O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Áustria empata com Ucrânia e falha apuramento

Ucrânia 2-2 Áustria
Os dois últimos classificados do Grupo A estão fora da prova após o empate num jogo que os austríacos precisavam de vencer.

Veja o interessante jogo do Grupo A, cujo empate ditou a eliminação das duas equipas.
Highlights: Ukraine 2-2 Austria

Olexandr Zubkov dá vantagem à Ucrânia aos 14 minutos
Áustria, que precisava de uma vitória para ter hipóteses de continuar em prova, empata graças a Marko Kvasina
Valeriy Luchkevych recoloca a Ucrânia na frente do marcador depois da hora de jogo
Ucranianos acertam duas vezes nos ferros da baliza e os austríacos uma, antes de Kvasina empatar ao cair do pano
Ucrânia fica no último lugar do Grupo A e a Áustria, que também foi eliminada, termina em terceiro

A Áustria conseguiu empatar por duas vezes e somou um ponto no embate com a Ucrânia, em Veria, mas não conseguiu a vitória que necessitava para continuar em prova, com as duas equipas a ficarem pela primeira fase do Campeonato da Europa Sub-19 da UEFA.

Os jogadores de Hermann Stadler sabiam que eram obrigados a vencer para terem algumas hipóteses de passar às meias-finais, mas sofreram o primeiro golpe logo aos 14 minutos, quando Olexandr Zubkov deu vantagem à Ucrânia. Marko Kvasina empatou no segundo tempo e bisou ao cair do pano, anulando o golo de Valeriy Luchkevych, mas não foi suficiente para a sua equipa conseguir uma vaga nas meias-finais.

A Ucrânia, apesar de já estar eliminada antes do início do jogo, mostrou desde o apito inicial que pretendia ter uma despedida em grande. A equipa de Leste mantinha a bola afastada dos austríacos e sempre que podia saía para o ataque através de boas combinações. Foi assim que Zubkov inaugurou o marcador, com um remate à queima-roupa, depois de Denys Arendaruk cruzar para a área na sequência de um remate de Olexandr Zinchenko que foi desviado.

A Áustria - que precisava da ajuda da França no outro jogo – ficou numa situação ainda mais delicada, com a Ucrânia a mostrar ser uma equipa bem organizada, liderada pelo combativo Beka Vachiberadze, e a dar sempre muita luta, impedindo os adversários de assentar jogo. Os austríacos conseguiram criar uma jogada de perigo antes do intervalo, mas o remate de Adrian Grbic foi desviado e devolvido pelo poste da baliza.

Dois minutos após o reinício, a Áustria viu renascer o sonho da qualificação quando Kvasina fez o empate, num remate colocado junto ao ângulo, sem hipóteses de defesa para Vadym Soldatenko. O jogo ficou mais aberto, com a equipa de Olexandr Holovko a desfrutar de espaço para contra-atacar e a enviar duas bolas ao ferro, através de Zubkov e Viktor Tsygankov.

Vachiberadze surpreendeu a defesa austríaca com um passe em profundidade e Luchkevych aproveitou para recolocar a Ucrânia em vantagem, mas a Áustria não baixou os braços e Kvasina bisou, aumentando a emoção nos minutos finais. Os dois jogos do Grupo A estavam a terminar e os austríacos só precisavam de marcar mais uma vez para seguir em frente, devido à vantagem sobre a Grécia na diferença de golos. A equipa apostou tudo no ataque, mas o sonho não se concretizou.