O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Júlio César recria as melhores defesas da Europa League

O antigo guarda-redes Júlio César volta a calçar as luvas para recriar algumas das grandes defesas da história da UEFA Europa League. Será que o brasileiro consegue imitar as defesas de Esteban Alvarado, Sergio Romero e Alexander Walke?

MISSION RECREATE - ENTERPRISE Ep. 2
MISSION RECREATE - ENTERPRISE Ep. 2

Júlio César sabe uma coisa ou duas sobre o que é ser guarda-redes.

Neste artigo apresentado pela Enterprise Rent-A-Car, o antigo dono da baliza do Benfica e do Inter tenta imitar algumas das melhores defesas da história da UEFA Europa League e, como descobrimos, pode ter agora 42 anos, mas os instintos de guarda-redes ainda estão no seu melhor.

Numa carreira que durou mais de duas décadas, o brasileiro fez mais de 500 jogos pelos clubes que representou e pela selecção do seu país, com o ponto alto a passar pela medalha de vencedor da UEFA Champions League 2009/10 conquistada ao serviço do Inter, isto para além de passagens pelo Benfica e pelo Flamengo.

"Retirei-me há três anos", disse Júlios César depois de passar com distinção os obstáculos. "O que fizeram comigo?!"

Esteban Alvarado, guarda-redes do AZ
Esteban Alvarado, guarda-redes do AZAFP via Getty Images

Esteban Alvarado (AZ 1-0 Anji, 2013/14)

O guarda-redes costa-riquenho do AZ atirou-se para trás para parar com a mão o cabeceamento de Aleksandr Bukharov, antes de afastar a bola da linha de golo. Foi uma impressionante dupla defesa que recebeu um aceno de apreciação por parte de Júlio César.

Parecia uma defesa pouco ortodoxa para o brasileiro recriar, mas logrou acertar à segunda tentativa.

Sergio Romero voa contra o Midtjylland
Sergio Romero voa contra o MidtjyllandFrontzoneSport via Getty Images

Sergio Romero (Midtjylland 2-1 Man. United, 2015/16)

Júlio César aprova Sergio Romero – "Grande guarda-redes", disse ele sobre o antigo jogador do United – e ficou muito impressionado com a sua força quando mergulhou para a esquerda para desviar um cabeceamento de Paul Onuachu, apesar de ser apanhado em contra-pé.

"Ele colocou muita força na perna e fez uma grande defesa", disse Júlio César, que também ficou impressionado com a forma como o argentino assinou outra defesa logo de seguida. O brasileiro precisou de algumas tentativas para imitar a defesa, mas acertou em cheio.

Alexander Walke durante o embate do Salzburgo ante o Leipzig
Alexander Walke durante o embate do Salzburgo ante o LeipzigBongarts/Getty Images

Alexander Walke (Salzburgo 1-0 Leipzig, 2018/19)

É difícil imaginar como o futuro avançado do Chelsea, Timo Werner, poderia ter rematado de forma mais perfeita, o que tornou a defesa voadora de Walke com uma mão em direcção ao poste mais próximo ainda mais impressionante. "Grande remate, grande defesa", disse Júlio César. "Incrível defesa."

Imitar o esplêndido remate de Werner foi um desafio para a equipa, mas o antigo guarda-redes do Inter conseguiu colocar a mão esquerda no sítio certo quando surgiu a oportunidade.