Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

Anfitriã Turquia trava Portugal

Turquia 0-0 Portugal
Na abertura do Grupo A, a anfitriã Turquia segurou o nulo ante uma perigosa selecção de Portugal na estreia de ambas na fase final.

Sevgi Çinar e Fátima Pinto disputam a bola
Sevgi Çinar e Fátima Pinto disputam a bola ©Sportsfile

A Turquia, apesar de fazer a estreia numa fase final de um Campeonato da Europa Feminino de Sub-19, aguentou a pressão e empatou a zero com Portugal, em encontro disputado no vistoso Complexo Desportivo Mardan.

Numa partida marcada por preocupações defensivas, foi Portugal – que também disputava a primeira fase final de um europeu feminino – que esteve mais perto de vencer, quando Tatiana Pinto acertou na barra, depois do intervalo. A Turquia lutou muito por este ponto e poderá seguir em frente no Grupo A caso mantenha no futuro o mesmo empenho e espírito exibidos esta segunda-feira. 

Portugal tomou a iniciativa de jogo logo desde o início da partida, circulando a bola com rapidez, com constantes e inteligentes movimentações junto da área contrária. O seleccionador turco, Taygun Erdem, viu o perigo e ordenou que a sua equipa jogasse mais junta no seu meio-campo. Portugal continuou a dominar e foi seu o primeiro remate à baliza, por Tatiana Pinto.

Apoiada por um público entusiasta, a Turquia procurou reagir e conseguiu-o, muito por culpa da inspirada Filiz İşikırık. Apesar do calor em Antalya, İşikırık estava em foco e, depois de um forte remate seu, a bola sofreu um ressalto e foi parar aos pés de Elif Deniz, mas Bárbara Santos interveio e negou-lhe os intentos. A avançada do Limhamn Bunkeflo 2007 continuou a tentar criar perigo, com um grande cruzamento seu, antes do intervalo, a não encontrar nenhuma das companheiras que estavam em boa posição para finalizar.

A Turquia pegou no jogo depois do intervalo e esteve muito perto de marcar, quando Deniz desperdiçou, após bom lance de Sevgi Çınar. A equipa de José Paisana respondeu com carácter e quase marcou, mas o livre de Tatiana Pinto acertou na barra.

O jogo pouco mudou, com Portugal a manter-se forte no passe, enquanto a Turquia apostava no futebol mais directo. A irrequieta İşikırık continuou a tentar desequilibrar e esteve perto de fazer a diferença no marcador, mas falhou o alvo e garantiu assim justiça ao resultado.

Topo