Quagliarella encantado com o regresso ao Torino

Fabio Quagliarella regressou à origem ao trocar a Juventus pelo Torino, o seu primeiro clube. "Estou ansioso por este novo capítulo como jogador do Toro", afirmou.

Fabio Quagliarella (à direita) num jogo frente ao Torino, o clube onde vai regressar mais uma vez
Fabio Quagliarella (à direita) num jogo frente ao Torino, o clube onde vai regressar mais uma vez ©Getty Images

Fabio Quagliarella está animado por um "novo começo no Torino" depois de deixar a Juventus para assinar pelo clube rival numa transferência que envolveu 3,5 milhões de euros. "Estou ansioso por este novo capítulo como jogador do Toro", afirmou o internacional italiano que assinou um contrato por três épocas.

Natural de Castellammare di Stabia, perto de Nápoles, Quagliarella tinha apenas 14 anos quando assinou pelo Torino FC, em 1997. Dois anos depois assinou o primeiro contrato profissional com o clube do Piemonte, fazendo a estreia na Serie A em Maio de 2000 num triunfo, por 2-1, sobre o Piacenza FC.

O clube não evitou a despromoção nessa época, mas conseguiu regressar ao escalão principal em 2001/02. Quagliarella não se conseguiu afirmar na equipa e foi emprestado à ACF Fiorentina e ao SS Chieti.

Regressou ao Torino antes da época de 2004/05 e ajudou o clube "granata", que tinha voltado a descer de divisão em 2002/03, a regressar ao convívio dos grandes de Itália através do "play-off" da Serie B, tendo apontado sete golos em 34 jogos. O Torino entrou em falência e o avançado foi obrigado a procurar um novo destino para a sua carreira.

Representou Ascoli Calcio, UC Sampdoria, Udinese Calcio e SSC Napoli, ganhando reputação pelos golos espetaculares, especialmente de longa distância, e em 2007 foi recompensado por Roberto Donadoni com a primeira de 24 internacionalizações por Itália. Em Fevereiro de 2008 apontou o golo 1.200 da "squadra azzurra", apenas dez segundos depois de entrar em campo num encontro particular com Portugal.

Esteve presente no UEFA EURO 2008 e no Campeonato do Mundo de 2010, tendo assinado pela Juventus após a competição disputada na África do Sul. Marcou 23 golos em 84 jogos e ajudou o gigante de Turim a conquistar três "scudettos", conseguindo também fazer seis golos nas duas últimas campanhas na UEFA Champions League, apesar da concorrência de Fernando Llorente e Carlos Tévez.

O avançado de 31 anos vai agora regressar à origem ao assinar pelo Torino, onde vai tentar fazer esquecer Ciro Immobile, o melhor marcador da época passada da Serie A, com 22 golos, que foi contratado pelo Borussia Dortmund no início de Junho. O treinador Giampiero Ventura é conhecido pela filosofia atacante, pelo que este pode ser o local ideal para Quagliarella relançar a carreira.