Southampton: berço de estrelas

O Southampton vai disputar o seu primeiro jogo europeu em 12 anos mas essa ausência não o impediu de oferecer ao mundo do futebol nomes como Gareth Bale ou Theo Walcott, entre outros.

Highlights: Southampton graduates

O Southampton vai, quinta-feira, disputar o seu primeiro encontro europeu em 12 ano, quando medir forças com o Vitesse na terceira pré-eliminatória da UEFA Europa League.

Desde essa última presença na Europa, em 2003/04, os "saints" chegaram já a descer ao terceiro escalão do futebol inglês, mas o sétimo lugar alcançado na Premier League na última temporada foi a sua melhor classificação das últimas 15 temporadas. Porém, mesmo nesse período de menor fulgor o clube não deixou de oferecer ao mundo alguns dos grandes talentos do futebol actual...

Gareth Bale
No Southampton: 1999–2007
Clube actual: Real Madrid

Natural de Cardiff, Bale foi descoberto pelo Southampton quando tinha dez anos e estreou-se pela equipa principal do clube aos 16, em 2006, no segundo escalão, frente ao Millwall. Depressa deu nas vistas e rumou ao Tottenham em 2007. Começou, aí, por actuar como lateral-esquerda, mas foi quando começou a jogar mais à frente no terreno que se afirmou em definitivo, ficando na memória um bis apontado ao Internazionale Milano. Mudou-se para o Real Madrid em 2013, onde logo na primeira temporada conquistou UEFA Champions League, e é hoje um jogador de topo mundial.

Calum Chambers disputa um lance com o futuro colega Olivier Giroud
Calum Chambers disputa um lance com o futuro colega Olivier Giroud©AFP/Getty Images

Calum Chambers
No Southampton: 2002–2014
Clube actual: Arsenal

Ao contrário de Bale, Chambers nasceu relativamente perto de Southampton, clube que integrou desde os sete anos. Uma década depois chegou à equipa principal, depois de actuar pelas várias selecções jovens de Inglaterra. Em 2013/14 o defesa foi presença regular na Premier League pelo Southampton e, em Julho de 2014 foi contratado pelo Arsenal. Pouco tempo depois estreou-se pela selecção principal inglesa.

Alex Oxlade-Chamberlain com as cores do Southampton
Alex Oxlade-Chamberlain com as cores do Southampton©Getty Images

Alex Oxlade-Chamberlain
No Southampton: 2000–2011
Clube actual: Arsenal

Outro jogador do condado do Hampshire que chegou ao  Southampton com apenas sete anos, filho do antigo internacional inglês Mark Chamberlain, Alex estreou-se na equipa principal aos 16 anos, não tardando a afirmar-se como habitual titular numa altura em que o clube militava no terceiro escalão, em 2010/11. Rumou ao Arsenal no final dessa época e tornou-se no mais jovem futebolista inglês a marcar um golo na UEFA Champions League.

Adam Lallana ajudou o Southampton a subir duas vezes de escalão
Adam Lallana ajudou o Southampton a subir duas vezes de escalão©AFP/Getty Images

Adam Lallana
No Southampton: 2000–2014
Clube actual: Liverpool

Lallana tinha já 12 anos quando se mudou do vizinho AFC Bournemouth para o Southampton, em 2000. Chegou à primeira equipa em 2006 e, na temporada de 2009/10, tornou-se no primeiro jogador do clube a atingir as duas dezenas de golos numa só época desde Matthew Le Tissier, em 1994/95. Ajudou os "saints" a subirem do terceiro ao primeiro escalão e de imediato deu cartas na Premier League. Integrou a selecção de Inglaterra no Mundial de 2014, mudando-se de seguida para o Liverpool.

Theo Walcott: o mais jovem jogador de sempre a representar o Southampton
Theo Walcott: o mais jovem jogador de sempre a representar o Southampton©Getty Images

Theo Walcott
No Southampton: 2000–2006
Clube actual: Arsenal

Depois de rejeitar o Chelsea para ir para o Southampton quando tinha 11 anos, Walcott viveu uma ascensão ainda mais meteórica do que Bale, Chambers, Oxlade-Chamberlain ou Lallana. Com 16 anos e 143 dias, tornou-se no mais jovem jogador de sempre a actuar pela equipa principal do Southampton e, pouco depois, o Arsenal garantiu a sua contratação. Foi surpreendentemente incluído na convocatória da selecção principal de Inglaterra para o Mundial de 2006 e, a 30 de Maio desse ano, tornou-se no internacional inglês mais jovem de sempre.