Factos: Braga - Slovan Bratislava

Os dois primeiros classificados do Grupo K medem forças no emblemático Estádio Municipal de Braga, com a formação da casa a receber o campeão eslovaco Slovan Bratislava.

Ricardo Horta (ao centro) é felicitado depois de marcar o golo da vitória do Braga na primeira jornada
Ricardo Horta (ao centro) é felicitado depois de marcar o golo da vitória do Braga na primeira jornada ©Getty Images

Os dois primeiros classificados do Grupo K medem forças no emblemático Estádio Municipal de Braga, com a equipa da casa, que começou com um triunfo em Inglaterra, a receber o campeão eslovaco Slovan Bratislava, que também venceu na primeira jornada.

• O golo de Ricardo Horta permitiu ao Braga somar três pontos na visita ao Wolverhampton Wanderers, na mesma noite em que o Slovan conseguiu um memorável triunfo por 4-2 sobre o Beşiktaş, com o avançado internacional esloveno Andraž Šporar a bisar no período de compensação. Este resultado terminou com uma série de nove derrotas consecutivas do clube na fase de grupos da UEFA Europa League.

Encontros anteriores

• Os únicos jogos oficiais do Braga contra adversários eslovacos foram na primeira eliminatória da Taça UEFA de 2008/09, quando venceram ambos os duelos, por 4-0 em casa e 2-0 fora, com o MFK Petržalka.

• A experiência de Slovan frente a rivais portugueses também se limita a dois jogos, mas com significado histórico, pois ocorreram na segunda eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças de 1968/69, ano em que o clube, na altura checoslovaco, conquistou o troféu. Derrotado por 1-0 pelo Porto na primeira mão, o Slovan anulou a desvantagem em grande estilo ao goelar por 4-0 em Bratislava.

Resumo: Wolves 0-1 Braga
Resumo: Wolves 0-1 Braga

Guia de forma
Braga
• A 15ª qualificação europeia do Braga nos últimos 16 anos foi conseguida graças ao quarto lugar na Liga portuguesa de 2018/19, época em que a carreira na UEFA Europa League terminou cedo depois da eliminação frente ao Zorya Luhansk, devido aos golos marcados fora, na terceira pré-eliminatória.

• Brøndby (4-2 f, 3-1 c) e Spartak Moscovo (1-0 c, 2-1 f) foram as vítimas do Braga nas pré-eliminatórias desta época. O clube português está pela quinta vez na fase de grupos da UEFA Europa League e conseguiu seguir em frente em três das quatro participações anteriores, embora a sua melhor campanha na prova - e nas competições da UEFA - tenha acontecido em 2010/11, quando foi transferido a meio da época da UEFA Champions League e eliminou, entre outros, Liverpool e Benfica, antes de perder por 1-0 na final de Dublin com o Porto.

• O Braga está invicto há oito jogos europeus (6V 2D) e venceu os cinco desafios disputados esta época. O registo em casa na fase de grupos da UEFA Europa League é de 8V 1E 3D e no total da competição é de 13V 3E 5D.

Resumo: Slovan Bratislava 4-2 Beşiktaş
Resumo: Slovan Bratislava 4-2 Beşiktaş

Slovan
• O nono título eslovaco do Slovan desde a independência - o 21º no total - foi conquistado em 2018/19 com uma vantagem de 17 pontos sobre o perseguidor mais próximo. A campanha europeia terminou na terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League frente ao Rapid Viena.

• Esta época, o clube da capital eslovaca foi eliminado pelo Sutjeska, do Montenegro, no desempate por grandes penalidades da primeira pré-eliminatória da UEFA Champions League, mas venceu ambas as mãos das duas primeiras pré-eliminatórias da UEFA Europa League frente a Feronikeli e Dundalk, antes do impressionante triunfo sobre o PAOK, que fez a "dobradinha" Grécia, devido aos golos marcados fora (1-0 c, 2-3 f), e que valeu a terceira presença na fase de grupos. As duas participações anteriores, em 2011/12 e 2014/15, renderam apenas um ponto.

• O Slovan perdeu os seis jogos anteriores disputados fora de casa na fase de grupos da UEFA Europa League, com apenas um golo marcado e 18 sofridos.

Ligações e curiosidades 
• O Uche Agbo, do Braga, e Rabiu Ibrahim, de Slovan, são internacionais da Nigéria.

As melhores jogadas da primeira jornada da #UEL
As melhores jogadas da primeira jornada da #UEL

• Ibrahim começou a carreira em Portugal, no Sporting CP, mas nunca chegou a jogar pela equipa principal do clube de Lisboa.

• Embora a série de nove derrotas consecutivas de Slovan na UEFA Europa League, da fase de grupos até à final, tenha terminado na primeira jornada, continua a ser um recorde da prova.

Os treinadores
• Um avançado talentoso que marcou dez golos em 45 internacionalizações por Portugal, tendo participado nos Campeonatos da Europa em 1996 e 2000, Ricardo Sá Pinto passou a maior parte da sua carreira no Sporting, com os dois períodos ao serviço do clube de Lisboa intervalados por uma passagem de três anos pela Real Sociedad. Fez a estreia como treinador no clube de Alvalade, em 2012, mas resistiu pouco tempo, tendo rumado ao estrangeiro para orientar equipas na Sérvia, Grécia, Arábia Saudita, Bélgica e depois na Polónia, no Légia Varsóvia, antes de assinar um contrato de dois anos com Braga em Julho de 2019.

• Treinador adjunto quando o Slovan conquistou o título eslovaco em 2018/19, a quarta época no cargo, Ján Kozák foi promovido a técnico da equipa no Verão, como substituto de Martin Ševela, e conseguiu atingir o primeiro objectivo: levar a equipa à fase de grupos da UEFA Europa League. Internacional 25 vezes pela Eslováquia, tendo participado no Campeonato do Mundo de 2010, o antigo médio foi quatro vezes campeão nacional, uma vez com o Košice e com o Slovan e duas com o MFK Petržalka.

Topo