O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Marcênio e Kakà explicam o espírito campeão do Ugra

"Demos tudo o que tínhamos para dar até ao último segundo", disse Marcênio ao UEFA.com, com Kaká a dar também a sua versão da história depois do triunfo na final do Ugra Yugorsk.

Marcênio e Kakà explicam o espírito campeão do Ugra
Marcênio e Kakà explicam o espírito campeão do Ugra ©Sportsfile
  • Kaká explica o plano de jogo do Ugra Yugorsk depois da vitória do Inter FS por 4-3 na final
  • "Viemos aqui para ganhar, não para fazer um jogo de exibição de futsal," disse o treinador.
  • Marcênio, o melhor em campo, diz que o trabalho árduo foi decisivo no triunfo dos estreantes
  • Os jogadores do Inter, Luis Amado e Ortiz, falam das razões que motivaram a não conquista da quarta Taça UEFA Futsal

Kaká, treinador do Ugra
Foi uma vitória magnífica. Os jogadores seguiram o nosso plano de jogo à letra. Fizeram tudo o que lhe pedimos. Cometemos erros, o que é natural pois não somos máquinas. Sinto que mesmo quando cometemos erros, o que fizemos depois mostrou o nosso desejo de corrigi-los e penso que merecemos ganhar o jogo. Se calhar não jogámos o futsal mais bonito, mas a maneira como jogámos talvez não seja a maneira que as pessoas pensem que se jogue futsal, mas nós viemos aqui para ganhar, não para fazer uma partida de exibição. 

Marconi festeja o golo que deu o 2-2
Marconi festeja o golo que deu o 2-2©Sportsfile

Marcênio, avançado do Ugra
A nossa caminhada até esta vitória foi muito difícil do começo até ao fim. O nosso grupo na ronda principal foi difícil, depois a ronda de élite foi ainda mais complicada, tendo feito algo de incrível ao derrotar o Kairat [campeão em título]. Agora também tivemos uma fase final extremamente difícil.

Kaká e eu já nos conhecemos há muito e apenas tenho coisas boas a dizer dele. Ele é um treinador que subiu a pulso e colocou o seu nome à escala global. No ano passado fomos campeões russos, acabámos agora de vencer a Taça da Rússia e agora a Taça UEFA Futsal! Estamos numa caminhada incrível e é muito em parte devida ao seu trabalho.

O Inter fez o 2-1, mas não foi suficiente
O Inter fez o 2-1, mas não foi suficiente©Sportsfile

Luis Amado, capitão do Inter
Estamos como é óbvio muito desiludidos por não termos ganho a Taça UEFA Futsal, em especial por a termos jogado em casa e quando parecia que tínhamos tudo a nosso favor. Mas estamos felizes pelo futsal que jogámos. Penso que fomos a única equipa na final que realmente tomou a iniciativa e tentou ganhar o jogo. Tivemos um pouco de falta de sorte: eles marcaram dois golos numa altura em que tudo lhes saiu bem.

Veja o resumo da final

Ortiz, defesa do Inter
Estou orgulhoso da equipa. Penso que conseguimos fazer aquilo que temos vindo a fazer desde há algum tempo, que é mantermo-nos fiéis ao nosso estilo de jogo, mas é uma pena não termos conseguido ganhar em casa, junto dos nossos adeptos. Mas o desporto é assim mesmo: por vezes ganha-se, por vezes perde-se.

Penso que o Ugra tinha um plano de jogo, que seguiu. Sabiam que não estavam à nossa altura se jogassem um futsal puro, devido à habilidade que temos na nossa equipa, em especial no ataque. Mas eles apostaram nos seus pontos fortes. Deram-nos a bola, cederam a posse, jogaram atrás e aproveitaram os nossos erros, que cometemos e que são normais numa final.