O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Popp a saborear o seu EURO de estreia

Após ultrapassar uma longa batalha com lesões, Alexandra Popp garante que não está no Women's EURO 2022 "apenas para fazer número" pela Alemanha.

Alexandra Popp festeja um golo contra a Áustria no Women's EURO 2022
Alexandra Popp festeja um golo contra a Áustria no Women's EURO 2022 UEFA via Getty Images

Com 118 internacionalizações, a capitã da Alemanha, Alexandra Popp, ganhou praticamente tudo o que há para ganhar: ouro olímpico, um Mundial Sub-20, vários títulos da UEFA Women's Champions League e da Bundesliga Feminina, além de muitas distinções individuais. No entanto, o Women's EURO continua a estar em falta na ilustre carreira da jogadora de 31 anos.

Alemanha - França: Blogue


Popp ficou de fora das edições de 2013 e 2017 da competição devido a lesões graves, na primeira com uma rotura no ligamento do tornozelo e na segunda por causa de um problema no menisco. No início de 2021, sofreu uma lesão num joelho que poderia determinar o fim da sua carreira. Caso o torneio em Inglaterra não tivesse sido adiado para 2022, Popp teria mesmo perdido a fase faina pela terceira vez consecutiva.

Ainda assim, este último problema manteve-a afastada dos relvados durante quase 11 meses, e só voltou em pleno fisicamente em Março. Mas a três semanas do primeiro jogo da Alemanha, surgiu novo revés: Popp testou positivo à COVID-19 e foi forçada a isolamento. Após um longo calvário para regressar, será que este facto a manteria de fora mais uma vez?

Top Scorer: Alex Popp's four goals

Não. A 8 de Julho, o público presente no Brentford Community Stadium pôde testemunhar o extenso período de sofrimento chegar ao fim. Depois de ter saltado do banco para a sua tão esperada estreia no EURO, Popp coroou o facto com o quarto e derradeiro golo da Alemanha na vitória diante da Dinamarca. Visivelmente emocionada, Popp ergueu primeiro as mãos para o céu antes de cair de joelhos e ser completamente cercada pelas colegas de equipa.

"Foi um momento muito especial porque tive a sensação de que muitas pessoas já me tinham dado como acabada", revelou Popp ao UEFA.com. "Consegui mostrar, com meu espírito de luta e mentalidade, que ainda podem contar comigo. Não estou aqui apenas para fazer número.”

Vista mais como uma opção para o lugar da avançada Lea Schüller, Popp foi chamada à titularidade nos dois últimos jogos da fase de grupos e nos quartos-de-final contra a Áustria, devido à ausência forçada de Schüller por doença. E os golos também não pararam de surgir: os cabeceamentos contra a Espanha e a Finlândia, antes de um erro da guarda-redes austríaca Manuela Zinsberger – forçado pela própria Popp – proporcionaram à avançada o seu quarto tento no torneio.

Women's EURO 2022 highlights: Germany 2-0 Austria

Popp é agora a primeira jogadora a marcar em quatro partidas seguidas do mesmo UEFA Women's EURO. A única outra atleta a facturar em quatro jogos consecutivos de fases finais é a sua compatriota Heidi Mohr – embora em três torneios separados, entre 1989 a 1993. "Ter vencido esta batalha – e esta é a palavra certa – contra as minhas lesões e estar aqui agora [...] deixa-me muito orgulhosa", disse Popp.

Segunda melhor marcadora desta fase final, atrás de Beth Mead, da Inglaterra, Popp persegue um objectivo mais significativo – guiar a Alemanha ao nono título do EURO Feminino. Mais importante, a capitã das germânicas não perdeu de vista algo maior. "Queremos inspirar os apaixonados pelo futebol feminino", afirmou. "É isso que espero para este torneio: criar algo duradouro, a nível global e na Alemanha.”

Descarregue a app do Women's EURO!