Quartos-de-final - 25-06-2000 - 18:00CET (18:00 Hora local) - Feijenoord Stadion - Roterdão
6-1
 

Holanda - Jugoslávia 6-1 - 25-06-2000 - Página do jogo - UEFA EURO 2000

O "site" oficial do futebol europeu

Holandeses voam para a meia-final

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.13CET
Holanda 6-1 Jugoslávia
Patrick Kluivert apontou um "hat-trick" e contribuiu para a goleada, rumo às meias-finais.
Holandeses voam para a meia-final
Patrick Kluivert festeja o seu "hat-trick" ©Getty Images

Estatísticas dos jogos

HolandaJugoslávia

Golos marcados6
 
1
Cartões amarelos1
 
0
Cartões vermelhos0
 
0

Classificação

Publicado: Segunda-feira, 6 de Outubro de 2003, 12.13CET

Holandeses voam para a meia-final

Holanda 6-1 Jugoslávia
Patrick Kluivert apontou um "hat-trick" e contribuiu para a goleada, rumo às meias-finais.

As nuvens negras à volta de Roterdão não faziam prever a tremenda exibição de futebol ofensivo dentro da "banheira", onde a "laranja" espremeu por completo a equipa da Jugoslávia. Destaque para Patrick Kluivert, que marcou quatro golos numa exibição de cortar a respiração, que tirou a Jugoslávia do caminho e lançou a Holanda para a meia-final contra a Itália, em Amesterdão.

O nervosismo revelado pela equipa visitante ficou demonstrado desde do início, com a facilidade com que perdia a bola na sua defesa. Os jugoslavos empregaram-se a fundo logo no terceiro minuto para parar uma investida de Boudewijn Zenden, que fez um passe que cruzou todo o meio-campo para Marc Overmars. Recebida a bola passou-a ao seu colega do Arsenal FC, Dennis Bergkamp, que disparou forte, mas contra o corpo de Siniša Mihajlović. Na outra baliza o mesmo Mihajlović, na transformação de mais um dos seus famosos e poderosos livres, obrigou Edwin van der Sar a defender a soco. A Holanda suspirou de alívio quando Savo Milošević fintou Frank de Boer, e Predrag Mijatović, com tempo para controlar a bola, tentou rematar, mas fê-lo demasiado perto de Van der Sar, que assim impediu o pior.

Esta jogada acordou a Holanda, com Bergkamp, por duas vezes, a ameaçar o golo. Primeiro escapou à marcação de Niša Saveljić, antes de rematar para defesa do guarda-redes jugoslavo. Quatro minutos depois, Bergkamp repetiu o feito, mas falhou na finalização. A seguir isolou Edgar Davids, mas o seu remate passou perto da quina da barra, quando tinha tudo para marcar.

Quando o inevitável golo da Holanda chegou, foi Bergkamp quem iniciou o lance, ao fazer um sublime passe por alto para Patrick Kluivert, que rematou sem qualquer hipótese para Ivica Kralj. A Jugoslávia lutava agora para conter a avalanche holandesa que lhe caia em cima. Arthur Numan obrigou Kralj a boa defesa e um grande pontapé de Overmars passou por cima da baliza. Aos 38 minutos Davids, com um magnífico passe para as costas de Mihajlović, isolou Kluivert e, desta vez, o avançado apenas teve de desviar a bola para a baliza, fazendo o segundo para a Holanda.

A Holanda continuou na segunda parte no mesmo ritmo e, por volta da hora de jogo, estava a caminho de um massacre. Davids, com mais um passe subtil, lançou Overmars, que quis fazer parte da festa de Kluivert, mas o seu remate saiu por cima. Depois, em três minutos, mais dois golos de Kluivert. O primeiro depois de uma grande jogada individual de Paul Bosvelt e o segundo depois de uma iniciativa pela esquerda de Zenden pelo flanco esquerdo. Para sorte da Jugoslávia, o jogador que personificou este enorme pesadelo saíu lesionado depois de ter sido acidentalmente apanhado pelo braço de Mihajlović.

Kluivert saiu debaixo de uma estrondosa ovação. O seu substituto, Roy Makaay, quase marcou ao primeiro toque, mas cabeceou por cima. No minuto 78, Overmars de primeira, a passe de Bergkamp, e aos 90, marcou ainda o sexto para a Holanda. Mas ainda houve tempo para Savo Milošević mostrar algo da Jugoslávia através de um simples toque para golo.

Última actualização: 25-01-12 12.10CET

http://pt.uefa.com/uefaeuro/season=2000/matches/round=1459/match=65181/postmatch/report/index.html#holandeses+meias+finais