Terceira jornada da UEFA Europa League aproxima-se

Um trio italiano, uma dupla dinâmica e uma equipa polaca a sonhar jogar a final em casa entram só com vitórias numa terceira jornada em que velhas amizades serão postas de lado.

Seis pontos, seis golos marcados e nenhum sofrido; a Fiorentina tem brilhado neste arranque da fase de grupos
Seis pontos, seis golos marcados e nenhum sofrido; a Fiorentina tem brilhado neste arranque da fase de grupos ©Getty Images

À entrada para a terceira jornada da fase de grupos da UEFA Europa League, são seis as equipas que somaram duas vitórias nos dois primeiros jogos, enquanto sete - entre elas o Rio Ave FC - não conseguiram melhor do que duas derrotas.

Entre as formações 100 por cento vitoriosas até ao momento estão as três equipas da Serie A em prova: FC Internazionale Milano, ACF Fiorentina e SSC Napoli - sendo que Inter e Fiorentina ainda não sofreram sequer qualquer golo. Os russos do FC Dinamo Moskva e os ucranianos do FC Dynamo Kyiv têm igualmente duas vitórias, mas talvez a equipa mais surpreendente deste lote seja mesmo o Legia Warszawa, que ainda não perdeu qualquer ponto e que se prepara agora para enfrentar o FC Metalist Kharkiv depois de dois triunfos por 1-0. A formação polaca perdeu os seus cinco primeiros jogos na fase de grupos na temporada passada, mas desta feita tem dado bem melhor conta de si, talvez motivada pela perspectiva de poder jogar a final em Varsóvia.

Em claro contraste, para além do Rio Ave também HJK Helsinki, FC Astra Giurgiu, ŠK Slovan Bratislava, FC Dinamo Minsk, Metalist e Panathinaikos FC estão a precisar urgentemente de pontos. A formação grega encontra-se surpreendentemente no último lugar do Grupo E - do qual faz parte o Estoril Praia - e vai agora ter pela frente dois jogos com o PSV Eindhoven, único clube a ter marcado presença em todas as edições da UEFA Europa League disputadas até à data. Contará, ainda assim, com a ajuda do avançado sueco Marcus Berg, que representou o PSV em 2010-11.

Outro embate muito esperado é o frente-a-frente entre Slovan e AC Sparta Praha. Uma das três equipas desta fase de grupos a ter mudado de treinador desde a realização da segunda jornada, a turma eslovaca substituiu František Straka por Jozef Chovanec, antigo jogador do Sparta, que vai encontrar ao leme do seu antigo clube Vitězslav Lavička, ao lado de quem se sagrou por duas vezes campeão da Checoslováquia na década de 1980. "Vai ser um derby federal, fantástico para os adeptos", salientou Chovanec, de 54 anos. "Passei muitos anos no Sparta, por isso estou ansioso por disputar estes jogos".

Tal como sucede na UEFA Champions League, as equipas que jogam em casa nesta terceira jornada, a 23 de Outubro, visitarão o terreno do mesmo adversário na quarta jornada, a 6 de Novembro.