O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Maresca saboreia o momento

O médio italiano do Sevilha elogiou a capacidade de luta da sua equipa e a "enorme" exibição do guarda-redes Andrés Palop, após o triunfo sobre o Espanhol na final da Taça UEFA.

O médio italiano do Sevilla FC, Enzo Maresca, elogiou a capacidade de luta da sua equipa e a "enorme" exibição do guarda-redes Andrés Palop, depois de o clube da Andaluzia ter revalidado o título da Taça UEFA com uma vitória por 3-1 no desempate por grandes penalidades contra o RCD Espanyol, após o empate a dois golos verificado no final dos 120 minutos em Hampden Park.

Feito "incrível"
Maresca apontou dois golos na vitória por 4-0 sobre o Middlesbrough FC na final da Taça UEFA da época passada, mas desta feita, em Glasgow, foi substituído por Jesús Navas ao intervalo e passou o resto do jogo a sofrer por fora, até que a equipa orientada por Juande Ramos acabou finalmente por levar a melhor, após o desempate por pontapés da marca da grande penalidade, onde Palop defendeu três dos quatro penalties batidos pelos jogadores do Espanhol. "Naturalmente sinto-me muito bem, porque voltámos a erguer o troféu", afirmou. "Conquistá-lo em duas temporadas consecutivas é incrível".

Velhos conhecidos
As ocasiões de golo foram muitas para ambos os lados num desafio emocionante e Maresca acredita que ter levado a melhor sobre outra formação da Primera División torna o feito do Sevilha ainda mais notável. "Foi complicado, mas o mais importante é o resultado", afirmou. "Sendo uma equipa do nosso campeonato, o Espanhol obviamente conhecia-nos muito bem, o que tornou as coisas muito complicadas para nós. Eles jogaram melhor depois de marcarem o seu primeiro golo, mas nós continuámos a lutar e foi isso que fez a diferença. Quando eles marcaram no prolongamento fiquei preocupado. Felizmente, tínhamos o Palop na baliza e ele tem sido enorme para nós".

"Grande festa"
O Sevilha conquistou também já a SuperTaça Europeia, está bem posicionado na luta pelo título de campeão espanhol e vai disputar a final da Taça de Espanha contra o Getafe CF no próximo mês. Maresca acredita que no final da época a equipa vai poder celebrar a conquista de uma série de troféus sem precedentes. O médio de 27 anos, contudo, ainda não quer olhar muito para o futuro. "Por agora vamos apenas festejar a conquista desta Taça - depois disso é que nos vamos preocupar com o campeonato", afirmou. "As outras competições ainda estão para vir; já conquistámos dois troféus esta temporada, o que significa que estamos a fazer um excelente trabalho até ao momento, mas precisamos de continuar a trabalhar. Agora, no entanto, queremos festejar e vamos fazer uma grande festa".