Lacazette ansioso por colocar Lyon na ribalta

O Lyonenfrentauma tarefa árduapara inverter a derrota em casa por 1-0 ante a Juventus, mas Alexandre Lacazette promete: "Estamos determinados a fazê-lo."

Alexandre Lacazette num lance com Andrea Pirlo, da Juventus
Alexandre Lacazette num lance com Andrea Pirlo, da Juventus ©AFP/Getty Images

Pode parecer que a Juventus já tem um pé nas meias-finais da UEFA Europa League, mas o Olympique Lyonnais ainda acredita ter ferramentas para derrubar o rival italiano  e o jovem avançado Alexandre Lacazette tem vontade de impressionar.

Os "bianconeri" conseguiram, na passada quinta-feira, um triunfo perto do fim, por 1-0, no Stade de Gerland e deram mais um passo rumo ao sonho de disputarem a final da UEFA Europa League no seu estádio. Leonardo Bonucci fez a diferença a cinco minutos do fim e, com o Lyon a mostrar-se competitivo até então, Lacazette não mostra menos vontade de jogar a partida decisiva, no dia 14 de Maio, em Turim.

"Foi uma pena não termos conseguido terminar sem sofrer golos", disse o jogador de 22 anos, poupado de início na vitória do Lyon, por 2-1, no domingo, no terreno do Valenciennes FC. "Contudo, sabemos que temos de marcar lá e estamos determinados a fazê-lo porque queremos voltar ao Estádio da Juventus [para disputar a final]."

Lacazette está também ansioso por mostrar à Juve e aos seus adeptos do que é capaz, isto depois de recentemente ter expressado o desejo de continuar a florescente carreira ao serviço do líder da Serie A. "Dada a sua história, a Juve é um dos maiores clubes da Europa", explicou o jogador nascido em Lyon e formado no OL, como já acontecera com os antigos internacionais de França, Bernard Lacombe e Sylvain Wiltord. "Estaria a mentir se dissesse não. Tal como toda a gente, sinto-me tentado com a ideia de experimentar um grande clube no estrangeiro."

A atracção pode muito bem ser mútua e o técnico "bianconeri", Antonio Conte, citou Lacazette como uma das maiores ameaças do clube francês na primeira mão, tal como Bafétimbi Gomis. O nº10 do Lyon esforçou-se por causar problemas aos homens de Conte no Stade de Gerland, tendo marcado 14 golos em 30 partidas na presente Ligue 1, enquanto na UEFA Europa League fez golos ao FC Chornomorets Odesa e ao FC Viktoria Plzeň. Na verdade, nenhum jogador na competição tem mais remates à baliza.

Uma excelente exibição contra a Juventus pode também ajudar Lacazette a voltar ao radar do seleccionador da França, Didier Deschamps, antes do Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil. O veloz atacante, que pode jogar tanto no centro como à direita, foi presença habitual nas selecções jovens do seu país e marcou o golo da vitória na final do Campeonato da Europa de Sub-19, em 2010.

As suas primeiras duas internacionalizações seniores ocorreram contra o Brasil e o Uruguai na digressão efectuada pelos "bleus" na América do Sul, no Verão passado, mas não voltou a actuar desde então. "Não fiz bons jogos, reconheço-o", disse. "Mas não desisti e espero convencer [Deschamps] a mudar de opinião."