O "site" oficial do futebol europeu

Eficácia croata dá frutos

Publicado: Domingo, 10 de Junho de 2012, 23.30CET
República da Irlanda 1-3 Croácia
A Croácia entrou com o pé direito na fase final do UEFA EURO 2012, ao bater a República da Irlanda no arranque do Grupo C.
por Hugo Pietra
de Estádio Municipal de Poznan
Eficácia croata dá frutos
Mario Mandžukić corre para o banco croata após abrir o activo em Poznan ©AFP/Getty Images

Estatísticas dos jogos

República da IrlandaCroácia

Golos marcados1
 
3
Posse de bola(%)45
 
55
Total de tentativas13
 
15
Remates à baliza5
 
9
Remates para fora8
 
6
Remates interceptados1
 
4
Remates nos postes0
 
0
Cantos1
 
7
Foras-de-jogo2
 
1
Cartões amarelos1
 
2
Cartões Vermelhos0
 
0
Faltas cometidas12
 
18
Faltas sofridas18
 
12

Classificação

Legenda:

J: Jogados   
Pts: Pontos   
Última actualização: 21/11/2017 14:47 CET
Publicado: Domingo, 10 de Junho de 2012, 23.30CET

Eficácia croata dá frutos

República da Irlanda 1-3 Croácia
A Croácia entrou com o pé direito na fase final do UEFA EURO 2012, ao bater a República da Irlanda no arranque do Grupo C.

A Croácia entrou com o pé direito na fase final do UEFA EURO 2012, ao bater a República da Irlanda no arranque do Grupo C, por 3-1, numa partida emotiva disputada no Estádio Municipal de Poznan

O primeiro lance de perigo pertenceu à Irlanda, na sequência de um cabeceamento de Keith Andrews. O médio acorreu a um cruzamento do lado esquerdo e, em boa posição, cabeceou por cima, no segundo minuto da partida. Num começo frenético, a selecção croata chegou à vantagem no minuto seguinte. Darijo Srna cruzou do lado direito, a bola sofreu um desvio num defesa irlandês e Mario Mandžukić, que escorregou antes do remate, cabeceou para o fundo das redes.

A formação comandada por Giovani Trapattoni tentou responder à desvantagem madrugadora, mas pela frente encontrou uma equipa croata compacta e bem organizada, tentando explorar o contra-golpe depois de se ter colocado em vantagem.

Contudo, aos 19 minutos, a República da Irlanda conseguiu quebrar a resistência croata, na sequência da marcação de um livre, descaído do lado esquerdo. Aiden McGeady cobrou a falta e Sean St Ledger cabeceou de forma imparável ao segundo poste.

A resposta da Croácia foi imediata e, aos 22 minutos, Ivan Perišić testou os reflexos de Shay Given, com um disparo de fora da área. O guarda-redes do Aston Villa FC foi forçado a efectuar uma defesa de recurso. Num jogo com ritmo intenso, o perigo ia rondando ambas as balizas. Aos 32 minutos, Luka Modrić tentou a sua sorte de longe, com um remate cruzado, mas Given segurou sem dificuldades.

Até ao intervalo, o "sinal mais" pertenceu à Croácia, que aproveitou uma desatenção na defensiva irlandesa para se colocar em vantagem. Nikica Jelavić tirou partido de uma série de ressaltos na área contrária e, perante Given, não enjeitou a hipótese para dar vantagem à sua equipa.

Na segunda parte, os comandados de Slaven Bilić repetiram a entrada no primeiro tempo e chegaram ao 3-1 aos 48 minutos. Ivan Perišić fez o cruzamento do lado esquerdo e Mario Mandžukić rematou de cabeça, com o esférico a embater no poste e a ressaltar na cabeça do guarda-redes Shay Given para se anichar no fundo das redes, num lance de infelicidade para os irlandeses. Até final, os croatas souberam gerir da melhor forma a vantagem, assinando uma estreia auspiciosa no UEFA EURO 2012.

Última actualização: 12-06-12 0.05CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2012/matches/round=15172/match=2003324/postmatch/report/index.html#eficacia+croata+frutos