Espanha e Itália marcam posição

As duas selecções levaram a melhor sobre República Checa e Portugal, nos dois encontros da primeira fase de grupos do Campeonato do Mundo de Futsal que colocaram frente-a-frente selecções europeias.

A Espanha levou a melhor sobre a República Checa
©Getty Images

Espanha e Itália levaram a melhor sobre República Checa e Portugal, respectivamente, nos dois encontros da primeira fase de grupos do Campeonato do Mundo de Futsal que colocaram frente-a-frente selecções europeias. A Ucrânia alcançou o empate num emocionante embate com a Argentina. A outra selecção europeia em prova, a Rússia, foi goleada pelo anfitrião Brasil.

Bis de Grana derruba Portugal
A Itália havia vencido os seus dois primeiros jogos na competição antes do encontro com Portugal, que se tinha estreado no Grupo B, disputado no Rio de Janeiro, com uma difícil vitória por 3-2 sobre o Paraguai. Itália e Portugal haviam empatado a zero no Campeonato do Mundo de 2004 e no Campeonato da Europa de 2007 - disputado em território luso -, mas desta feita, Nando Grana abriu o activo para a "squadra azzurra" na transformação de um livre de dez metros, à passagem dos 16 minutos. O mesmo jogador bisou e fez o 2-0 a seis minutos do final da partida. Saad Assis elevou para 3-0 três minutos depois e o melhor que Portugal conseguiu foi reduzir para 3-1, por intermédio de Ricardinho. A Itália, que vai folgar na próxima jornada, soma agora mais seis pontos que Portugal, Tailândia e Paraguai. A formação das "quinas" vai enfrentar esta segunda-feira os Estados Unidos, que continuam sem somar qualquer ponto depois de ter perdido por 5-3 diante da Tailândia.

Espanha leva a melhor
No Grupo D, a campeã mundial em título, a Espanha, somava quatro pontos em dois jogos antes de enfrentar a República Checa, que havia ganho ao Uruguai por 4-1 no seu jogo inaugural. Javi Rodríguez deu vantagem à Espanha logo aos oito segundos e Marcelo marcou por duas vezes nos derradeiros três minutos do primeiro tempo. Pelo meio, Daniel facturou de penalty e a Espanha venceu por 4-0. Os campeões do Mundo vão folgar na quarta jornada, mas levam já quatro pontos à maior sobre o segundo classificado, que é precisamente a República Checa. Os checos irão agora enfrentar a Líbia, que vem de uma derrota por 4-2 frente ao Irão.

Rússia derrotada
Em Brasília, a Rússia tinha batido Cuba por 10-5 no seu primeiro encontro no Grupo A, mas sabia que a esperava um duro teste frente à selecção brasileira, que tinha apontado 33 golos nos seus dois primeiros embates. E os russos acabaram mesmo por não estar à altura da selecção da casa, que venceu por 7-0, com vários golos marcados por algumas das estrelas que actuam no campeonato espanhol: Schumacher, Ciço e Vinicius Elías. No próximo jogo, a Rússia vai ter pela frente as Ilhas Salomão, que na última jornada perderam por 7-2 com o Japão. Os japoneses somam três pontos na classificação, tantos quantos a Rússia e Cuba, e menos seis que o Brasil, que tem mais um jogo disputado.

Empate emocionante
A Ucrânia parecia, também, caminhar para uma derrota frente a outra selecção sul-americana, a Argentina, semifinalista no Mundial de 2004, quando Leandro Planas deu vantagem à selecção das Pampas, a oito minutos do final. Mas, no último minuto da partida, Dmytro Ivanov e Serhiy Cheporniuk deram a volta ao encontro e colocaram a Ucrânia na frente. Em cima do apito final, Diego Giustozzi restabeleceu a igualdade, fixando o resultado em 2-2. Na classificação, a Ucrânia soma quatro prontos, menos três que a Argentina, mas tem menos uma partida disputada, que será terça-feira, frente ao Egipto. Precisamente Egipto e a Guatemala surgem com três pontos, depois de ambos terem batido a China.

Topo