidade?

Constantinos Charalambides: É fantástico. Toda a gente aqui vive e respira este clube. Eu sinto isso todos os dias. Encontramos amigos onde quer que vamos. O APOEL é um fenómeno. É o tema de discussão nas casas, nas escolas, nos empregos de todo o cipriota. Não são só os adeptos que seguem agora a equipa, mas sim toda a gente.

O que está por trás do sucesso do APOEL?

Charalambides: A grande química que existe entre a equipa. Partilhamos as mesmas ambições. Há aqui bons miúdos e muito bons profissionais, pessoas que acreditam nos seus treinadores. Há um mágico espírito de equipa que chega naturalmente do treinador. Isto é crença. Acreditamos na nossa equipa, acreditamos nos nossos treinadores e acreditamos que podemos fazer algo de notório na Europa. Os nossos resultados mostram isso. Não temos nenhum complexo de inferioridade.

O que pensa do Lyon?

Charalambides: Sabíamos que qualquer equipa que aí viesse seria difícil e calhou-nos uma que tem história naChampions League. São, claramente, um clube maior que nós, com um orçamento maior também e com melhores jogadores, mas isso não significa nada, pois já demonstrámos que uma equipa pequena pode chegar aos oitavos-de-final e ter também um bom desempenho nesta fase da prova. Estou convencido que podemos fazer ao Lyon o mesmo que fizemos no nosso grupo ao Shakhtar, Porto e Zenit. Acredito nesta equipa e, com a abordagem certa e um bocado de sorte, porque não?

Como é que jogar num patamar mais acima na UEFA Champions League?

Charalambides: É bastante difícil porque a Champions League não tem nada a ver com o campeonato de Chipre. Os jogos são de uma qualidade muitíssimo superior e damos muito mais em campo. Para nós, no APOEL, as coisas são diferentes porque temos que jogar de outra maneira, pois precisamos de abrir as defesas adversárias. Na Champions League, jogamos contra equipas maiores que querem atacar. Temos que impedir isso e, ao mesmo tempo, fazer o nosso jogo.