O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

O que acontece se o vencedor da UEFA Europa League também se tiver apurado para a fase da liga da Champions League através da sua posição na liga nacional?

O que acontece se o vencedor da UEFA Europa League também se tiver apurado para a fase de liga da Champions League através da sua posição na liga nacional?

O vencedor da UEFA Europa League de 2023/24 qualifica-se directamente para a fase de liga da UEFA Champions League da próxima época, mas o que acontece se também garantir um lugar através da sua posição no campeonato nacional?

Última actualização: 08h00 (de Portugal Continental) de segunda-feira, 20 de Maio.

Um dos princípios fundamentais do novo formato das competições europeias de clubes pós-2024 é o importante papel do coeficiente de clubes – ou seja, o desempenho do clube nas competições europeias ao longo do actual período de cinco anos.

É por esta razão que, no formato de competição de clubes de 2024-27, se o vencedor da Europa League se apurar directamente para a fase de liga da Champions League através do seu campeonato nacional, então o clube com o melhor coeficiente individual de todas as equipas na qualificação para a Champions League (caminho dos campeões e caminho da liga) passa directamente para a fase da liga.

No entanto, nenhum salto é permitido neste caso, o que significa que uma equipa do caminho da liga só pode passar para a fase da liga desde que este clube seja o mais bem classificado a nível nacional entre aqueles da sua federação que ainda não se apuraram directamente para a fase da liga da competição. Caso contrário, a vaga automática na fase da liga vai para o clube com o próximo melhor coeficiente.

O que isso significa na prática?

Os dez melhores coeficientes para clubes actualmente em vias de participação da qualificação para a Champions League (caminho dos campeões e caminho da liga).

Benfica (POR) – 79.000 (2º no campeonato nacional)
Rangers (SCO) – 63.000 (2º)
Shakhtar Donetsk (UKR) – 63.000 (1º)
Slavia Praga (CZE) – 53.000 (2º)
Dínamo Zagreb (CRO) – 50.000 (1º)
Salzburgo (AUT) – 50.000 (2º)
LOSC Lille (FRA) – 47.000 (4º)
Estrela Vermelha (SRB) – 40.000 (1º)
PAOK (GRE) - 37.000 (1º)
Fenerbahçe (TUR) – 36.000 (2º)

Benfica qualificar-se-ia na situação actual
Como está actualmente em segundo lugar na Liga portuguesa –o campeão qualifica-se directamente para a fase de liga da Champions League –, o Benfica estaria inicialmente destinado a ir para a qualificação da Champions League. No entanto, tendo em conta o seu coeficiente individual, ocuparia o lugar adicional na fase de liga deixado pelo vencedor da Europa League, caso fosse necessário proceder a esse reequilíbrio. A lista de acesso seria subsequentemente reequilibrada em conformidade.

Seleccionados para si