Marin dá-se a conhecer na elite

O Bremen pode estar em dificuldades no complicado Grupo A, mas o médio criativo Marko Marin tem-se destacado nos grandes palcos europeus e está desejoso que o seu clube "participe na próxima época".

Marko Marin, do Bremen, está a gostar da experiência na UEFA Champions League
Marko Marin, do Bremen, está a gostar da experiência na UEFA Champions League ©Getty Images

Marko Marin está a gostar do desafio que constitui a sua época de estreia na UEFA Champions League, mas gostaria de o prolongar, à medida que tenta ajudar o SV Werder Bremen a apurar-se no renhido Grupo A.

O Bremen viveu um começo de prova atribulado. Em dois jogos recuperou de desvantagem para alcançar o empate, com uma derrota pesada pelo meio, frente ao campeão FC Internazionale Milano, por 4-0, e Marin revela por isso que é imperioso vencer o jogo desta terça-feira, em casa, frente ao FC Twente.

"As coisas vão ser muito mais difíceis se não ganharmos", disse o jovem de 21 anos ao UEFA.com, companheiro de equipa do ponta-de-lança português Hugo Almeida. "Mas não podemos pensar no pior, já que vamos jogar diante dos nossos adeptos – uma enorme vantagem – e temos qualidade para bater o Twente."

O médio transferiu-se para o Bremen vindo do VfL Borussia Mönchengladbach em 2009 e actualmente é presença regular na equipa de Thomas Schaaf. O terceiro lugar da época passada valeu ao Bremen o regresso à principal competição europeia de clubes – assegurado no derradeiro instante no "play-off", frente à UC Sampdoria.

Para o internacional alemão, cujos ídolos de infância foram Dejan Savićević e "o extraordinário Mehmet Scholl", esta tem sido uma experiência interessante. "Qualquer jogador sonha disputar a UEFA Champions League", disse Marin. "Fomos terceiros classificados e depois ainda houve toda aquela emoção em Génova, onde nos salvámos da eliminação no último minuto. Jogar esta competição é realmente especial."