O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Kalou confiante no êxito do Chelsea

Em dificuldades para renovar o seu título da Premier League, Salomon Kalou acredita que a eliminação do Copenhaga pode lançar o Chelsea para um final de época de sucesso.

Salomon Kalou sonha em disputar a final de Wembley pelo Chelsea
Salomon Kalou sonha em disputar a final de Wembley pelo Chelsea ©Getty Images

Apesar da época estar a correr um pouco abaixo das habituais expectativas no Chelsea FC, Salomon Kalou acredita que a eliminação do FC København poderá embalar o clube de Henrique Hilário, José Bosingwa e Paulo Ferreira para um final de campanha grandioso.

Os comandados de Carlo Ancelotti somaram apenas 20 pontos nos 16 encontros da Premier League disputados entre 7 de Novembro e 14 de Fevereiro, durante os quais sofreram seis derrotas, tantas como na totalidade da época anterior, e viram terminar a carreira na Taça de Inglaterra ante o Everton FC. No entanto, três dias depois desse revés, dois golos de Nicolas Anelka valeram o triunfo por 2-0 em Copenhaga, a que se seguiu, na semana imediata, uma vitória sobre o Manchester United FC na Premier League, o segundo desaire da temporada dos "red devils", embora Kalou considere que o resultado na Dinamarca mais crucial.

"O Copenhaga poderá ser o ponto de viragem, porque jogar fora e ganhar por 2-0 é um excelente resultado", disse o avançado ao UEFA.com, isto num altura em que prepara o jogo de quarta-feira da UEFA Champions League, em Stamford Bridge. "Agora segue-se a segunda mão em casa e vamos tentar voltar a ganhar. Depois disso podemos preparar a próxima eliminatória com calma."

Apesar de reconhecer que o mais difícil poderá já estar feito – "o golo fora é muito importante e se o fazemos duas vezes então tudo fica a nossa favor em casa" –, Kalou fala da importância de não subestimar o adversário. "Um jogo de futebol nunca está ganho. Joga-se em 90 minutos, pelo que temos de estar concentrados neles. Penso que temos equipa para vencer."

Não obstante muitos observadores esperarem que o Chelsea – semifinalista ou finalista em cinco das últimas sete edições da UEFA Champions League – rume aos quartos-de-final sem grandes problemas, Kalou fala do perigo do facilitismo: "É perigoso. Se pensarmos que já estamos apurados e que o jogo será fácil, podemos sofrer golos. Sabemos que eles têm uma boa equipa. Apesar de termos triunfado fora, eles também criaram várias oportunidades para marcar. Se chegaram a esta fase da prova, isso significa que são uma boa equipa. Cabe-nos a nós respeitá-los e jogar o nosso futebol habitual."

Kalou esteve recentemente em Wembley para participar no lançamento da Finale London, a bola que será utilizada na partida decisiva da UEFA Champions League, a 28 de Maio, e admite ter ficado com um desejo enorme de participar na sua segunda final, depois de ter entrado no prolongamento em 2008, ano em que o Chelsea foi derrotado pelo United, em Moscovo. "É uma excelente bola, boa de tocar e de rematar", afirmou Kalou. "Tem um 'design' fantástico com a estrela e o estádio de Wembley. É muito bonita e penso que os jogadores irão desfrutar dela na final. É pena é ser vermelha, mas agora estamos a jogar com uma bola azul, pelo que talvez isso nos ajude a chegar até à final."

Outro incentivo extra para o Chelsea poderá vir do facto de disputar a final em Londres, cidade que nunca teve um clube campeão da Europa. "Já jogámos tantas vezes em Wembley que seria como jogar em casa", afirmou Kalou. "Imagine jogar uma final da Champions League em casa. Seria o melhor cenário possível. Estamos bastante motivados e sabemos que é um longo caminho até lá, mas pensamos jogo a jogo. É muito importante estarmos concentrados. Essa é a única maneira de atingirmos a final."