O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Lyon quer terminar com sonho do APOEL

O APOEL fez história ao tornar-se no primeiro clube de Chipre a ultrapassar a fase de grupos da UEFA Champions League, mas o Lyon quer que a caminhada não vá mais longe.

Retrospectiva: Lyon - APOEL ©Getty Images

O APOEL FC tornou-se no primeiro clube de Chipre a ultrapassar a fase de grupos da UEFA Champions League, mas quer continuar a fazer história na deslocação a casa do Olympique Lyonnais para o encontro da primeira mão dos oitavos-de-final.

• O APOEL está a fazer uma campanha memorável e venceu o Grupo G. Rémi Garde levou o Lyon ao segundo lugar do Grupo D, atrás do Real Madrid CF, mas só garantiu o apuramento na última jornada, com um sensacional triunfo por 7-1 em casa do GNK Dinamo Zagreb, levando a melhor sobre o AFC Ajax devido à diferença de golos.

Retrospectiva
• O Lyon tem uma grande experiência desta ronda, pois há nove épocas consecutivas que marca presença nos oitavos-de-final. Os franceses conseguiram três presenças seguidas nos quartos-de-final, entre 2004 e 2006, mas foram eliminados nesta ronda em quatro das últimas cinco épocas, com a excepção a acontecer em 2009/10, quando o clube atingiu as meias-finais. Na época passada, sob o comando de Claude Puel, o Lyon foi afastado pelo Real Madrid nesta mesma fase.

• O Lyon só sofreu uma derrota em casa nesta fase da UEFA Champions League, sendo batido por 2-0 pela AS Roma na edição de 2006/07. Os franceses conseguiram quatro vitórias, três empates e uma derrota nos 16 encontros disputados no Stade de Gerland.

• Os representantes da Ligue 1 tiveram resultados mistos nos jogos disputados em casa esta época. Depois dos triunfos sobre o FC Rubin Kazan e o Dínamo Zagreb, no “play-off” e na fase de grupos, respectivamente, o Lyon perdeu com o Real Madrid e empatou 0-0 com o Ajax, um resultado que parecia ter comprometido a qualificação antes da vitória em Zagreb.

• O Lyon nunca defrontou uma equipa de Chipre, mas este será o segundo embate do APOEL com um clube francês, pois foi eliminado pelo Paris Saint-Germain FC, com um total de 3-0, na primeira eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças de 1993-1994. Jean-Luc Sassus marcou o único golo da primeira mão em Nicósia, com Paul Le Guen e Xavier Gravelaine a apontarem os golos que levaram à derrota do APOEL em Paris.

• Ivan Jovanović conduziu o APOEL a três empates fora de casa na fase de grupos, evitando derrotas nas deslocações aos terrenos do FC Shakhtar Donetsk, FC Porto e FC Zenit St Petersburg. Os cipriotas averbaram duas vitórias, três empates e uma derrota fora de casa, incluindo as pré-eliminatórias e o "play-off". Nestes seis jogos, a defesa consentiu apenas três golos e manteve a baliza inviolada em três desafios.

Ligações entre as equipas
• Aílton saltou do banco de suplentes para marcar para o golo de honra do FC København na derrota por 3-1 com Olympique de Marseille, nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League de 2009/10, resultado que confirmou a eliminação dos dinamarqueses com um total de 6-2. Como suplente do Copenhaga na fase de grupos da edição de 2008/09, o atacante viu Bafétimbi Gomis abrir o marcador para o AS Saint-Étienne na capital dinamarquesa, mas os franceses acabaram batidos por 3-1.

• Briand e Yoann Gourcuff ajudaram a França a derrotar Portugal, onde alinhou Nuno Morais, num jogo da fase de grupos do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2006.

• Briand contribuiu com um golo para o triunfo da França, por 2-0, sobre Chipre, que contou com Athos Solomou, num jogo de apuramento para o Campeonato da Europa de Sub-21 em Outubro de 2005.

• Constantinos Charalambides e Marios Ilia perderam por 4-0 em França ao serviço da selecção de Chipre, em Outubro de 2005, na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2006. Os dois jogadores tiveram a companhia de Marinos Satsias na derrota, por 2-0, na recepção aos franceses, em Outubro de 2004. Satsias sofreu uma derrota ainda mais pesada frente à França, não evitando uma goleada por 5-0 no Stade de France, na fase de apuramento para o UEFA EURO 2004.

• Lisandro ajudou o FC Porto a vencer três encontros da Liga portuguesa frente à Académica de Kaká, entre 2006 e 2008.