Combata a COVID-19 seguindo as indicações da Organização Mundial de Saúde e os cinco passos da FIFA para travar a propagação da doença.

1. Lavar as mãos 2. Tossir para o antebraço 3. Não tocar no rosto 4. Manter a distância física 5. Ficar em casa.
Mais informação >
 

UEFA Women's EURO passa para Julho de 2022

A fase final do torneio em Inglaterra será agora disputada entre 6 e 31 de Julho desse ano.

Wembley vai acolher a final, a  31 de Julho de 2022
Wembley vai acolher a final, a 31 de Julho de 2022 ©Getty Images

O Comité Executivo da UEFA confirmou hoje que o UEFA Women’s EURO 2021, que já tinha sido alvo de adiamento, vai realizar-se em Inglaterra entre 6 de Julho e 31 de Julho de 2022. Está planeada a utilização dos mesmos estádios que originalmente foram propostos para acolher o evento.

Em declarações sobre o reagendamento, Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, disse: "Quando tivemos de tomar uma decisão urgente sobre o adiamento do UEFA EURO 2020, tivemos sempre em mente o impacto do UEFA Women’s EURO 2021. Considerámos de forma cuidadosa todas as opções, sempre com o nosso compromisso em relação ao crescimento do futebol feminino em consideração. Ao mudar o UEFA Women’s EURO para o ano seguinte, asseguramos que a nossa competição feminina de referência seja o único grande torneio de futebol desse Verão, dando-lhe o destaque que merece".

REGISTE-SE PARA ACTUALIZAÇÕES DE BILHETES E INFORMAÇÕES

A decisão de reagendar o UEFA Women’s EURO surgiu após a UEFA ter anunciado a 17 de Março que o UEFA EURO 2020 seria adiado para 2021, devido à pandemia de COVID-19 e ao dever da UEFA em proteger a aúde de todos os envolvidos na modalidade, ao mesmo tempo dá tempo para serem concluídos os campeonatos nacionais e as provas europeias de clubes. Os extensos debates que deram origem à mudança incluíram conversas com os organizadores dos Jogos Commonwealth de 2022, em Birmingham, com quem a UEFA e a Federação Inglesa de Futebol continuam a trabalhar, por forma a garantir que 2022 terá um Verão memorável para o desporto de elite.

Nadine Kessler, responsável pelo futebol feminino da UEFA, disse: "A principal questão que nos orientou nos debates com a federação inglesa foi: 'O que é melhor para o futebol feminino? Com os Jogos Olímpicos confirmados para o Verão de 2021, acreditamos firmemente que a mudança para 2022 é no melhor interesse do torneio, das jogadoras, dos adeptos, dos parceiros do futebol feminino e de todos os envolvidos em todas as áreas e níveis da modalidade. O UEFA Women’s EURO é o principal evento do desporto feminino europeu. Está também entre os maiores eventos desportivos do Mundo, e por isso precisa de um destaque à altura.

"Esta decisão coloca-nos numa posição de garantir um torneio que atrairá atenção global, maximiza a cobertura media e aumenta as assistências nos estádios, e por isso ajuda-nos a cumprir o nosso objectivo principal de inspirar a próxima geração de futebolistas.

2022 também permite uma maior promoção e activação de parceiros, algo que seria muito mais difícil num Verão de 2021 já bastante preenchido. É um sinal claro de empenho dos nossos parceiros dedicados, que se juntaram a nós desde que decidimos separar os patrocínios do futebol feminino daqueles do futebol masculino".

Sue Campbell, directora do futebol feminino da federação inglesa, disse: "Como nação e na federação, estamos extremamente orgulhosos por receber o UEFA Women’s EURO 2021, e estamos totalmente comprometidos a garantir uma experiência de classe mundial para jogadoras, equipas técnicas e adeptos, com o melhor do futebol europeu a visitar Inglaterra.

"No entanto, o calendário desportivo tem de se adaptar enquanto o Mundo enfrenta algo que é muito maior que o desporto. Neste período sem precedentes, deve ser reiterado que a saúde das nossas comunidades continua a ser a principal prioridade de todos.

"Como resultado, e após conversas com a UEFA, apoiamos totalmente a sua decisão de adiar o UEFA Women’s EURO 2021. Concordamos que esta decisão vai em última instância beneficiar o torneio, criando o seu próprio espaço no calendário futebolístico. Também nos vai permitir ter mais tempo, após este período desafiante, para garantir a realização de um evento inesquecível digno do EURO.

"Até ao momento, fizemos excelentes progressos no planeamento do torneio, e em particular gostaríamos de agradecer às cidades anfitriãs pelo seu compromisso e apoio contínuos. Também estamos gratos à Federação dos Jogos Commonwealth pela sua colaboração quando tentávamos confirmar estas novas datas, aguardando com expectativa por um trabalho conjunto para exibirmos o melhor do desporto feminino nestes dois eventos.

"Vamos continuar o nosso diálogo com cidades, estádios e parceiros ao longo dos próximos meses, à medida que vamos trabalhando para a concretização de um UEFA Women’s EURO recordista em 2022. Acreditamos que a espera vai valer a pena".

Aleksander Čeferin, Presidente da UEFA, acrescentou: "Também gostaria de agradecer à federação inglesa, ao comité de organização local e às nossas federações-membro, que estão tão convencidas quanto nós que o adiamento para 2022 será em benefício do futebol feminino em larga escala. Mais uma vez a família do futebol mostrou união, e assim estamos em posição de ter um grande Verão de futebol europeu não só em 2021 mas também em 2022. Estamos gratos pela cooperação da FIFA e da Federação dos Jogos Commonwealth pelo acordo em relação a estas datas".

Mais detalhes, incluindo potenciais alterações ao calendário de jogos ou nome do torneio, serão anunciados em tempo oportuno. 

 

 

Topo