Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Espanha termina com maldição alemã

A Espanha colcoou ponto final numa série negra em 2018, na Lituânia, graças a dois golos de Eva Navarro.

A festa espanhola após o triunfo na final
A festa espanhola após o triunfo na final ©Sportsfile

Espanha venceu pela quarta vez o Campeonato da Europa Feminino de Sub-17 da UEFA em 2017/18, mas para isso teve de terminar com uma série negra.

As espanholas tinham sido batidas pela Alemanha nos desempates por grandes penalidades em 2013/14, 2015/16 e 2016/17, depois das finais terem terminado 0-0. Os dois países, que só não venceram uma edição desde que a prova foi criada em 2007/08, voltaram a medir forças na Lituânia. Eva Navarro bisou na segunda parte e permitiu que desta vez fosse a Espanha a ficar com o troféu.

Navarro foi a única participante na final de 2017 que marcou presença no jogo decisivo 12 meses depois. Outra jogadora que podia ter conseguido tal proeza era Claudia Pina, que marcou 15 golos na qualificação e atingiu os 20 na carreira, igualando o recorde da prova que pertence a Vivianne Miedema. No entanto, a atacante do Barcelona falhou a fase final devido a lesão e ficou a ideia que a equipa poderia sentir a sua falta depois no nulo com Itália na estreia no Grupo B.

Resumo da final: Alemanha 0-2 Espanha
Resumo da final: Alemanha 0-2 Espanha

Contudo, a Espanha derrotou a Inglaterra por 2-1, com um golo nos minutos finais de Navarro, que bisou na goleada de 5-0 à Polónia. A Inglaterra, que tinha empatado com a Polónia ao sofrer um golo em período de compensação, levou a melhor na luta com as polacas pelo segundo lugar ao bater a Itália por 4-0 com um "hat-trick" de Ebony Salmon.

A Alemanha esteve a perder no primeiro jogo no Grupo A frente à estreante Finlândia, mas Shekiera Martinez marcou dois golos nos últimos nove minutos e foi decisiva no triunfo por 2-1 das detentoras do troféu. O adversário seguinte foi a Holanda, que tinha batido por 9-0 a anfitrirã Lituânia (que fez a estreia numa fase final feminina de qualquer escalão). As holandesas venciam por 2-0 a sete minutos do final, mas a Alemanha conseguiu, mais uma vez, recuperar. Martinez voltou a marcar e Laura Donhauser empatou no fim do período de compensação.

Resumo da meia-final: Alemanha 8-0 Inglaterra
Resumo da meia-final: Alemanha 8-0 Inglaterra

A Finlândia bateu a Lituânia por 4-0, depois levou a melhor sobre a Holanda por 2-1 e qualificou-se atrás da Alemanha, que esmagou as anfitriãs por 8-0, com um "hat-trick" de Martinez, que se tornou na primeira jogadora a marcar nos três jogos da fase de grupos na fase final de um Europeu de sub-17.

Sensacionalmente, as alemãs conseguiram repetir o resultado na meia-final com Inglaterra, com Martinez a fazer o segundo "hat-trick" consecutivo e a atingir os nove golos, estabeleceu um novo máximo nos sub-17 e igualou o recorde de golos marcados na fase final de uma competição da UEFA, que era partilhado pelo francês Michel Platini (Campeonato da Europa da UEFA de 1984) e pela russa Elena Danilova (Europeu Feminino de Sub-19 de 2005).

Semi-final Resumo: Espanha 1-0 Finlândia
Semi-final Resumo: Espanha 1-0 Finlândia

A Espanha sentiu mais dificuldades frente à Finlândia, que defendeu de forma determinada, com Anna Koivunen a defender uma grande penalidade de Paula Arana, antes do golo solitário de Navarro, aos 52 minutos, garantir a presença na quinta final consecutiva. A Finlândia teve a consolação de bater a Inglaterra por 2-1 após uma reviravolta para garantir o terceiro lugar que valia uma vaga no Campeonato do Mundo Feminino de Sub-17 a par da Espanha e da Alemanha.

A Alemanha dominou a primeira parte da final mas, como já tinha acontecido nas meias-finais, a Espanha reagiu após o intervalo, com Arana a desmarcar Navarro e o capitã a marcar com classe. Martinez falhou a tentativa de apontar um inédito décimo golo em fases finais e Navarro estabeleceu o resultado final em 2-0 com uma sensacional jogada individual a sete minutos do final, garantindo o quatro título de Espanha neste escalão.

Topo