Pernille Harder e Luka Modrić eleitos Jogadores do Ano da UEFA

Cerimónia de entrega dos prémios de jogadores do ano da UEFA 2017/18 realizou-se no Mónaco.

Jogadores do Ano da UEFA 2017/18
Jogadores do Ano da UEFA 2017/18 ©Getty Images

028 - Prémios por posição da UEFA Champions League entregues a Navas, Ramos, Modrić e Ronaldo

Pernille Harder foi eleita Jogadora do Ano da UEFA 2017/18 numa cerimónia realizada durante o sorteio da fase de grupos da UEFA Champions League 2018/19, no Mónaco.

A atacante do VfL Wolfsburg e da Dinamarca, que disputou a final da edição anterior da UEFA Women’s Champions League, em Kiev, somou 106 pontos. A norueguesa Ada Hegerberg, avançada do Olympique Lyonnais e cuja equipa venceu esse jogo realizado na capital da Ucrânia, terminou no segundo lugar, com 61 pontos, enquanto Amandine Henry, sua colega de equipa e internacional pela França, ficou no terceiro posto, com 41 pontos.

O júri foi formado pelos treinadores das 12 melhores equipas no mais recente "ranking" de selecções femininas da UEFA, juntamente com os técnicos dos oito clubes que participaram nos quartos-de-final da UEFA Women’s Champions League 2017/18. Do painel também fizeram parte 20 jornalistas especializados em futebol feminino seleccionados pelo grupo European Sports Media (ESM). O resultado final teve como base o somatório dos votos de treinadores e jornalistas.

Numa mensagem vídeo gravada, Harder, de 25 anos, disse:

"Estou extremamente orgulhosa e honrada por receber este prémio, pois sempre sonhei jogar ao mais alto nível desde que era criança. Gostaria de agradecer em particular à minha família pelo seu apoio, bem como às minhas colegas de equipa, treinador e restante 'staff' técnico da selecção. Como não podia deixar de ser, agradeço imenso ao meu clube, o VfL Wolfsburg, por uma época extraordinária em que continuámos a jogar e a competir ao mais alto nível."

Luka Modrić, jogador do Real Madrid CF, foi eleito Jogador do Ano da UEFA 2017/18 na mesma cerimónia, no Mónaco. O médio croata, que na época passada foi o arquitecto do terceiro título consecutivo do seu clube na UEFA Champions League, feito sem precedentes, ganhou este prémio pela primeira vez.

O júri foi composto pelos treinadores dos 80 clubes que participaram na fase de grupos da UEFA Champions League e da UEFA Europa League de 2017/18, juntamente com 55 jornalistas escolhidos pelo grupo ESM em representação de cada uma das federações-membro da UEFA. O resultado final teve como base o somatório dos votos de técnicos e jornalistas.

O internacional da Croácia averbou um total de 313 pontos, com Cristiano Ronaldo, avançado de Portugal e seu antigo colega no Real Madrid CF (223 pontos), e Mohamed Salah (134 pontos), avançado egípcio do Liverpool FC, a ocuparem o segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Ao ser chamado ao palco para receber o prémio, Modrić, de 32 anos, afirmou:

"É um momento incrível para mim e sinto-me entusiasmado e orgulhoso por receber este prémio fantástico. Gostaria de agradecer a todos os que votaram em mim, ao meu clube, o Real Madrid, treinadores e colegas, que me apoiaram nos bons e nos maus momentos. Este prémio também é deles".

Os prémios Jogador e Jogadora do Ano da UEFA distinguem os melhores futebolistas, independentemente da nacionalidade, que representaram um clube pertencente a uma federação-membro da UEFA. Os prémios baseiam-se nos desempenhos dos jogadores na época 2017/18 em todas as competições, nacionais e europeias, a nível de clube e de selecção.

Entretanto, quatro jogadores receberam os prémios posicionais da UEFA Champions League durante o sorteio da fase de grupos da Champions League 2018/19, no Fórum Grimaldi, no Mónaco.

O júri para estes prémios foi constituído pelos treinadores dos 32 clubes que participaram na fase de grupos da UEFA Champions League 2017/18, juntamente com 55 jornalistas seleccionados pelo grupo ESM. O resultado final teve como base o somatório dos votos de técnicos e jornalistas.

Keylor Navas (Costa Rica, Real Madrid CF) foi eleito Melhor Guarda-redes da UEFA Champions League 2017/18, com um total de 222 pontos, à frente de Alisson Becker (Brasil, AS Roma, agora no Liverpool FC), com 197 pontos, e Gianluigi Buffon (Itália, Juventus, actualmente no Paris Saint-Germain), com 92 pontos.

Sergio Ramos (Espanha, Real Madrid CF) foi eleito Melhor Defesa da UEFA Champions League 2017/18, feito que consegue pela segunda época seguida, com um total de 184 pontos. Raphaël Varane (França, Real Madrid CF), com 167 pontos, e Marcelo (Brasil, Real Madrid CF), com 145 pontos, ficaram no segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Luka Modrić (Croácia, Real Madrid CF) revalidou o título como Melhor Médio da UEFA Champions League 2017/18, com um total de 347 pontos, enquanto Kevin De Bruyne (Bélgica, Manchester City FC), com 114 pontos, e Toni Kroos (Alemanha, Real Madrid CF), com 69 pontos, terminaram no segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Cristiano Ronaldo (Portugal, Real Madrid CF, agora na Juventus) foi eleito Melhor Avançado da UEFA Champions League 2017/18, distinção que consegue pela segunda vez consecutiva, com um total de 287 pontos. Mohamed Salah (Egipto, Liverpool FC) ficou no segundo posto, com 218 pontos, ao passo que Lionel Messi (Argentina, FC Barcelona) terminou em terceiro, com 43 pontos.

Finalmente, durante a cerimónia no Mónaco, David Beckham, antiga lenda do futebol europeu e inglês, recebeu o Prémio Presidente da UEFA 2018, entregue por Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, pela sua carreira notável e pelos serviços prestados ao futebol ao nível de clube e selecção. Para além disso, o internacional georgiano Guram Kashia recebeu a edição inaugural do Prémio UEFA #EqualGame, galardão que reconhece um jogador que foi um modelo a seguir em termos de promoção da diversidade, inclusão e acessibilidade no futebol europeu.

Topo