"Play-off" da Europa League em análise

Reedições, reencontros e desforras estão em cima da mesa no "play-off" da UEFA Europa League, com o UEFA.com a destacar os factos mais interessantes dos 22 embates.

UEFA Europa League: Sorteio do "play-off" ©Getty Images for UEFA

Resultados completos do sorteio

SCR Altach (AUT) - CF Os Belenenses (POR)
Depois de ter afastado o IFK Goteborg, em adiantada fase de preparação na época, na terceira pré-eliminatória, o Belenenses terá agora pela frente os austríacos do Altach, estreantes na competição que deixaram pelo caminho o Vitória SC, compatriota dos azuis do Restelo na Liga portuguesa, com duas vitórias. Conseguido o feito de voltar a ultrapassar uma ronda europeia pela primeira vez em 27 anos, o Belenenses aponta agora a outro feito histórico: debutar numa fase de grupos de uma prova da UEFA.

Steaua Bucureşti (ROU) - Rosenborg (NOR)
Os clubes defrontaram-se há dez anos, na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League. Mirel Rădoi – actual treinador do Steaua – marcou no empate a um golo na Roménia, o mesmo acontecendo no jogo na Noruega, desta vez nas duas balizas, com o Rosenborg a vencer por 3-2 para seguir em frente. A formação norueguesa chegou a ter três golos de vantagem, graças a Jan Gunnar Solli, Alexander Ødegaard e o autogolo de Rădoi, antes de o capitão de equipa romeno reduzir a diferença e Victoraş Iacob deixar o resultado mais equilibrado.

FC Thun (SUI) - Sparta Praha (CZE)
As duas equipas encontraram-se na fase de grupos da edição 2005/06 da UEFA Champions League. O jogo em Praga, a 7 de Dezembro de 2005, terminou empatado a zero, mas o Thun tinha ganho a primeira volta, por 1-0, com o golo de Selver Hodzic, aos 89 minutos, a valer ao conjunto suíço os primeiros pontos de sempre na fase de grupos da competição.

Girondins de Bordeaux (FRA) - Kairat Almaty (KAZ)
O Kairat percorreu 5500 quilómetros até Aberdeen – a maior distância alguma vez percorrida num jogo das competições de clubes da UEFA – antes de selar o apuramento para o "play-off" com um empate a um na Escócia, seguindo em frente com um resultado total de 3-2. No entanto, o embate do Bordéus com a formação cazaque vai permitir bater esse recorde – com 5947 quilómetros a separarem os dois clubes.

Odds BK (NOR) - Borussia Dortmund (GER)
O Dortmund defrontou adversários noruegueses duas vezes nas competições europeias, e ainda não perdeu no país nórdico. Venceu por 4-2 fora e por 3-1 em casa frente ao Lyn, na edição 1963/64 da Taça dos Clubes Campeões Europeus, enquanto Sergej Barbarez e  Jürgen Kohler facturaram no empate a dois em Trondheim, diante do Rosenborg, na primeira fase de grupos da edição 1999/2000 da UEFA Champions League. No entanto, a formação da Bundesliga sofreu uma pesada derrota caseira no segundo jogo, por 3-0.

Slovan Liberec (CZE) - Hajduk Split (CRO)
O emblema croata está de regresso ao país onde foi nasceu. O clube foi fundado em Praga, em 1911, por um grupo de estudantes de Split. Os adeptos terão a oportunidade de se deslocarem até ao bar U Fleků, onde uma placa assinala a ocasião histórica.

Zorya Luhansk (UKR) - Legia Warszawa (POL)
A equipa polaca começa a ser um visitante regular da Ucrânia. Enfrentou o Metalist Kharkiv na fase de grupos da época passada, com Ondrej Duda a apontar o único golo do Legia no jogo fora, enquanto voltou a marcar – com Marek Saganowski – no triunfo por 2-1 na segunda partida. Os dois jogadores continuam na formação de Varsóvia.

Southampton (ENG) - Midtjylland (DEN)
Os pupilos de Ronald Koeman (entre os quais os portugueses Cédric e José Fonte), na sua primeira campanha europeia nos últimos 12 anos, vão ter pela frente o campeão dinamarquês. O seu plantel conta com um antigo jogador dos "saints", o internacional finlandês Tim Sparv, que fez parte da equipa que atingiu a final da Taça de Inglaterra Jovem em 2005 – onde também participaram Theo Walcott e Adam Lallana.

Milsami Orhei (MDA) - Saint-Étienne (FRA)
O conjunto moldavo tem de exorcizar os demónios de 2013/14, altura em que foi eliminado pelos "verdes" na terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League, com um resultado total de 6-0. Os dois jogos terminaram com desaires por 3-0, com o avançado brasileiro Brandão a marcar três golos na eliminatória.

Astra Giurgiu (ROU) - AZ Alkmaar (NED)
O AZ vai defrontar um adversário romeno pela primeira vez nas competições da UEFA, enquanto o Astra nunca encontrou um oponente holandês. O Astra está no "play-off" pela terceira temporada consecutiva, sendo que chegou à fase de grupos na edição anterior.

Rabotnicki (MKD) - Rubin Kazan (RUS)
O Rabotnicki torna-se na primeira equipa da macedónia a alcançar a fase de grupos de uma competição europeia se conseguir afastar o adversário russo. O clube já esteve no "play-off", mas foi uma experiência devastadora. Foi eliminado pela Lázio em 2011/12, com um resultado total de 9-1.