O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Resumo da Women's Champions League: Benfica despede-se com derrota, Arsenal apura-se com susto

O Benfica terminou a campanha com uma derrota, o Lyon venceu o Grupo D e o Arsenal alcançou os quartos-de-final pela 14ª vez.

O Arsenal perdeu com o Hoffenheim mas apurou-se devido à diferença de golos no confronto directo
O Arsenal perdeu com o Hoffenheim mas apurou-se devido à diferença de golos no confronto directo UEFA via Getty Images

O Arsenal está nos quartos-de-final pela 14ª vez, um recorde, apesar de ter perdido por 4-1 frente ao estreante Hoffenheim. O Bayern goleou o Benfica mas não conseguiu impedir o Lyon de vencer o Grupo D. Já o campeão Barcelona fez o pleno de vitórias, com 24 golos marcados e apenas um sofrido.

O UEFA.com resume toda a acção.

Resultados


Clique em cada resultado para recordar todas as incidências e ver os resumos.

Grupo C

Resumo: Hoffenheim 4-1 Arsenal
Resumo: Hoffenheim 4-1 Arsenal

Hoffenheim 4-1 Arsenal

O Arsenal teve um grande susto antes de garantir a presença nos quartos-de-final pela 14ª vez, um recorde. O Hoffenheim, que tinha perdido por 4-0 no reduto das "gunners", precisava de vencer por cinco golos para ultrapassar a equipa inglesa no confronto directo. Três golos nos primeiros cinco minutos da segunda parte motivaram certamente a formação da casa mas acabaram por não ser suficientes.

Jule Brand abriu o marcador, mas o autogolo de Laura Wienroither empatou o resultado antes do intervalo. O Hoffenheim recomeçou o jogo a todo o gás, com Chantal Hagen a bisar e Gia Corley a aumentar para 4-1. O estreante alemão precisava de apenas mais dois tentos para seguir em frente, mas o Arsenal aguentou firme e não permitiu mais veleidades.

Resumo: Barcelona 5-0 HB Køge
Resumo: Barcelona 5-0 HB Køge

Barcelona 5-0 HB Køge

O campeão Barcelona esteve ao seu melhor nível e somou a sexta vitória no Grupo C. O golo inicial, apontado pela defesa Leila Ouahabi, pode ter sido algo fortuito, mas a seguir a equipa espanhola deu uma lição ofensiva, mais uma vez liderada pela capitã Alexia Putellas.

O seu golo, um toque de classe seguido de um remate à meia-volta, foi excelente, mas Lieke Martens não se ficou atrás em termos de espectacularidade, com um chapéu à guarda-redes Kaylan Marckese a cerca de 40 metros, selando com chave de ouro o resultado final. Marckese pode ter sofrido cinco golos, mas ainda assim fez uma boa exibição, tendo em conta os 41 remates que as catalães efectuaram.

Grupo D

Resumo: Lyon 4-0 Häcken
Resumo: Lyon 4-0 Häcken

Lyon 4-0 Häcken

O heptacampeão conquistou o primeiro lugar com um desempenho refinado. As visitantes tiveram oportunidades antes de Catarina Macario abrir o marcador, mas a equipa de Sonia Bompastor mostrou a sua classe após o intervalo.

Selma Bacha voltou a assistir Ada Hegerberg, antes de Amandine Henry e Janice Cayman adicionarem mais brilho ao resultado, com o remate desta última a destacar-se numa exibição muito eficaz do conjunto francês.

Resumo: Bayern 4-0 Benfica
Resumo: Bayern 4-0 Benfica

Bayern Munique 4-0 Benfica

O Bayern, que na primeira jornada tinha empatado com o Benfica, somou uma vitória tranquila, mas ainda assim insuficiente para destronar o Lyon do topo. O jogo começou de forma equilibrada, mas o Bayern aumentou a pressão e foi recompensado quando Karólína Lea Vilhjálmsdóttir marcou o primeiro golo da fase de grupos. Dois minutos depois, Lea Schüller aproveitou ao máximo o espaço concedido na pequena área e finalizou de cabeça um livre cobrado por Klara Bühl.

O jogo ficou sentenciado nos quatro primeiros minutos do segundo período, com Giulia Gwinn a marcar de grande penalidade e, no recomeço que se seguiu, Bühl ganhou a bola, isolou-se e fez o 4-0. O Benfica, primeira equipa portuguesa entre as 16 melhores da competição, em qualquer formato, despediu-se com o terceiro lugar no grupo.