O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Da Taça UEFA à UEFA Europa League

Acompanhe a evolução da competição que começou como Taça UEFA.

O Sevilha festeja a conquista do troféu pela sexta vez em 2020
O Sevilha festeja a conquista do troféu pela sexta vez em 2020 Getty Images

Lançada em 1971, a Taça UEFA foi apresentada como a terceira competição de clubes da UEFA, depois da Taça dos Clubes Campeões Europeus e da Taça dos Vencedores das Taças.

Criada para substituir a Taça das Cidades com Feira, a Taça UEFA passou a estar sob a égide do organismo máximo do futebol europeu de forma a padronizar regulamentos, arbitragem e questões disciplinares.

Taça UEFA

Alan Mullery marca ao Wolverhampton na segunda mão da primeira final da Taça UEFA
Alan Mullery marca ao Wolverhampton na segunda mão da primeira final da Taça UEFAPopperfoto via Getty Images

1971/72
A nova competição, composta por 64 equipas apuradas por via do mérito desportivo, congrega os clubes mais bem classificados dos respectivos campeonatos que não se tenham apurado para outras competições europeias. A Taça UEFA começa por ser uma prova a eliminar, com rondas a duas mãos, na qual as equipas têm de ultrapassar cinco eliminatórias para atingirem a final, também disputada a duas mãos. O Tottenham Hotspur, de Inglaterra, é o vencedor da primeira edição e na final bate os também ingleses do Wolverhampton Wanderers, por 3-2, no total das duas mãos, em Maio de 1972.

1997/98
O formato da competição mantém-se, mas a final deixa de ser disputada a duas mãos para passar a ser decidida num só jogo, disputado em campo neutro. O primeiro vencedor desta nova versão é o Inter e, na final jogada em Paris, vence outra equipa italiana, a Lázio, por 3-0.

Resumo da final de 2000: Turcos do Galatasaray fazem a festa

1999/2000
A competição é alargada para incorporar uma pré-eliminatória extra, com a participação de um total de 142 equipas, provenientes de 49 federações-membro da UEFA. Nos participantes passaram a estar incluídos os vencedores das Taças dos respectivos países, na sequência da extinção da Taça dos Vencedores das Taças, em 1998/99, bem como 24 equipas provenientes da UEFA Champions League – 16 vindas das pré-eliminatórias e oito vindas da primeira fase de grupos.

Duas das equipas oriundas dessa primeira fase de grupos da Champions League, Galatasaray e Arsenal, acabaram por chegar à final desta edição da Taça UEFA, em Copenhaga, com a formação turca a vencer por 4-1 no desempate por penáltis, depois de um empate a zero ao fim de 120 minutos.

2004/05
Um novo formato é introduzido, o qual inclui uma segunda pré-eliminatória, mas a principal alteração é a introdução de uma fase de grupos, a seguir à primeira eliminatória. Oito grupos de cinco equipas são formados, com cada equipa a disputar dois jogos em casa e dois fora, defrontando por uma vez cada um dos outros quatro emblemas que compõem o seu grupo. Os três primeiros classificados de cada grupo seguem para os 16 avos-de-final, disputados a duas mãos, aos quais se juntam oito equipas provenientes da fase de grupos da Champions League. O primeiro vencedor deste formato foi o CSKA Moscovo, que se tornou na primeira formação da Rússia a conquistar uma prova de clubes da UEFA ao bater o Sporting CP por 3-1, apesar de o encontro ter sido disputado no recinto dos "leões", o Estádio José Alvalade, que antes do início daquela edição da prova tinha sido designado como palco neutro da final.

26 de Setembro de 2008
Depois de uma reunião em Bordéus, o Comité Executivo da UEFA anuncia que a Taça UEFA vai passar a denominar-se UEFA Europa League a partir da temporada de 2009/10, com um novo formato, mais semelhante ao da Champions League.

UEFA EUROPA LEAGUE

A caminhada do Atlético para a glória na Europa League em 2010

2009/10
Um total de 192 equipas, provenientes de 53 federações-membro da UEFA, participam na edição inaugural da Europa League, com um máximo de quatro equipas por país. Três pré-eliminatórias e um "play-off" antecedem uma fase de grupos composta por 48 equipas divididas em 12 grupos de quatro, com as equipas a defrontarem uma vez em casa e outra fora cada um os outros três emblemas que compõem o seu grupo. Os 12 vencedores de cada grupo seguem em frente para os 16 avos-de-final juntamente com os 12 segundos classificados, juntando-se-lhes os oito terceiros classificados da fase de grupos da Champions League.

Quatro eliminatórias a duas mãos na fase a eliminar, após a fase de grupos, culminaram numa final, a uma só mão, na qual os espanhóis do Atlético de Madrid bateram os ingleses do Fulham por 2-1 após prolongamento, em Hamburgo.

2014/15
O vencedor da Europa League passa a qualificar-se automaticamente para a dição seguinte da Champions League – assim, o Sevilha, vencedor da prova nesta edição, garantiu uma vaga na Champions League de 2015/16.

2019/20
Como resultado de uma suspensão temporária do futebol europeu durante a pandemia da COVID-19, a temporada desta edição da Europa League é concluída com uma "final a oito" disputada na Alemanha. As equipas defrontaram-se em embates a eliminar a uma só mão, com o Sevilha a bater o Inter por 3-2 no jogo decisivo, em Colónia, erguendo assim o troféu pela sexta vez desde 2006.