O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Factos do Arsenal - Sporting

Getty Images

O líder da Premier League, o Arsenal, está de olho na quarta presença nos quartos-de-final da UEFA Europa League em seis temporadas, ao receber o Sporting, com as equipes empatadas 2-2 após uma emocionante primeira mão dos oitavos-de-final, em Lisboa.

O Arsenal garantiu acesso directo aos oitavos-de-final ao ficar no primeiro lugar no Grupo A da UEFA Europa League, tendo vencido cinco jogos e ficado dois pontos à frente do PSV Eindhoven. Foi a quinta vez que os Gunners venceram o seu grupo da UEFA Europa League, igualando o recorde da competição do Salzburgo.

O Sporting iniciou a campanha europeia de 2022/23 na UEFA Champions League e teve um bom início no Grupo D antes de ficar sem possibilidade de prosseguir após mais duas jornadas e apenas conseguiu terminar no terceiro lugar último minuto da Jornada 6. De seguida, afastou o Midtjylland no play-off da fase a eliminar da UEFA Europa League, chegando ao empate 1-1 perto do fim em Lisboa, antes de golear por 4-0 na Dinamarca, frente a dez jogadores. Pedro Gonçalves bisou após o capitão Sebastián Coates ter aberto o marcador com seu segundo golo na eliminatória.

Confrontos anteriores

Um infeliz autogolo de Hidemasa Morita permitiu ao Arsenal empatar 2-2 no Estádio José Alvalade, a 9 de Março, sendo que o Sporting recuperou de um cabeceamento na sequência de um canto de William Saliba (22) ao marcar por Gonçalo Inácio (34) em seguida. Os Leões ainda estiveram em vantagem graças a um remate oportuno de Paulinho - o seu quarto na Europa contra adversários ingleses.

Os dois clubes nunca se tinham defrontado nas competições da UEFA antes dos confrontos na fase de grupos da UEFA Europa League 2018/19. O Arsenal venceu por 1-0 na Jornada 3, em Lisboa, graças a um golo de Danny Welbeck apontado perto do fim e depois houve empate 0-0, em Londres, duas semanas depois. Os Gunners continuariam a liderar o grupo – e mais tarde chegariam à final –, enquanto o Sporting terminou em segundo lugar após ter conseguido, tal como o Arsenal, bater duas vezes o Qarabağ e o Vorskla Poltava.

Os dois clubes também se defrontaram na segunda eliminatória da Taça dos Clubes com Feira 1969/70, competição não organizada pela UEFA. O Arsenal seguiu em frente com um total de 3-0 (0-0 f, 3-0 c) a caminho de erguer o troféu.

A formação de Londres ganhou dois dos últimos três embates a duas mãos da UEFA frente a clubes portugueses, sendo o mais recente um triunfo total de 4-3 frente ao Benfica nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League 2020/21, quando, com ambas as mãos disputadas em terreno neutro, venceu por 3-2 no Pireu após empatar 1-1 em Roma.

O recorde do Arsenal em Londres contra clubes portugueses é de V5 E1 D1. Os Gunners não sofreram golos em cinco jogos consecutivos frente a visitantes lusos (V4 e E1) até ao encontro mais recente, uma vitória no último suspiro, por 3-2, sobre o Vitória SC na fase de grupos da UEFA Europa League 2019/20, com o avançado do Sporting, Marcus Edwards, a abrir o marcador para os visitantes.

Os 28 jogos do Sporting na UEFA frente a clubes ingleses resultaram em dez vitórias e 11 derrotas. Venceu apenas dois dos 14 jogos fora de casa frente a equipas inglesas (E5 e D7), sendo o triunfo mais recente uma vitória por 3-2 em Middlesbrough na primeira mão dos oitavos-de-final da Taça UEFA de 2004/05. O seu registo em Inglaterra desde então é de E4 e D5, sendo que os últimos três jogos resultaram em empates, mais recentemente 1-1 frente ao Tottenham na quinta jornada da presente temporada da UEFA Champions League.

O clube lisboeta sofreu a sua derrota europeia mais pesada em casa na primeira mão dos oitavos-de-final da UEFA Champions League da época passada, 0-5 frente ao Manchester City, que, com um empate sem golos na segunda mão, levou à sua primeira derrota total em nove embates contra adversários ingleses.

Guia de forma

Arsenal

Ausente da Europa em 2021/22 pela primeira vez em 26 anos, o Arsenal participa pela quinta ocasião em seis épocas na UEFA Europa League, tendo garantido a qualificação ao terminar em quinto lugar na Premier League da época passada, a 24 pontos do campeão Manchester City.

A quinta participação dos Gunners na fase de grupos da UEFA Europa League, esta época, teve o mesmo desfecho das quatro anteriores, pois terminou na liderança do seu grupo, graças a duas vitórias sobre o Zurique (2-1 f, 1-0 c) e sobre o Bodø /Glimt (3-0 c, 1-0 f), enquanto frente ao PSV houve um triunfo para a equipa da casa (1-0 c, 0-2 f). Os Gunners foram finalistas vencidos diante do rival londrino do Chelsea na final de 2018/19 e chegaram aos quartos-de-final em 2017/18 e na última vez em 2020/21, quando, depois de vencerem todos os seis jogos na fase de grupos, acabaram eliminados pelo mais tarde vencedor Villarreal (1-2 f, 0-0 c). O único troféu da UEFA conquistado pelo Arsenal foi a Taça dos Vencedores das Taças de 1993/94.

Tendo perdido sete eliminatórias consecutivas nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2010/11 a 2016/17, os Gunners venceram as três na mesma fase da UEFA Europa League, tendo afastado o Milan em 2017/18 (2-0 f, 3-1 c), o Rennes em 2018/19 (1-3 f, 3-0 c) e o Olympiacos em 2020/21 (3-1 f, 0-1 c).

O registo do Arsenal em jogos fora de casa na fase a eliminar da UEFA Europa League é de 7V 2E 4D. A derrota no terreno do Villarreal, na primeira mão das meias-finais de 2020/21, foi a primeira fora na competição em 13 jogos, desde que perdeu em Eindhoven, situação que o faz ter dois desaires em 16 partidas (11V 3E).

Sporting

Campeão português em 2020/21 – o primeiro título na competição nos últimos 19 anos – o Sporting terminou a época passada no segundo lugar, atrás do Porto, mas revalidou o título na Taça da Liga. A formação de Rúben Amorim, que se sagrou campeão pelos Leões, também chegou à fase a eliminar da UEFA Champions League, algo que aconteceu pela primeira vez nos últimos 13 anos, antes de ser eliminada pelo Manchester City nos oitavos-de-final (0-5 c, 0-0 f).

O Sporting disputou a fase de grupos UEFA Champions League dois anos seguidos pela quarta vez esta época. O feito de 2021/22 parecia bem encaminhado após iniciar a campanha com triunfos sobre Frankfurt (3-0, fora) e Tottenham (2-0, casa), mas derrotas seguidas frente ao Marselha (1-4 f, 0-2 c) esfriaram o entusiasmo. Apesar de ter entrado em campo para a Jornada 6 com o apuramento em aberto, perdeu em casa diante do Frankfurt (1-2) e foi ultrapassado pelo clube alemão, só conseguindo um lugar na Europa League graças ao golo da vitória do Tottenham, nos descontos, sobre o Marselha no Stade Vélodrome.

Após eliminar o Midtjylland, o Sporting está presente pela quarta vez nos oitavos-de-final da UEFA Europa League. Venceu dois dos três confrontos anteriores nesta era, todas com resultados muito renhidos. Depois de perder com o Atlético devido aos golos fora na edição inaugural de 2009/10 (0-0 f, 2-2 c), venceu o Manchester City, também devido aos golos fora, em 2011/12 (1-0 c, 2-3 f) e o Viktoria Plzeň após prolongamento em 2017/18 (2-0 c, 1-2 f). A sua melhor campanha na competição aconteceu em 2011/12, quando chegou às meias-finais, tendo também sido finalista vencido da Taça UEFA em 2005, quando perde a final com o CSKA Moscovo, por 3-1, realizada no seu estádio.

O Sporting perdeu cinco dos últimos nove jogos em casa nas competições europeias (3V 1E), tendo sofrido 18 golos nessas derrotas. O seu registo no Estádio José Alvalade na fase a eliminar da UEFA Europa League é de 8V 5E 2D; apesar da boa forma em casa, os Leões venceram apenas sete das 15 eliminatórias disputadas.

Alterações nos plantéis da UEFA Europa League

Arsenal

Entradas Jorginho (Chelsea), Jakub Kiwior (Spezia), Leandro Trossard (Brighton)
Saídas: Cédric Soares (Fulham, empréstimo), Marquinhos (Norwich, empréstimo), Albert Sambi Lokonga (Crystal Palace, empréstimo)

Sporting

Entradas: Héctor Bellerín (Barcelona, empréstimo), Ousmane Diomande (Midtjylland), Mateo Tanlongo (Rosario Central)
Saídas: Jesús Alcántar (Necaxa, fim de empréstimo), José Marsà (Sporting Gijón, empréstimo), Pedro Porro (Tottenham, empréstimo)

Ligações e curiosidades

Emprestado ao Sporting pelo Barcelona em Janeiro, Héctor Bellerín trocou os Blaugrana pelo Arsenal quando tinha 16 anos, em Julho de 2011. Fez 239 jogos pela equipa principal e marcou nove golos pelos Gunners, tendo vencido a Taça de Inglaterra em três ocasiões, antes de regressar ao Barça no Verão passado, após uma temporada 2021/22 emprestado ao Betis. Bellerín passou igualmente um breve período cedido ao Watford em 2013/14.

Nascido no norte de Londres, Marcus Edwards ingressou no Tottenham, arqui-rival do Arsenal, em 2006, com oito anos, tendo assinado o seu primeiro contrato profissional dez anos depois. No entanto, fez apenas um jogo pela equipa principal e, três anos depois, trocou os Spurs pelos portugueses do Vitória SC. O antigo internacional jovem por Inglaterra foi também emprestado ao Norwich em 2018.

Edwards marcou o golo do Sporting no empate 1-1 no campo do Tottenham na fase de grupos da presente edição da UEFA Champions League.

Outros dos jogadores do Sporting com passagem pelo futebol de Inglaterra são: Coates (Liverpool 2011–13, Sunderland 2014–16), Pedro Gonçalves (Wolves 2017–19), Francisco Trincão (Wolves 2021/22 empréstimo) e Rochinha (Bolton 2015 empréstimo)

O brasileiro Arthur Gomes saltou do banco para marcar no seu jogo de estreia pelo Sporting e na Europa no triunfo em casa, por 2-0, sobre o Tottenham na Jornada 2 da UEFA Champions League. Paulinho fez a assistência de Arthur após marcar ele próprio o tento inaugural.

Paulinho também marcou um dos golos do Braga num empate 3-3, em casa, diante do Wolves na fase de grupos da UEFA Europa League 2019/20.

Fábio Vieira fez 76 jogos pela equipa principal do Porto, tendo marcado dez golos e feito 18 assistências em três épocas (2019/20–2021/22), antes de rumar ao Arsenal no Verão passado. Durante esse período defrontou sete vezes o Sporting, contra o qual tem um registo de 3V 3E 1D, tendo marcado um golo a Antonio Adán e feito uma assistência no empate 2-2, em casa, num jogo da Liga portuguesa disputado em Fevereiro de 2022.

Takehiro Tomiyasu (Arsenal) e Hidemasa Morita (Sporting) são colegas de selecção no Japão, tal como Fatawu Issahaku (Sporting) e Thomas Partey (Arsenal) no Gana Ghana. Estes quatro jogadores integraram os convocados das respectivas equipas para o Campeonato do Mundo da FIFA de 2022.

O Arsenal manteve a vantagem de cinco pontos no topo da Premier League com uma vitória por 3-0 sobre o Fulham no domingo, enquanto o Sporting somou a quarta vitória consecutiva na Liga portuguesa, derrotando o Boavista, por 3-0, em Lisboa.

Desempate por grandes penalidades

O registo do Arsenal em desempates da UEFA é de V2 D2:
4-5 frente ao Valência, final da Taça dos Vencedores das Taças de 1979/80
3-2 frente à Sampdória, meias-finais da Taça dos Vencedores das Taças de 1994/95
1-4 frente ao Galatasaray, final da Taça UEFA de 1999/2000
7-6 frente à Roma Roma, oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2008/09 

O registo do Sporting em desempates da UEFA é de V0 D2:
3-5 frente ao Dínamo Minsk, segunda eliminatória da Taça UEFA de 1984/85 UEFA
3-4 frente ao Nápoles, primeira eliminatória da Taça UEFA de 1989/90 UEFA