O "site" oficial do futebol europeu

O sonho depois do pesadelo

Publicado: Quarta-feira, 28 de Julho de 2010, 14.00CET
O presidente do Shamrock Rovers, Jonathan Roche, disse que era "um sonho" defrontar a Juventus na terceira pré-eliminatória, na quinta-feira, isto depois de há cinco anos o clube ter estado à beira da falência.
por Aidan Fitzmaurice
de Dublin
O sonho depois do pesadelo
O Shamrock Rovers festeja o apuramento para a terceira pré-eliminatória, onde vai defrontar a Juventus ©Getty Images
 
Publicado: Quarta-feira, 28 de Julho de 2010, 14.00CET

O sonho depois do pesadelo

O presidente do Shamrock Rovers, Jonathan Roche, disse que era "um sonho" defrontar a Juventus na terceira pré-eliminatória, na quinta-feira, isto depois de há cinco anos o clube ter estado à beira da falência.

Para os adeptos do Shamrock Rovers FC, um embate de sonho com a Juventus, na terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League, não é apenas a recompensa merecida por terem eliminado os israelitas do Bnei Yehuda Tel-Aviv FC com um resultado total de 2-1.

É um sinal do quanto o Rovers progrediu e um tributo aos adeptos que salvaram o Hoops (o clube mais bem-sucedido da República da Irlanda) da extinção, há cinco anos. "Isto é um sonho", disse o presidente do Rovers, Jonathan Roche, ao UEFA.com.

"Há cinco anos este clube estava quase morto e enterrado, fomos despromovidos para a First Division e o clube estava muito em baixo. Mas agora estamos aqui, prestes a defrontar a Juventus em casa, diante de 6,000 adeptos, naquele que pode ser o maior jogo da história do clube. Já tínhamos disputado jogos grandes nas competições europeias, mas receber a Juventus na Europa League é outro nível", acrescentou Roche.

O Rovers defrontou os "busby babes" do Manchester United FC na edição 1957/58 da Taça dos Clubes Campeões Europeus, apenas alguns meses antes da tragédia que afectou o clube inglês em Munique, bem como o FC Bayern München na Taça das Taças em 1967. Agora, o clube está entusiasmado com a possibilidade de voltar a medir forças com a elite do futebol europeu. "Recebemos o Real Madrid CF num amigável no ano passado, mas na próxima semana o Rovers já terá defrontado Real e Juventus, dois dos melhores clubes do Mundo", disse Roche. "É fantástico".

O Rovers desfruta de sucesso tanto em casa como fora, com a equipa de Michael O'Neill na luta pelo título irlandês. Essa reviravolta na sorte do clube significa bastante para os adeptos do Rovers, tendo em atenção a história recente. Os problemas começaram quando foram forçados a deixar o seu estádio em Milltown, em 1987.

Foi só em 2009 que o Hoops finalmente encontrou uma casa permanente, o recém-construído estádio Tallaght, em Dublin. Problemas financeiros causaram mossa e o Rovers quando foi extinto em 2005, mas um grupo de adeptos assumiu a direcção do clube após a sua despromoção da primeira divisão. Ainda hoje o controlo do destino do Rovers está nas mãos dos adeptos.

"Isto significa muito, se atendermos ao que aconteceu", disse Roche. "Este clube possui bastante apoio; estiveram presentes 120 adeptos em Telavive e os 6000 bilhetes para o jogo em casa ante a Juve vão esgotar. É um grande tributo para o Michael O'Neill e os seus jogadores".

O avançado Tommy Stewart foi o herói do jogo em Israel, ao marcar o golo da vitória aos 70 minutos, tendo admitido que foi o mais importante da sua carreira. "É o melhor sentimento que já tive na minha carreira; é um sentimento tão bom passar à fase seguinte, mas defrontar a Juve em Dublin é algo com que sonhamos em criança", revelou. "É muito excitante pensar em enfrentar jogadores como Del Piero, mas estes são o tipo de jogos em que queremos participar e vamos dar o nosso melhor frente à Juve".

Apesar de a capacidade no Tallaght estar restringida a 6,000 lugares, o Rovers resistiu à tentação de transferir o jogo para um estádio maior, como por exemplo o recém-construído Dublin Arena. "Queremos jogar em Tallaght, pois é a nossa casa", disse Stewart.

Conteúdos relacionados
Já tínhamos disputado jogos grandes nas competições europeias, mas receber a Juventus na Europa League é outro nível
Rovers chairman Jonathan Roche
É o melhor sentimento que já tive na minha carreira; é um sentimento tão bom passar à fase seguinte, mas defrontar a Juve em Dublin é algo com que sonhamos em criança
Striker Tommy Stewart
Última actualização: 29-07-10 16.45CET

Informação relacionada

Perfis dos jogadores
Perfis das equipas
Jogo relacionado
  • SSI Err

http://pt.uefa.com/uefaeuropaleague/news/newsid=1507903.html#o+sonho+depois+pesadelo