O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Nulo sem drama para Drogba

Didier Drogba afirmou não existir frustração após o nulo ante o Copenhaga ter apurado o Chelsea para os quartos-de-final, fase em que os "blues" vão "dar tudo para passar".

Didier Drogba atingiu pela quinta vez os quartos-de-final da UEFA Champions League com o Chelsea
Didier Drogba atingiu pela quinta vez os quartos-de-final da UEFA Champions League com o Chelsea ©Getty Images

Didier Drogba e os seus parceiros de ataque podem não ter marcado ao FC København, mas para o avançado tal facto não é problemático, uma vez que apesar do nulo o Chelsea FC apurou-se para os quartos-de-final da UEFA Champions League.

Enquanto o Chelsea fez 22 remates à baliza nesta segunda mão dos oitavos-de-final em Stamford Bridge, o Copenhaga assinou apenas sete e a má finalização da equipa na qual José Bosingwa foi titular (Paulo Ferreira começou como suplente e Henrique Hilário ficou na bancada) fez com que os 2-0 trazidos da Dinamarca fossem suficientes para o nome do Chelsea constar do sorteio desta sexta-feira. E Drogba confia que a equipa está pronta para os desafios que aí vêm.

"Não se pode falar em tristeza", afirmou Drogba. "Foi frustrante não termos marcado, mas penso que o mais importante foi o apuramento." O internacional da Costa do Marfim salientou também o facto de os "blues" terem estado perto de marcar em várias ocasiões: "Criámos muitas oportunidades e penso que isso é o mais importante. Não é fácil. As poucas hipóteses que o Copenhaga teve foram de bola parada, enquanto nós criámo-las de bola corrida. Não há nenhum drama nisso."

Drogba falou ainda do que poderá aí vir aquando do sorteio, agendado para a sede da UEFA, em Nyon. São vários os recentes vencedores da UEFA Champions League que estão presentes nos quartos-de-final e o avançado de 33 anos não falou em adversários a evitar.

"Vamos esperar pelo sorteio e ver o que acontece",afirmou. "O nosso objectivo é disputar os quartos-de-final e seguir em frente. Há grandes equipas em prova. É difícil dizer que 'não queremos jogar com o Manchester United' e a seguir calha-nos o Barcelona, ou dizer 'quero evitar o Barcelona' e aparece-nos o Inter de Milão. São todas grandes equipas."

As conclusões de Drogba sobre o desempenho da formação de Londres e sobre os quartos-de-final foram também partilhadas pelo médio John Obi Mikel, um dos jogadores que acertaram na barra na noite de quarta-feira, num remate de cabeça.

Drogba, Yuri Zhirkov, Nicolas Anelka, autor dos dois golos na primeira mão, e Ramires foram os restantes elementos a estarem perto de marcar ante os líderes da Liga dinamarquesa. "No geral, penso que tivemos um bom desempenho. Fomos profissionais na abordagem ao jogo," disse Mikel. "Estamos muito satisfeitos por seguir em frente. Independentemente do adversário, o nosso objectivo é fazer o nosso jogo e vencer."