França imperial conquista terceiro título

França 4-0 Itália Os golos de Jean-Kévin Augustin, Ludovic Blas, Lucas Toussart e Issa Diop selaram uma exibição impressionante rumo à conquista do troféu.

  • França soma o seu terceiro título Sub-19 graças a uma vitória convincente sobre a Itália em Sinsheim
  • Espectacular jogada individual de Jean-Kévin Augustin coloca a França a vencer bem cedo (6)
  • Ludovic Blas conclui um cruzamento de Clément Michelin e faz o 2-0 (19)
  • Capitão Lucas Tousart (82) e Issa Diop (90+2) selam o resultado final à beira do fim
  • "Petits bleus" juntam este sucesso aos de 2005 e 2010; Itália perde uma final pela segunda vez
  • Final à medida que aconteceu no MatchCentre

A França ganhou o Campeonato da Europa Sub-19 da UEFA pela terceira vez, e em grande estilo, já que golos madrugadores de Jean-Kévin Augustin e Ludovic Blas, e de Lucas Tousart e Issa Diop à beira do fim derrotaram a Itália. Foi a final Sub-19 com o resultado mais desnivelado.

A França tinha sofrido um golo logo aos três minutos nas meias-finais, diante de Portugal, mas desta vez isso não aconteceu, já que coube aos "petits bleus" inaugurarem o marcador. O passe de Amine Harit encontrou Augustin e o avançado fez o resto, na sequência de uma bela jogada individual, na qual ultrapassou três defesas e o guarda-redes Alex Meret.

Depois, o autor do golo assistiu Kylian Mbappé para uma boa ocasião que foi desperdiçada, mas o segundo golo da França não demoraria. Assistente em dois dos três golos frente a Portugal, o lateral-direito Clément Michelin teve tempo e espaço para cruzar, cabendo a Blas uma finalização simples ao primeiro poste.

A França foi dominante em Sinsheim
A França foi dominante em Sinsheim©Sportsfile

Com um plano de jogo baseado em conter primeiro o adversário, a Itália encontrava-se numa situação muito complicada. No entanto, à semelhança do que aconteceu durante o torneio, mostrava-se perigosa em lances de bola parada, e foi assim que quase reduziu, à beira do intervalo. O cabeceamento de Andrea Favilli num canto foi desviado por cima, e no lance seguinte o número 9 rematou à malha lateral.

A França recompôs-se ao intervalo e foi a que pareceu mais perto de marcar durante toda a segunda parte, com Mbappé, Jérôme Onguene e Augustin perto de facturarem.

A oito minutos do fim, o remate de Tousart a 20 metros da baliza desviou em Filippo Romagna antes de entrar na baliza, e houve ainda tempo para Diop fazer o 4-0, com um cabeceamento fulminante, dando início aos exuberantes festejos gauleses.

Topo