Depay e o sonho da Holanda

Memphis Depay fala sobre o "grande objectivo” da Holanda na UEFA Nations League, do embate com a Inglaterra e da influência de Ronald Koeman.

Depay e o sonho da Holanda
©Getty Images

Memphis Depay deve reencontrar antigos colegas do Manchester United esta quinta-feira, no jogo da Holanda com a Inglaterra, nas meias-finais da UEFA Nations League em Guimarães.

O avançado do Lyon falou ao UEFA.com sobre a hipótese de conquistar um troféu depois dos anos complicados por que passou a Holanda, das mudanças introduzidas por Ronald Koeman desde que assumiu o cargo de seleccionador em 2018 e dos jovens promissores holandeses que levam a que, aos 25 anos, pareça já um veterano.

Sobre a fase final da UEFA Nations League…

Em primeiro lugar, estamos a lutar por um troféu. Isso é muito importante para nós. Temos alguns jovens, outros jogadores com mais experiência, mas temos um excelente grupo. Temos de nos habituar a ganhar troféus se quisermos ser uma equipa de sucesso, pois é isso que fazem as equipas de sucesso. Quando estamos tão perto, a apenas dois jogos de um título, é certamente um grande objectivo.

Veja todos os golos da Holanda na UEFA Nations League
Veja todos os golos da Holanda na UEFA Nations League

Sobre o embate com a Inglaterra na meia-final de quinta-feira…

É um adversário muito difícil, sem dúvida. Uma equipa formada por jogadores que estão habituados a conquistar troféus. Jogadores do Manchester City, outros que estiveram na final da Champions League. Vai ser um bom jogo, complicado, mas acredito que podemos vencer.

Sobre o que Ronald Koeman trouxe como treinador…

A comunicação com os jogadores. Melhorou muito nesse aspecto. Tudo o que precisamos fazer está bem claro. Todos remamos na mesma direcção e isso nota-se nos jogos.

O caminho até à fase final
O caminho até à fase final

Sobre o que mudou na forma de jogar da equipa…

A coisa mais importante neste percurso foram, e são, os resultados, porque no passado falhámos no final por causa dos resultados. Tudo estava centrado nos resultados, mas em relação à forma de jogar, considero que jogamos com elegância. Amadurecemos à medida que os jogos foram passando e também cresceu a confiança de todos os jogadores.

Sobre o ambiente na equipa…

Comunicamos muito, o que não acontecia tanto no passado. É visível que muitos dos rapazes dão-se bem. Há muitos sorrisos. A energia e o espírito da equipa são muito bons e podemos ver isso nos treinos e nos jogos. É algo muito importante e temos vindo a evoluir.

Recordação: Memphis no United
Recordação: Memphis no United

Sobre os jovens e promissores holandeses...

É inacreditável a rapidez com que se adaptaram e conquistaram a titularidade, especialmente o Matthijs de Ligt na defesa e o Frenkie de Jong no meio-campo. São importantes para a equipa devido à forma como queremos jogar. Sinto-me muito satisfeito com isso. Mas há também o Steven Bergwijn, outro jovem jogador que pode ser titular.

Sobre o reencontro com antigos colegas do Manchester United…

É sempre bom rever os meus antigos colegas de equipa, como o Marcus Rashford e o Jesse Lingard. Falo com eles de vez em quando, mas é sempre agradável, eles têm vindo a evoluir muito bem. Sei o que esperar deles e eles sabem como a Holanda tem jogado. Eles têm de se preparar bem e espero que seja um bom jogo. Estou ansioso por este desafio.

Topo