Salah tem tudo no Basileia... ou quase

Descrito como "bailarina" pela comunicação social de Inglaterra, o valor do passe de Moahamed Salah, do Basileia, "poderia ter mais um zero" se conseguisse ser mais assertivo com a baliza.

Mohamed Salah tem estado em excelente forma no Basileia
Mohamed Salah tem estado em excelente forma no Basileia ©Getty Images

Embora ainda não se tenha afirmado completamente na presente edição da UEFA Europa League, o extremo-direito Mohamed Salah continua a impressionar no FC Basel 1893.

O Basileia surpreendeu na semana passada com o empate 2-2 frente ao Tottenham Hotspur FC, mas foi Salah quem esteve debaixo de olho na equipa que jogou em White Hart Lane. Impulsionado pelo desempenho do internacional do Egipto, o Basileia posiciona-se como candidato sério a eliminar o Tottenham e chegar à meia-final.

Salah driblou, passou e bailou numa exibição que lhe valeu o reconhecimento no relvado do clube do norte de Londres, na quinta-feira passada. Brad Friedel, guarda-redes dos “spurs”, não deixou de elogiar o prodígio de 20 anos, chegado ao Basileia proveniente do Arab Contractors SC no Verão passado. "Ele esteve em grande", disse o internacional dos Estados Unidos.  

Yann Sommer, guarda-redes da equipa suíça, fez também elogios ao colega. “O Tottenham não foi capaz de o parar”, disse. Na verdade, nem William Gallas nem Benoît Assou-Ekotto foram capazes de o travar, facto que lhe valeu ter sido descrito como uma "bailarina" pela comunicação social inglesa, devido à forma como deu um nó aos anfitriões.

“Se o Mohamed também fizesse golos já não estaria aqui”, disse o treinador do Basileia, Murat Yakin. “Ou talvez nem tivesse vindo.” O presidente do clube, Bernhard Heusler, acrescentou: “Se fosse mais cirúrgico o seu valor iria ter mais um zero.”

Ao que parece, Salah está ciente da situação, mas continua calmo. “Por vezes a bola, por mais que eu tente, parece não querer entrar”, disse. “Como equipa estamos numa boa fase e com a oportunidade de atingir as meias-finais e isso é o mais importante. Num prazo de cinco anos talvez eu seja capaz de aproveitar essas oportunidades e marcar golos.” Se Salah conseguir encontrar mais cedo o caminho dos golos talvez a aventura europeia do Basileia se possa estender além do reencontro com o Tottenham, na próxima quinta-feira, no St. Jakob-Park.