Equipa da Época na UEFA Europa League 2017/18

Os observadores técnicos da UEFA escolheram a lista de 18 jogadores de entre os participantes nesta edição da UEFA Europa League.

©AFP

Guarda-redes

Jan Oblak (Atlético)
Avaliação técnica: O guarda-redes que mais se destacou na competição, respondendo à altura quando a equipa mais precisou de si.

Rui Patrício (Sporting CP)
Avaliação técnica: Jogador importante da sua equipa, conferindo segurança à retaguarda "leonina".

Defesas

Leonardo Bonucci (AC Milan)
Avaliação técnica: O capitão e figura de proa do Milan é seguro a defender e sente-se confortável em construir jogo desde trás.

Diego Godín (Atlético)
Avaliação técnica: O líder defensivo do campeão foi impressionante na leitura das jogadas, desarme e jogo aéreo.

Stefan Lainer (Salzburgo)
Avaliação técnica: O lateral-direito fez cinco assistências e foi peça-chave na caminhada rumo às meias-finais.

Luiz Gustavo (Marselha)
Avaliação técnica: As exibições do médio convertido em defesa foram importantes na caminhada rumo a Lyon.

Bouna Sarr (Marselha)
Avaliação técnica: O antigo extremo conferiu energia e empenho ao flanco, mostrando-se especialmente perigoso na final.

Médios

Bruno Fernandes (Sporting CP)
Avaliação técnica: Médio entusiasmante, cujo golo frente ao Astana foi um dos melhores da época. Marcou três no total e ainda fez quatro assistências.

Naby Keïta (Leipzig)
Avaliação técnica: Médio todo-o-terreno que impressionou nos cinco jogos efectuados e que foi fundamental para a sua equipa.

Gabi (Atlético)
Avaliação técnica: Organiza o jogo do Atlético com e sem bola. Assistiu e marcou na final.

Saúl Ñíguez (Atlético)
Avaliação técnica: Englobado num trio de meio-campo, tem qualidade técnica acima da média, faro de golo e também é incansável a nível defensivo.

Koke (Atlético)
Avaliação técnica: Médio polivalente, é regularmente utilizado numa táctica a quatro, emprestando trabalho incansável e qualidade em qualquer posição.

Diadie Samassékou (Salzburgo)
Avaliação técnica: Notável jovem médio, que se destaca numa equipa com jogadores promissores.

Avançados

Gelson Martins (Sporting CP)
Avaliação técnica: Jovem jogador com um futuro promissor, capaz de desequilibrar o adversário com a sua velocidade ou uma finta de corpo.

Antoine Griezmann (Atlético)
Avaliação técnica: Fez a diferença na final e confere uma intensidade incrível e capacidade goleadora sempre que joga.

Ciro Immobile (Lazio)
Avaliação técnica: Melhor marcador da competição e essencial na caminhada da Lazio rumo aos quartos-de-final.

Dimitri Payet (Marselha)
Avaliação técnica: Criativo com qualidade impressionante, seja na criação de jogadas de perigo, fazendo assistências ou marcando golos brilhantes.

Timo Werner (Leipzig)
Avaliação técnica: O internacional alemão é um perigo constante, como o provam os quatro golos em cinco jogos.

Observadores técnicos da UEFA em Lyon
Jerzy Engel (Polónia), Stefan Majewski (Polónia), Ghenadie Scurtul (Roménia), Milenko Ačimovič (Eslovénia), Mixu Paatelainen (Finlândia), Thomas Schaaf (Alemanha)

Topo