Regresso ao Jogo: a UEFA está a preparar-se para o regresso seguro das suas competições de elite.
Saiba mais >
 

Petković: A paixão que move a Lázio

Houve estranheza quando a Lázio escolheu Vladimir Petković, mas a adaptação ficou clara com a explicação do treinador: "Deixei a minha mulher para trás e não vou ter distracções."

Vladimir Petković festeja após a triunfo da Lázio no derby romano, por 3-2, em Novembro
Vladimir Petković festeja após a triunfo da Lázio no derby romano, por 3-2, em Novembro ©Getty Images

Os adeptos da S.S. Lazio estão acostumados a declarações estranhas por parte dos elementos mais destacados da hierarquia do clube. Ficou óbvio que o treinador Vladimir Petković se ia encaixar na perfeição quando disse: "Deixei a minha mulher na Suíça, por isso não vou ter distracções."

Foram levantadas dúvidas quando os "biancocelesti" garantiram os serviços do técnico nascido na Bósnia e Herzegovina, visto ser relativamente desconhecido em Itália. Do currículo de Petković fazem parte passagens por AC Bellinzona, BSC Young Boys e Samsunspor, entre outros, sem nunca ter ganho qualquer título.

No entanto, o treinador de 49 anos aperfeiçoou o seu jogo e tácticas, mesmo que a abordagem global continue a mesma. "O nosso objectivo é dominar o adversário. Adoro ganhar e o meu entusiasmo vem do coração" , disse na sua primeira conferência de imprensa em Itália.

O método já teve a sua recompensa. A Lázio aguarda com expectativa pela final da Taça de Itália e ainda luta por um lugar de acesso à UEFA Champions League na Serie A. No entanto, a UEFA Europa League talvez esteja a ser o seu maior feito, onde ainda não perdeu esta época, ao fim de 12 jogos.

Petković acredita que o 13º jogo na competição, frente ao Fenerbahçe SK, não vai ser sinal de azar. "Em três jogos, ao serviço de Young Boys e Samsunspor, empatei dois e ganhei um", atirou.

Petković ficaria satisfeito com a repetição de algum desses resultados, na tentativa de apurar a Lázio para as meias-finais de uma competição europeia pela primeira vez desde 2002/03. Uma vez que possui a equipa mais concretizadora em prova, tem motivos para estar confiante.

Topo