Shukurov quer ajudar o Neftçi a surpreender o Inter

Após ter marcado Cristiano Ronaldo na selecção, Mahir Shukurov quer agora causar surpresa quando o Neftçi defrontar o ilustre Inter, campeão europeu em 2010, no Azerbaijão.

Mahir Shukurov quer ajudar o Neftçi a surpreender o Inter
Mahir Shukurov quer ajudar o Neftçi a surpreender o Inter ©Getty Images

A recepção ao FC Internazionale Milano é o jogo mais importante dos últimos anos para o Neftçi PFK, mas o defesa Makhir Shukurov garante que "só pensa em vencer".

A equipa do Azerbaijão iniciou a participação no Grupo H com um moralizador nulo frente ao FK Partizan e, embora a visita do clube campeão da Europa em 2010 pareça um obstáculo temível, Shukurov considera que a sua equipa poderá dar luta. "Este é um clube que não precisa de apresentações", explicou o jogador, de 30 anos, ao UEFA.com. "O futebol azeri só é conhecido por causa do Neftçi mas, mesmo assim, poucos acreditavam que conseguíssemos atingir a fase de grupos da UEFA Europa League."

O Neftçi reagiu bem à derrota com o Hapoel Kiryat Shmona FC na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League e superou o APOEL FC, por um total de 4-2, no “play-off” da UEFA Europa League. E Shukurov alerta que a equipa de Boyukagha Hajiyev está moralizada. "Depois da eliminação da UEFA Champions League, muitos deixaram de acreditar em nós, mas conseguimos superar um adversário forte como o APOEL e garantimos o apuramento", recordou. “Estou feliz por o Neftçi ser o primeiro clube azeri a chegar a uma fase de grupos.”

O defesa deixou o Neftçi em 2007 e passou por FK Inter Baki, FC Anji Makhachkala e FC Gabala, antes de regressar ao seu país, e ao Neftçi, no Verão passado. O sucesso tem sido tão grande que o jogador não se arrepende da opção tomada e acredita que a experiência recente vivida na selecção nacional pode vir a ser útil na recepção ao Inter.

"Quase todos os nossos jogadores têm muita experiência", destacou Shukurov. "Recentemente tive oportunidade de marcar o Cristiano Ronaldo ao serviço da selecção. Consegui travá-lo? Será que é possível? Ronaldo e Lionel Messi são dois dos melhores jogadores do mundo e tentei apenas dar o meu melhor.”