Derry City surpreende

O Derry City bateu na Suécia o IFK de Gotemburgo, ao passo que o Brann começou a participação na Taça UEFA da melhor maneira, ao ganhar no terreno do Glentoran.

O SK Brann começou a participação na Taça UEFA da melhor maneira ao ganhar fora, mas não vai contar com Arnaud Monkam para o jogo da segunda mão, por castigo. Por seu lado, o Llanelli AFC estreou-se na competição com uma vitória no terreno do Gefle IK, enquanto o Derry City FC surpreendeu ao vencer também na Suécia mas no reduto do IFK Göteborg.

IFK Göteborg 0-1 Derry City FC
Um tento de cabeça, apontado aos 79 minutos, por Sean Hargan, deu ao Derry uma surpreendente vitória na Suécia diante do Gotemburgo, antigo vencedor da prova. O golo surgiu na sequência de uma acentuada pressão por parte da determinada equipa irlandesa. Antes disso, por volta da meia-hora, Killian Brennan disparara ao travessão, mas nessa altura, porém, os suecos reagiram e recuperaram a iniciativa de jogo, tendo estado perto do golo na primeira parte em duas situações, por Stefan Selakovic e Marcus Berg. Já na parte final da partida, a seguir ao golo, voltaram a carregar, mas aí o guardião David Forde efectuou duas defesas seguras que asseguraram uma inesquecível vitória.

Gefle IF 1-2 Llanelli AFC
Um golo perto do final, marcado pelo recém-entrado Jacob Mingorance, deu aos galeses uma estreia para recordar nas provas europeias, em partida jogada no famoso estádio Råsunda, em Estocolmo. O médio concluiu de pé esquerdo, aos 86 minutos de jogo, após lance individual, o tento que concluiu a reviravolta no marcador para o Llanelli, que começou a perder aos 20 minutos, altura em que Kristen Wiikmae abriu o activo. A oito minutos do final, Rhys Griffiths bateu o guardião do Gefle, Mattias Hugusson, e empatou a partida. Com o Gefle lançado desesperadamente à procura do triunfo, o espanhol Mingorance apanhou a defesa sueca em contra-pé e aproveitou para concluir com êxito.

FC Levadia Tallinn 2-0 FC Haka
Dois golos em quatro minutos, marcados por Ats Purje, deram aos líderes do campeonato da Estónia uma boa vantagem frente ao Haka. Depois de um excelente começo, os da casa causaram perigo pela primeira vez quando Nikita Andreev, avançado russo de apenas 17 anos, isolou Purje com um excelente passe e o extremo finalizou da melhor maneira. No minuto 37, Andreyev esteve de novo em foco ao lançar novamente Purje que, usando a sua velocidade, bateu o defesa contrário e fixou o resultado final. Apesar da entrada do irrequieto Mikko Innanen, o Haka não conseguiu reduzir.

Glentoran FC 0-1 SK Brann
O Glentoran comprometeu as suas aspirações ao perder no The Oval, por 1-0, com os noruegueses do Brann. Com muitas ausências, devido a lesões, suspensões e férias, a equipa da Irlanda do Norte sofreu outro revés com a contrariedade sofrida no ombro pelo guardião Elliott Morris, substituído ao quarto-de-hora da segunda parte. Oito minutos depois, o seu substituto, Ciaran McLaughlin, foi batido por Migen Memelli, após um bom trabalho do antigo internacional escocês Charlie Miller. Os noruegueses terminaram o encontro com dez homens, depois da expulsão do camaronês Arnaud Monkam, já no último minuto, o que o afasta do segundo jogo.

Rhyl FC 0-0 FK Sūduva
Os galeses do Rhyl, que procuram igualar o feito da época passada, em que venceram na primeira pré-eliminatória da Taça UEFA, empataram a zero em casa, diante do Sūduva. Os lituanos tiveram a melhor oportunidade da primeira parte, por intermédio do avançado Otavio Augusto Brasa, que obrigou o guardião Paul Whitfield a defender para canto. Os homens da casa reagiram e estiveram perto do golo por James Brewerton, Mark Connolly e George Horan, cabendo a Chris Sharpe, filho de Graeme, antigo avançado do Everton FC, a melhor oportunidade, ao disparar de cabeça. No entanto, a bola saiu a rasae o poste.

FK Ventspils 2-1 GÍ Gøta
O defesa camaronês Jean-Paul Ndeki foi o inesperado herói do Ventspils na vitória, por 2-1, sobre o GÍ Gøta, das Ilhas Faroé. Ndeki resolveu uma partida em que os habituais marcadores dos letões estiveram em dia não, desperdiçando várias ocasiões. O camaronês marcou o primeiro golo da partida, ao finalizar, de cabeça, a meio da primeira parte, mas Simun Louis Jacobsen empatou, com um forte disparo de longe. Mas o GÍ não conseguia para o forte jogo aéreo de Ndeki, que, na segunda parte, voltou a marcar e deu a vitória aos anfitriões.

Brøndby IF 3-1 Valur Reykjavík
O Brøndby parecia estar já com um pé na ronda seguinte, ao alcançar uma vantagem de três golos frente ao Valur, na Dinamarca. Thomas Rasmussen marcou o primeiro golo, logo aos oito minutos, após boa jogada de Martin Ericsson, tendo sido seguido pelo defesa Morten Rasmusen, pouco depois da meia-hora. Ericsson fez depois o terceiro, após excelente jogada colectiva. Na segunda parte, Morten Rasmusen esteve perto do quarto, mas viu a bola embateu na barra. Perto do fim e um pouco contra a corrente do jogo, o Valur reduziu, por Gardar Gunnlaugsson, mantendo assim a esperança para as suas cores.

Portadown FC 1-3 FBK Kaunas
Os líderes da liga lituana marcaram cedo em cada uma das partes, situação que os coloca bem colocados para resolver a eliminatória no jogo de volta, em Kaunas. Shamrock Park ficou em silêncio, logo no primeiro minuto, quando Nukri Manchkhava marcou para os visitantes e as coisas ainda ficaram piores para os da casa, pois Kestutis Ivaskevicius aumentou a vantagem volvidos sete minutos. A eliminatória parecia ter ficado resolvida na altura em que Andrius Velička fez o terceiro golo depois do intervalo, mas o Portadown ainda reduziu por Gary McCutcheon, no minuto 63.

HJK Helsinki 1-1 Drogheda United FC
Markus Halsti fez perto do final o empate para o HJK, que terá de melhorar na visita à Irlanda, daqui a 15 dias. A avaliar pelo jogo disputado em Helsínquia, o HJK terá obrigatoriamente de marcar, o que não será fácil, pois o Drogheda defendeu muito bem, melhor ainda depois de se ter adiantado no marcador, no minuto 41, por Shane Robinson, que disparou a contar à entrada da área. Os finlandeses dominaram mas sem causar perigo, tendo, contudo, tempo para desperdiçar uma grande penalidade por intermédio de Farid Ghazi, situação que foi colmatada aos 83 minutos de jogo pelo tento do empate de Halsti.

AS Jeunesse Esch 0-2 Skonto FC
O Skonto, crónico campeão da Letónia, deu um passo de gigante rumo à segunda ronda ao ganhar, por 2-0, no Luxemburgo. Os letões dominaram, mas só lograram marcar no minuto 48, por Jozef Piaček, no culminar de uma jogada confusa na área. O resultado não sofreu alteração até 11 minutos do final, altura em que Andrejs Štolcers, que anteriormente estivera perto de marcar, aumentou a vantagem.

Randers FC 1-0 ÍA Akranes
O lateral-esquerdo brasileiro, Alex da Silva, marcou o golo da vitória de cabeça, já na segunda parte, e deu ao Randers uma escassa vantagem frente aos vencedores da Taça da Dinamarca. Contudo, lamentam certamente as muitas oportunidades desperdiçadas. A maioria dos 4,680 espectadores festejaram o golo de Alex aos 62 minutos de jogo, altura em que os da casa, por fim, materializaram o seu domínio, mas o ÍA resistiu, mantendo tudo em aberto para o segundo jogo, a disputar na Islândia.

Outros reultados
FC Lyn Oslo 1-1 FC Flora; Skála Ítróttarfelag 0-1 IK Start.

Topo