O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Derrota não abala orgulho do Stjarnan

Jogadores, dirigentes e até membros do governo elogiaram o Stjarnan e nem a derrota com o Inter abalou o orgulho pela fantástica campanha até agora.

Os adeptos do Stjarnan desfrutam da excelente campanha europeia da equipa
Os adeptos do Stjarnan desfrutam da excelente campanha europeia da equipa ©Eva Björk

A temporada de estreia do Stjarnan nas competições europeias de clubes atingiu proporções que poucos esperavam e teve na noite desta quarta-feira mais um ponto alto, com a visita à Islândia do FC Inernazionale Milano, três vezes campeão europeu, para a primeira mão do "play-off" da UEFA Europa League.

Depois de superar três pré-eliminatórias para chegar a esta fase da prova, o Stjarnan acabou derrotado por 3-0 pelo Inter, mas o resultado não abateu o orgulho do conjunto, ansioso por visitar San Siro na próxima semana, e os elogios à fantástica campanha da turma islandesa, que superou já todas as expectativas, surgem de todos os quadrantes.

Rúnar Páll Sigmundsson, treinador do Stjarnan
Os meus rapazes estiveram bem, fizeram o que tínhamos planeado e mostraram-se disciplinados na defesa. Sabíamos que íamos ser submetidos a uma intensa pressão ao longo de todo o encontro e tentámos travar a avalanche ofensiva do adversário, mas eles acabaram por marcar. Agora vamos a Itália dar o nosso melhor. Será uma grande aventura jogar num estádio como aquele.

Hördur Arnason tenta travar Rubén Botta
Hördur Arnason tenta travar Rubén Botta©AFP/Getty Images

Atli Jóhannesson, médio do Stjarnan 
Tentámos fazer-lhes frente e eles foram felizes na obtenção do primeiro golo. Depois o segundo golo afectou-nos um pouco, mas creio que o 3-0 foi um castigo demasiado pesado para nós. Ainda assim, quero deixar uma palavra de apreço para os nossos adeptos e agradecer o seu apoio.

Bjarni Benediktsson, antigo defesa do Stjarnan e actual ministro das Finanças e Economia da Islândia
Tratou-se de uma grande ocasião para todos os adeptos do Stjarnan. Naturalmente, a outra equipa foi bem melhor, mas os nossos rapazes mostraram o seu valor. Gostava de ir ver o jogo a San Siro, onde os jogadores do Stjarnan vão entrar em campo sem qualquer pressão, o que poderá permitir que ataquem um pouco mais e desfrutem do seu futebol.

Almar Gudmundsson, presidente do Stjarnan
Estou muito orgulhoso por termos lotado todos os lugares do maior estádio da Islândia. Vimos mesmo elementos de outros clubes do nosso país a apoiarem o Stjarnan. A empatia foi fantástica. E deu para perceber que ainda estamos longe dos grandes clubes como o Inter, mas talvez não tão longe como pensávamos.

O Stjarnan deu tudo para estar à altura do Inter
O Stjarnan deu tudo para estar à altura do Inter©AFP/Getty Images

Karl Birgisson, membro do clube de fãs do Stjarnan
Queríamos simplesmente apoiar a nossa equipa e creio que nem a nossa selecção nacional costuma ter, normalmente, tanto apoio. Foi praticamente feriado em Gardabær [cidade de origem do Stjarnan] e todos planearam o dia de forma a desfrutarem ao máximo deste jogo. Só se ouvia falar do jogo e penso que o apoio ultrapassou mesmo o âmbito do clube.