De Ligt fala da sua ascensão meteórica e da Holanda

Matthijs de Ligt aborda a final com Portugal, fala de Cristiano Ronaldo, do espírito existente na equipa na Holanda e da sua ascensão meteórica.

O defesa Matthijs de Ligt, da Holanda, tem apenas 19 anos
©Getty Images

Matthijs de Ligt desempenhou papel central na vitória da Holanda sobre a Inglaterra por 3-1, em Guimarães, ao fazer a falta na grande penalidade que levou ao golo dos ingleses antes de emendar o erro com um tento de cabeça estrondoso.

O defesa do Ajax, de apenas 19 anos, um dos jovens jogadores mais cobiçados do momento a nível mundial, falou ao UEFA.com sobre a final da UEFA Nations League frente a Portugal, no domingo, o espírito de equipa que reina no plantel e a sua ascensão meteórica.

UEFA.com: A Holanda esteve a perder por 1-0, mas conseguiu dar a volta e bater a Inglaterra por 3-1. Existe um enorme espírito de equipa entre vocês, não é verdade?

Holanda 3-1 Inglaterra (ap)
Holanda 3-1 Inglaterra (ap)

Matthijs De Ligt: Sim, completamente. É claro que temos bons jogadores a nível individual, mas, acima de tudo, somos uma boa equipa e até agora essa é a base dos nossos bons resultados. Nunca queremos ficar a perder, mas se isso acontecer queremos uma equipa que possa mudar isso, e acho que provámos isso.

Vai defrontar o anfitrião Portugal na final de domingo. Quais são as suas expectativas?

Portugal vai estar ansioso e motivado, por isso temos mesmo de fazer sair o nosso jogo. O Ronaldo é um fenómeno e mostrou novamente nesta temporada na Juventus que pode marcar de qualquer sítio. Mas não devemos ajustar a nossa táctica só em função dele, porque Portugal tem também outros grandes jogadores. Vamos ter de concentrar-nos nas nossas próprias tarefas e garantir que Portugal não possa comandar o jogo.

É agora titular na selecção. Como se sente tão novo em vestir a principal camisola laranja?

De Ligt marca de cabeça contra a Inglaterra
De Ligt marca de cabeça contra a Inglaterra©Getty Images

Não há maior honra do que essa. Estou a aproveitar ao máximo e espero usar a camisola da Holanda muitas outras vezes no futuro. Estamos em ascensão, os adeptos holandeses estão a gostar da maneira como jogamos. Vencer a Nations League iria confirmar tudo isso.

Esta será a sua segunda final importante depois do jogo decisivo na UEFA Europa League em 2017. Participou igualmente esta temporada nas meias-finais da UEFA Champions League e é o capitão do Ajax. Tem de se beliscar às vezes?

Não, não, encardo tudo dia a dia. Tudo está acontecendo muito rápido, e não há dúvida de que vou olhar para trás, durante minhas férias, para uma temporada fantástica, mas ainda é cedo. Quando estou a jogar com atletas com 20 e poucos anos ou 30, nunca me ocorre que tenho apenas 19. Não me foco na minha idade, mas nas minhas exibições.

Topo