O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Final da Women's Champions League 2021: Gamla Ullevi, Gotemburgo

O Estádio Gamla Ullevi, em Gotemburgo, vai acolher a final da UEFA Women's Champions League 2021, no dia 16 de Maio.

O Estádio Gamla Ullevi, em Gotemburgo
O Estádio Gamla Ullevi, em Gotemburgo ©Getty Images

O Estádio Gamla Ullevi, em Gotemburgo, vai acolher a final da UEFA Women's Champions League 2021 às 20h00 do dia 16 de Maio (domingo), isto num ano que irá assinalar o 400º aniversário da fundação da cidade sueca.

Onde posso ver?

Os parceiros da UEFA na Europa e em todo o Mundo vão transmitir a final, com "streams" em UEFA.tv em determinados territórios. Encontre o(s) seu(s) parceiro(s) de transmissão local.

Não haverá bilhetes à venda para a final no Estádio Gamla Ullevi

Devido às actuais restrições implementadas pelas autoridades locais na Suécia, a final da UEFA Women’s Champions League será disputada sem público e, portanto, não há bilhetes à venda.

Estádio: Gamla Ullevi, Gotemburgo

• Localizado a uma curta distância do Estádio Ullevi, que acolheu várias finais da Taça UEFA e da Taça dos Vencedores das Taças, o Gamla Ullevi foi inaugurado em 2009, substituindo outra arena com o mesmo nome.

• Foi palco de quatro jogos no UEFA Women's EURO 2013, incluindo o encontro de abertura e uma das meias-finais, bem como quatro partidas do Campeonato da Europa de Sub-21 de 2009.

• O Gamla Ullevi é o estádio normalmente utilizado pela selecção nacional feminina da Suécia, bem como pelos clubes GAIS, IFK Göteborg e Örgryte.

• Esta irá ser a primeira vez que uma final da UEFA Women's Champions League tem lugar na Suécia, mas o país escandinavo foi o eleito em quatro ocasiões quando a antiga UEFA Women's Cup era decidida a duas mãos. O Gammliavallen, do Umeå, acolheu a primeira mão da final em 2003, 2007 e 2008, ao passo que esse mesmo clube recebeu o FFC Frankfurt em 2004, no Estádio Råsunda, em Estocolmo, cujo Estádio Olímpico presenciou o Djurgården - Turbine Potsdam um ano mais tarde.

Quem vai estar na final?

O Chelsea, que vai marcar presença na sua primeira final, defronta um Barcelona que foi finalista vencido em 2019, o que significa que, na 20ª época desde a primeira UEFA Women's Cup, um novo nome vai juntar-se a uma lista de honra que inclui o Lyon (7 títulos), FFC Frankfurt (4), Umeå (2), Turbine Potsdam (2), Wolfsburgo (2), Arsenal (1) e Duisburgo (1).

Vai haver VAR?

VAR explicado
VAR explicado

Sim! O sistema de vídeo-árbitro (VAR) foi introduzido para a final da época transacta. Sob o novo formato da próxima temporada, vai ser usado a partir dos quartos-de-final.

Quem é o árbitro da final?

A equipa de arbitragem em Gotemburgo vai ser conhecida antes da final.

Embaixadora da final: Lotta Schelin