O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Dínamo quer quebrar registo do PSG

O Dínamo está em vantagem antes do jogo da segunda mão dos quartos-de-final da Taça UEFA frente ao PSG, mas tudo permanece em aberto para o clube francês, depois do empate a zero no Parc des Princes.

Ambas as equipas acreditam no apuramento, depois de um empate a zero em Paris
Ambas as equipas acreditam no apuramento, depois de um empate a zero em Paris ©Getty Images

O FC Dynamo Kyiv tem uma ligeira vantagem antes do jogo da segunda mão dos quartos-de-final da Taça UEFA frente ao Paris Saint-Germain FC, mas a equipa francesa sabe que um empate com golos é o suficiente para seguir em frente, depois do empate a zero no Parc des Princes.

1) Retrospectiva

Encontros anteriores:
Paris Saint-Germain FC 0-0 FC Dynamo Kyiv
Primeira mão dos quartos-de-final da edição 2008/09 da Taça UEFA

FC Dynamo Kyiv 1-2 0-1 Paris Saint-Germain FC
Fase de grupos da UEFA Champions League de 1994/95

• O PSG dispôs das melhores ocasiões de golo no jogo da capital francesa, com o médio do Benim, Stéphane Sessegnon, em evidência, mas não conseguiu incomodar verdadeiramente o guardião do Dínamo, Stanislav Bogush, tantas vezes quanto desejaria. Além disso, os franceses foram forçados a permanecer alerta na sua retaguarda, frente a um adversário que se revelou perigoso.

• O PSG e o Dínamo encontraram-se em duas ocasiões antes desta eliminatória, com o PSG, na altura treinado por Luis Fernandez, a suplantar o Dínamo, orientado por József Szabó, na fase de grupos da edição 1994/95 da UEFA Champions League.

• Le Guen alinhou no quarteto defensivo do PSG em ambos os jogos, enquanto o guarda-redes Olexandr Shovkovskiy, na altura com apenas 19 anos, e agora com 34, defendeu a baliza do Dínamo.

Registo do Dínamo frente a clubes franceses: J11 V2 E3 D6
Registo do Dínamo em casa frente a clubes franceses: J5 V1 E2 D2
Registo do PSG frente a clubes ucranianos: J5 V4 E1 D0
Registo do PSG fora de casa frente a clubes ucranianos: J2 V2 E0 D0

• O PSG venceu todos os quatro encontros realizados frente a equipas ucranianas, nos quais apontou oito golos e sofreu apenas um. Esse tento aconteceu em 1994, no reduto do Dínamo.

• O Dínamo não conseguiu vencer nos últimos cinco jogos em casa frente a equipas francesas, desde que derrotou o AS Saint-Etienne por 2-0, na primeira mão dos quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus, no dia 3 de Março de 1976.

• O Dínamo perdeu as suas duas primeiras eliminatórias a duas mãos frente a equipas francesas. Em 1975/76, foi derrotado pelo AS Saint-Etienne nos quartos-de-final da Taça dos Clubes Campeões Europeus e, em 1983/84, ficou-se pela primeira eliminatória da Taça UEFA, tendo sido afastado pelo Stade Lavallois-Mayenne FC.

• Este é o primeiro encontro de Le Guen como treinador frente a um conjunto ucraniano.

• O técnico do Dínamo, Yuri Semin, dirigiu o FC Lokomotiv Moskva quando os russos defrontaram o AS Monaco FC para os oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2003/04. O Lokomotiv venceu por 2-1 em casa, mas foi eliminado devido aos golos marcados fora de casa, uma vez que os monegascos triunfaram por 1-0 no Principado.

• Jérôme Rothen, actualmente no PSG, jogou em ambas as mãos pelo Mónaco, enquanto o seu actual companheiro de equipa no Parc des Princes, Ludovic Giuly, foi suplente não-utilizado na primeira partida.

• Este não é o único duelo franco-ucraniano dos quartos-de-final, uma vez que FC Shakhtar Donetsk e Olympique de Marseille também se defrontarão noutra eliminatória. Os vencedores de ambos os duelos medirão forças, depois, nas meias-finais.

• O defesa senegalês do Dínamo, Pape Diakhaté (AS Nancy-Lorraine, 2001-07) e o dianteiro guineense, Ismaël Bangoura (Le Mans UC 72, 2005-07), já alinharam no futebol francês.

• Bangoura e o médio internacional do Benim do PSG, Stéphane Sessegnon, foram companheiros no Le Mans em 2006/07.

• Bangoura chegou ao Le Mans em 2005, um ano depois de o ponta-de-lança Fabrice Pancrate ter trocado o clube pelo PSG.

• A primeira-ministro da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, expressou a sua gratidão ao Dínamo, ao Shakhtar e ao entretanto eliminado FC Metalist Kharkiv pelas respectivas campanhas, após os três clubes terem marcado presença nos oitavos-de-final, tendo dito que os seus sucessos eram bons prenúncios para que a Ucrânia seja uma boa co-anfitriã do UEFA EURO 2012™.

• O PSG, detentor da Taça da Liga francesa, qualificou-se para os 16 avos-de-final como terceiro classificado do Grupo A da Taça UEFA. Afastou, então, o VfL Wolfsburg, tendo triunfado em casa por 2-0 e na Alemanha por 3-1. Os comandados de Le Guen encontraram mais dificuldades nos oitavos-de-final, pois só afastaram o Sporting de Braga no duelo da segunda mão, em que venceram por 1-0 ao cair do pano, depois de um empate sem golos em Paris.

• Vice-campeão da Premier League ucraniana na época passada, o Dínamo terminou o Grupo C da UEFA Champions League na terceira posição, de onde transitou para os 16 avos-de-final da Taça UEFA. Qualificou-se para os oitavos-de-final após afastar o Valencia CF devido ao maior número de golos marcados fora de casa, ao empatar (1-1) em Kiev e (2-2) no Estádio Mestalla. Depois, o Dínamo superiorizou-se aos compatriotas do Metalist nos golos marcados fora de casa, tendo ganho por 1-0 em Kiev, mas perdido por 3-2 em Kharkov.

• O vencedor desta eliminatória vai defrontar o do jogo dos quartos-de-final entre Shakhtar e Marseille, na meia-final a ser jogada nos dias 30 de Abril e 7 de Maio, alinhando primeiro em casa. O vencedor dessa partida vai ser designado como a equipa visitada na final, a ter lugar no Estádio Şükrü Saracoğlu, em Istanbul, no dia 20 de Maio.

Grandes penalidades:
Dínamo
: O Dínamo venceu o único desempate através da marcação de grandes penalidades a que foi submetido nas competições europeias, batendo o AC Sparta Praha por 3-1, depois de um resultado total de 1-1 na segunda pré-eliminatória da edição 1998/99 da UEFA Champions League.

PSG: Na única eliminatória decidida através da marcação de grandes penalidades a que se sujeitou nas competições europeias, o PSG perdeu por 4-3 frente ao Rangers FC, em casa, na terceira eliminatória da edição 2001/02 da Taça UEFA.

2) Momento de forma

Dínamo: Presente pela primeira vez nos quartos-de-final da Taça UEFA, o Dínamo marcou um golo nos últimos cinco jogos das competições europeias realizados em casa.

Últimos cinco jogos nas competições europeias: EEVDE
Últimos cinco jogos em casa nas competições europeias: EDVEV
Melhor marcador (competições europeias): Artem Kravets (2) e Artem Milevskiy (2)

Últimos cinco jogos nas competições nacionais: VVVVV
Últimos cinco jogos em casa nas competições nacionais: VVVVV
Melhor marcador (Premier League): Olexandr Aliyev, Bangoura (12)

PSG: O PSG afastou o Real Madrid CF na sua única presença anterior nos quartos-de-final da Taça UEFA, na época 1992/93. A equipa de Paris não perde há sete encontros para as competições europeias, desde que, na fase de grupos, foi derrotada pelo FC Schalke 04. O PSG não perde no Parque dos Príncipes para a Taça UEFA há oito jogos, desde que, para a fase de grupos de 2006/07, perdeu por 4-2 com o Hapoel Tel-Aviv FC.

Últimos cinco jogos nas competições europeias: VVEVE
Últimos cinco jogos fora de casa nas competições europeias: VDEVV
Melhor marcador (competições europeias): Péguy Luyindula (6)

Últimos cinco jogos nas competições nacionais: VDDVE
Últimos cinco jogos fora de casa nas competições nacionais: VEVDE
Melhor marcador (Ligue 1): Guillaume Hoarau (16)

Informação disciplinar:
Dínamo: Olexandr Aliyev e Taras Mikhalik cumprirão um jogo de suspensão caso vejam um cartão amarelo.

PSG: Péguy Luyindula está a um cartão amarelo de cumprir um jogo de suspensão.

3) Quem são...

Dínamo

Troféus
• Taça dos Clubes Vencedores das Taças: 1974/75, 1985/86
• Super Taça Europeia: 1975
• Títulos internos: 12 Ligas ucranianas, 9 Taças da Ucrânia, 13 Ligas soviéticas, 9 Taças da União Soviética

Diversos
• Fundado em 1927, o clube discutia palmo a palmo as competições soviéticas com os principais clubes de Moscovo, tendo conquistado um número recorde de 13 campeonatos. Desde a independência, tem dominado o futebol ucraniano, onde já conquistou 12 ligas e nove Taças da Ucrânia.

• Dois jogadores do Dínamo conquistaram o Ballon d’Or enquanto representavam o clube: o primeiro foi, em 1975, Oleg Blokhin e o segundo foi, em 1986, Igor Belanov. Um terceiro, Andriy Shevchenko, conquistou o troféu em 2004, embora tivesse trocado o Dínamo pelo AC Milan em 1999.

• Extremo do Dínamo nos anos 50 e 60, o treinador Valeriy Lobanovskiy conduziu o clube aos seus principais sucessos e a União Soviética à final do Campeonato da Europa de 1988. Após a sua morte, em 2002, o Dínamo rebaptizou o seu estádio em sua honra e erigiu, no exterior, uma estátua representando o técnico para a posteridade.

PSG

Troféus
• Taça dos Clubes Vencedores das Taças: 1995/96
• Taça Intertoto: 2001
• Títulos internos: 2 Ligas francesas, 7 Taças de França

Diversos
• As raízes do PSG remontam à formação, em 1904, do Stade Saint-Germain, tendo o clube actual resultado da fusão, em 1970, com o Paris FC.

• O PSG é uma das duas únicas equipas da Ligue 1 que venceram uma competição europeia. Aconteceu em 1995/96, quando os parisienses conquistaram a Taça dos Clubes Vencedores de Taças, que constituiu o último sucesso dos gauleses nas principais provas de clubes da UEFA.

• Promovido pela última vez à Ligue 1 em 1974, o PSG é o clube que há mais tempo está na Ligue 1. O seu Parque dos Príncipes foi onde a selecção francesa venceu a sua primeira grande competição internacional: o Campeonato da Europa de 1984.