O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Falcao garante registo perfeito

PFC CSKA Sofia 0-1 FC Porto
Os "dragões" somaram a segunda vitória em outras tantas jornadas do Grupo L, com Falcao a resolver em Sófia.

Falcao festeja o seu golo em Sófia
Falcao festeja o seu golo em Sófia ©Getty Images

O FC Porto somou a segunda vitória em outras tantas jornadas do Grupo L da UEFA Europa League, com um golo madrugador de Falcao a ser suficiente para bater fora o PFC CSKA Sofia, por 1-0.

Embalado pela série de dez vitórias consecutivas na presente temporada, o FC Porto apresentou-se em Sófia com algumas alterações na equipa titular, com destaque para a titularidade de Souza e Cristián Rodríguez. Os "dragões" assumiram o controlo do jogo e foram sempre a equipa mais perigosa na primeira parte, com o 1-0 a surgir aos 16 minutos. Hulk desmarcou Falcao e este iludiu a armadilha do fora-de-jogo, antes de bater com classe o guarda-redes Raïs M'Bolhi.

O golo não alterou o cariz do jogo, mas foi preciso esperar até ao minuto 41 para se assistir a nova oportunidade de golo, por sinal com os mesmos intervenientes. Alvaro Pereira cruzou da esquerda e colocou a bola em Falcao, que rodou bem antes de desferir um remate com o pé esquerdo que obrigou M'Bolhi a uma defesa apertada. Ainda mais perto do 2-0 ficou Belluschi três minutos volvidos, com o disparo de fora da área do médio argentino a fazer a bola embater com estrondo na trave.

A etapa complementar começou por oferecer mais do mesmo, com Falcao, sempre ele, a rematar ao lado aos 48 minutos, na sequência de um excelente lance individual. A equipa portuguesa parecia ter a partida controlada, mas o CSKA esteve prestes a empatar quatro minutos volvidos. Rumen Trifonov assinou um cruzamento preciso do lado esquerdo, com a falha de marcação da defesa portista a permitir que surgisse Michel livre de marcação, valendo a Helton o facto de o cabeceamento do médio brasileiro ter saído ao lado.

O CSKA parecia querer crescer na partida, mas o FC Porto acertou as marcações e voltou a controlar o encontro, tendo Maicon visto M'Bolhi negar-lhe o golo aos 68 minutos, após um vistoso cabeceamento. Os búlgaros, contudo, não atiravam a toalha ao chão e voltaram a ameaçar o empate aos 71 minutos, com Cillian Sheridan a saltar mais alto no coração da área portista e a cabecear ligeiramente por cima. Rodríguez esteve perto de facturar por duas vezes no mesmo lance aos 81 minutos, mas o triunfo já não escapou aos comandados de André Villas-Boas.

Líder do agrupamento com os mesmos seis pontos que o Beşiktaş JK, o FC Porto visita o terreno dos turcos a 21 de Outubro, o mesmo dia em que SK Rapid Wien e CSKA vão tentar somar os primeiros pontos na prova, na Áustria.