Um lugar na história

Treinador e jogadores do CSKA revelaram-se felizes por terem alcançado a final da Taça UEFA.

O PFC CSKA Moskva está a um passo de tornar-se no primeiro clube da capital russa a vencer um troféu europeu, após ter derrotado o Parma FC, por 3-0, na segunda mão das meias-finais da Taça UEFA. Daniel Carvalho marcou por duas vezes e deu o terceiro a Vassili Berezoutski, com os moscovitas prontos para a final de 18 de Maio, em Alvalade, onde defrontarão o Sporting.

Valeriy Gazzaev, treinador do CSKA
A atmosfera dentro do estádio foi fantástica - os nossos adeptos estiveram sempre connosco. Estou muito satisfeito por irmos representar a Rússia numa final europeia - é a prenda perfeita para os nossos veteranos da II Guerra Mundial, tendo em vista o dia 9 de Maio, Dia da Vitória Final. Uma das nossas tarefas era jogar com cuidado para evitarmos castigos na final, mas, a jogar em casa, tínhamos de atacar. Foi isso que fizemos, sendo que o golo marcado cedo deu mais espaços para os nossos avançados, que puderam demonstrar as suas capacidades. Não me incomodou o facto de o Parma não ter jogado com a melhor equipa, até porque se alinhassem com uma equipa de miúdos ia ficar feliz na mesma.

Daniel Carvalho, avançado do CSKA
Sei que o CSKA se tornou na primeira equipa russa a chegar a uma final da Taça UEFA, mas isso não se deve só a mim. Trabalhámos todos em conjunto e todos merecem um lugar na história do futebol russo. Os meus dois golos foram os mais importantes da minha carreira.

Igor Akinfeev, guarda-redes do CSKA
O golo nos primeiros instantes ajudou-nos - depois de termos marcado, sabia que podíamos vencer. O jogo foi muito duro, mas não podíamos esperar outra coisa quando estava em jogo um lugar na final da Taça UEFA. Se continuarmos com este nível, a final da UEFA Champions League também estará para breve.

Pietro Carmignani, treinador do Parma
Não temos arrependimentos. Não penso que pudéssemos fazer mais do que o que fizemos hoje. Não vou falar sobre o objecto que atingiu o guarda-redes Luca Bucci, apenas sobre o jogo, porque quero felicitar o CSKA. Demonstraram ser uma equipa melhor que nós fisicamente e, por isso, estavam mais frescos. O jogo foi equilibrado até marcarem o segundo golo. A Taça UEFA foi uma grande aventura para nós, mas temos de voltar a concentrar-nos no campeonato nacional, porque temos mais um jogo decisivo no domingo.