Retrospectiva: Galatasaray - Benfica

Galatasaray e o Benfica transitaram da UEFA Champions League e procuram causar impacto imediato.

O Galatasaray quer aproveitar o facto de jogar em casa
O Galatasaray quer aproveitar o facto de jogar em casa ©Getty Images

O confronto entre Galatasaray e Benfica é o único dos 16 avos-de-final da UEFA Europa League entre duas equipas que vieram da UEFA Champions League, um duelo de gigantes entre os clubes com mais títulos conquistados na Turquia e em Portugal.

• Ambos ficaram em terceiro lugar nos respectivos grupos da UEFA Champions League: o Galatasaray atrás de Porto e Schalke no Grupo D, no qual somou quatro pontos, o Benfica atrás de Bayern e Ajax no Grupo E, tendo conquistado sete pontos.

Confrontos anteriores
• Os clubes defrontaram-se por três vezes: o Galatasaray derrotou o Benfica por 2-0 na fase de grupos da Taça UEFA de 2008/09, antes de ambas as equipas vencerem em casa por 2-1 na fase de grupos da UEFA Champions League de 2015/16; Selçuk İnan marcou em Istambul e Jonas fez o mesmo em Lisboa.

Os melhores golos da fase de grupos de 2018/19
Os melhores golos da fase de grupos de 2018/19

• O Galatasaray saiu derrotado dos outros dois encontros em que recebeu equipas portuguesas, incluindo o último desafio europeu, 2-3 com o Porto, na sexta jornada da UEFA Champions League desta época.

• O registo do Benfica em 15 jogos com adversários turcos é de 6V 5E 4D, mas nunca ganhou na Turquia, onde tem um registo de 4E 3D. As últimas duas visitas a Istambul renderam empates proveitosos, 3-3 frente ao Beşiktaş na quinta jornada da fase de grupos da UEFA Champions League de 2016/17 e 1-1 no terreno do Fenerbahçe (depois de uma vitória por 1-0 em casa) na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League desta época. O golo foi marcado por Gedson Fernandes.

Guia de forma

Galatasaray
• Campeão da Turquia pela 21ª vez em 2017/18, o Galatasaray garantiu a 15ª presença na fase de grupos da UEFA Champions League, o mesmo número de todos os outros clubes turcos em conjunto.

• Depois da estreia no Grupo D com uma excelente vitória por 3-0 na recepção ao Lokomotiv, a equipa de Istambul somou apenas um ponto nos últimos cinco jogos. Não conseguiu marcar qualquer golo nas três derrotas fora.

As maiores estrelas da fase de grupos da #UEL
As maiores estrelas da fase de grupos da #UEL

• O Galatasaray está pela terceira vez nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League. As duas últimas presenças nesta ronda terminaram em eliminação: em 2009/10 frente ao Atlético, que viria a conquistar o troféu (1-1 fora, 1-2 em casa), e com a Lázio em 2015/16 (1-1 em casa, 1-3 fora).

• A vitória sobre o Lokomotiv terminou com a série de três empates europeus 1-1 consecutivos do Galatasaray em casa. O clube ganhou apenas dois dos últimos 12 jogos em Istambul, tendo perdido quatro. A outra vitória nesta série aconteceu sobre o Benfica, por 2-1, em 2015/16.

Benfica
• Segundo classificado na Liga portuguesa em 2017/18, depois de ter conquistado quatro títulos consecutivos, o Benfica iniciou a presente campanha na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League com um triunfo total por 2-1 sobre o Fenerbahçe, tendo depois batido o PAOK no "play-off" por um total de 5-2 nas duas mãos (1-1 em casa, 4-1 fora). O clube de Lisboa garantiu a nona presença consecutiva na fase de grupos, 14ª no total.

• Os "encarnados" ficaram no último lugar do seu grupo em 2017/18 sem qualquer ponto, mas esta época venceram os dois jogos com o AEK Atenas e garantiram o terceiro lugar no Grupo E. O outro ponto conquistado foi no empate 1-1 na recepção ao Ajax.

As melhores defesas da fase de grupos
As melhores defesas da fase de grupos

• O Benfica está na fase a eliminar da UEFA Europa League pela quinta vez e venceu ambos os jogos nas quatro presenças anteriores nos 16 avos-de-final: frente ao BATE Borisov em 2009/10 (2-0 em casa, 2-1 fora), Estugarda em 2010/11 (2-1 em casa, 2-0 fora), Leverkusen em 2012/13 (1-0 fora, 2-1 casa) e PAOK em 2013/14 (1-0 casa, 3-0 fora).

• Os gigantes de Lisboa atingiram os quartos-de-final em 2010, as meias-finais em 2011 e chegaram à final em 2013 e 2014 - ambas perdidas, respectivamente, para Chelsea (1-2) e Sevilha (0-0, 2-4 nas grandes penalidades).

• O Benfica foi derrotado em dez dos últimos 17 desafios europeus (4V 3D), apesar de ter o mesmo número de vitórias e de derrotas fora esta época (duas de cada). O registo total como visitante na UEFA Europa League, da fase de grupos até à final, é de 9V 5E 4D. No entanto, não perdeu nenhum dos últimos quatro desafios (3V 1E).

Alterações nas equipas para a UEFA Europa League
• Galatasaray
Entradas: Marcão, Mbaye Diagne, Christian Luyindama
Saídas: Eren Derdiyok, Maicon, Serdar Aziz, Garry Rodrigues

• Benfica
Entradas: João Félix, Andreas Samaris, Ivan Zlobin
Saídas: Alfa Semedo, Nicolas Castillo, Facundo Ferreyra, Pedro Amaral, Bruno Varela

Ligações e curiosidades
• Fernando, do Galatasaray, fazia parte da equipa do FC Porto que conquistou a UEFA Europa League em 2011. O médio brasileiro alinhou em 236 jogos em todas as competições pelos "azuis-e-brancos" de 2008 a 2014, tendo marcado seis golos e vencido a Liga portuguesa em quatro ocasiões, além de três taças de Portugal e cinco Supertaças. Em 2007/08 tinha estado emprestado ao Estrela da Amadora.

• Os avançados Eren Derdiyok (Galatasaray) e Haris Seferović (Benfica) são ambos internacionais pela Suíça.

• Sofiane Feghouli (Galatasaray) e Jonas jogaram juntos no Valência entre 2011 e 2014, tendo o avançado do Benfica iniciado a carreira ao lado do defesa Mariano, do Galatasaray, nos brasileiros do Guarani.

• Marcão, recém-contratado pelo Galatasaray, rumou a Portugal em 2017, tendo passado a época seguinte no Rio Ave. Esteve na primeira metade desta época ao serviço do Chaves.

• Christian Luyindama, nova contratação do Galatasaray (por empréstimo do Standard Liège), foi sempre titular pela equipa belga na fase de grupos da UEFA Europa League.

Habilidades da fase de grupos da Europa League
Habilidades da fase de grupos da Europa League

• A mais recente presença do Galatasaray na UEFA Europa League aconteceu na segunda pré-eliminatória da época passada, quando perdeu por 3-1 no total frente aos estreantes suecos do Östersund. Quanto ao Benfica, o derradeiro jogo na competição foi a final de 2014, em Turim, contra o Sevilha.

• O Benfica disputou mais jogos na fase a eliminar da UEFA Europa League do que qualquer outro clube (32) e fez somente seis partidas na fase de grupos, em 2009/10.

• O Benfica goleou o Nacional em casa por 10-0 no domingo, a maior vitória na Liga portuguesa em 55 anos. O resultado permitiu aos "encarnados" reduzirem para um ponto a distância relativamente ao líder Porto.

Treinadores
• Fatih Terim é uma lenda do futebol turco e, aos 65 anos, está pela quarta vez no comando do Galatasaray. O técnico regressou ao clube em Dezembro de 2017, depois de ter deixado pela terceira vez a selecção da Turquia, que conseguiu levar até às meias-finais do UEFA EURO 2008. Terim foi defesa-central do Galatasaray durante mais uma década e somou 51 internacionalizações, mas nunca foi campeão como jogador. Como treinador, conduziu o emblema de Istambul a sete títulos, incluindo quatro consecutivos na primeira passagem pelo cargo que terminou com a inesquecível conquista da Taça UEFA de 1999/2000.

• Bruno Lage foi confirmado como treinador do Benfica até final da época a 14 de Janeiro. Era o responsável pela equipa B do clube quando foi chamado para dirigir interinamente a formação principal após a saída de Rui Vitória no início do desse mês. Com 42 anos, Lage, nascido em Setúbal (a mesma cidade de José Mourinho), desempenha pela primeira vez as funções de técnico no escalão maior, mas acumulou vasta experiência noutras funções. Foi treinador dos escalões jovens do Benfica de 2004 a 2012 e passou depois pelo futebol inglês como adjunto de Carlos Carvalhal no Sheffield Wednesday e no Swansea.

Topo