O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Espanha 2-3 França: Gaulesas conquistam primeiro título no EURO Feminino Sub-17

A França chegou a 3-0, mas viu a vantagem reduzida para um golo antes de aguentar a pressão da Espanha e conquistar o seu primeiro título no EURO Feminino Sub-17.

Resumo da final: Espanha 2-3 França

A França tornou-se no quarto país diferente a vencer o Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 da UEFA, mas apenas depois de resistir a uma rápida recuperação da Espanha, derrotada pela segunda vez seguida na final.

Momentos-chave

64' Joseph adianta a França num contra-ataque
74' Joseph bisa e aumenta vantagem
78' Maeline Mendy faz o terceiro de penálti
79' Espanha reduz por Vicky
80' Vicky volta a marcar
90+6' Aïcha expulsa na Espanha

Ver os resumos

O jogo em poucas palavras: França aguenta pressão final da Espanha

A França, sem alterações em relação à vitória por 10-2 na meia-final com a Suíça, tornou-se na primeira selecção na Estónia a não sofrer golos da Espanha nos primeiros nove minutos. A campeã mundial esteve perto de abrir o marcador antes da meia-hora, quando Pau Comendador cabeceou à queima-roupa directamente para as mãos de Alyssa Fernandes.

A Espanha continuou a atacar e apenas uma excelente defesa de Lou Autin impediu o golo a Vicky López, que no ano passado perdeu na final contra a Alemanha no desempate por penáltis, mas acabou depois por inspirar o seu país rumo ao triunfo no Campeonato do Mundo Feminino de Sub-17 da FIFA ao lado de Ainhoa Alguacil e Cris Librán, ambas também titulares nesta partida em Tallinn.

Veja a França erguer o troféu do EURO Feminino de Sub-17

Apesar do domínio da etapa inicial, a Espanha sofreu dois golos de Joseph separados por dez minutos, primeiro num contra-ataque e depois a aproveitar um lançamento longo em que não perdoou perante a guarda-redes espanhola. E o terceiro também não demorou muito, pois Vicky derrubou Maeline Mendy e a própria capitã da França não desperdiçou, juntando-se a Joseph no topo das melhoras marcadoras da fase final, com cinco golos.

Mas a Espanha não esmoreceu e Vicky reduziu de rajada a desvantagem para apenas um golo, precipitando um final emocionante. Vicky teve ainda uma oportunidade área depois da compatriota Aïcha Cámara ter sido expulsa por derrubar Naolia Traore e a França acabou mesmo por comemorar a entrada na lista de honra, somando assim este título à vitória no Mundial Sub-17 de 2012.

Como foi a final: Espanha 2-3 França


Reacções
 

Peggy Provost, seleccionadora da França: "Estou muito feliz pela equipa, pelo staff, pela federação. Fizemos um jogo perfeito, cumprindo o plano táctico que tínhamos. Conseguimos marcar e ganhar vantagem. Estamos felizes por fazer história ao conquistarmos nosso primeiro título europeu feminino de Sub-17. Fizemos história para o futebol francês."

Kenio Gonzalo, seleccionador da Espanha: "Neste momento estamos tristes porque a Espanha quer sempre vencer e conseguir a vitória, mas apesar dessa tristeza, estou muito orgulhoso da equipa. Tenho de agradecer à equipa porque quando deixas a tua alma lá fora, não se pode reclamar. Resta-me agradecer às jogadoras e a todos os que nos apoiaram. Estiveram aqui uitos espanhóis que nos fizeram sentir em casa, assim como os adeptos locais que também nos apoiaram. O desporto é isto mesmo, umas vezes ganha-se, outras perde-se. Quando se perde, tem que se felicitar o vencedor e trabalhar ainda mais para sermos nós a ganhar no seguinte."

Estatísticas-chave

  • A França tornou-se no quarto país a conquistar o título depois da Alemanha (8 vezes), Espanha (4) e Polónia (1).
  • A Espanha alcançou a sua décima final, registo recorde, mais uma do que Alemanha.
  • A Espanha não perdia há 20 jogos no tempo regulamentar, incluindo qualificação (sem contar com desempates por penáltis), desde a derrota por 3-1 diante dos Países Baixos nas meias-finais de 2019. A Alemanha detém o recorde com 22 jogos seguidos sem derrotas.
  • A França tornou-se na primeira equipa num jogo do EURO Feminino Sub-17 (incluindo a qualificação) a evitar que a Espanha marcasse um golo na primeira parte. A última vez que isso aconteceu foi na derrota das espanholas, por 3-1, nas meias-finais frente aos Países Baixos em 2019.
  • Joseph, Maeline Mendy e Vicky terminaram empatadas no topo das melhores marcadoras da fase final, todas com cinco golos. Incluindo a qualificação, Mendy e Joseph marcaram os mesmos dez golos do que a inglesa Ava Baker e a alemã Estrella Merino Gonzalez.

Equipas

Espanha: Estensoro; Noemi Bejarano, Aïcha, Daniela Martínez, Martina González (Marisa 76); Librán, Daniela Arques, Ainhoa Alguacil (Ortega 69); Pau (Segura 46), Cris Librán, Vicky López

França: Fernandes; Delcroix, Sangare, Autin, Job; Effa Effa (Rambaud 73), Ben Khalid, Mélinda Mendy (Lushimba Bilombi 82), Joseph (Swierot 90); Traore, Maeline Mendy